As razões do agitado ambiente político

Muitos torcedores perguntam as razões do ambiente político corinthiano estar tão agitado, há 4 meses da última eleição e a 5 anos da próxima.

Matéria de hoje no Lancenet apaga o incêndio com querosene

E por incrível que possa parecer, as razões deste agito estão distantes – ainda – do futebol.

Na verdade, os primeiros pequeninos focos de agito político na base de sustentação política à atual gestão, iniciaram exatamente na definição dos nomes que comporiam a Chapa que disputaria a última eleição.

Muitos eram os nomes, poucas as vagas, vários os insatisfeitos. Mesmo assim, foram poucas as ovelhas descontentes que se desgarraram e migraram para o lado oposicionista.

Vencida a eleição, passada a festa, empossados os conselheiros, a primeira situação de, digamos, “desconforto” na relação entre os aliados, com a escolha dos nomes que comporiam as comissões no Conselho Deliberativo.

Quando questionados dos critérios para a composição das composições, a resposta não agradou a muitos: o “Grupo” escolheu os nomes.

Muitos não entenderam, por exemplo, a escolha de dois ícones oposicionistas para a Comissão de Revisão Estatutária, Emerson Piovesan e Rachid.

Alguns interpretaram como sendo uma forma da atual gestão tentar causar fissuras na espinha dorsal da Oposição.

Ao mesmo tempo, velhos aliados, que batalharam muito para que a nova gestão vencesse o pleito, passaram a ser preteridos.

O Corinthians, que internamente se assemelha a uma cidade do interior, que tem até Capela e agência bancária e toda a atmosfera reinante neste contexto, neste ambiente, não estavam preparados para o novo “choque cultural” implantado pelo staff do presidente Mario Gobbi. Muitos passaram a se queixar da forma como vinham sendo tratados e preteridos, desacostumados com o novo “conceito”, com as novas diretrizes, com o novo jeito de administração.

As queixas de ouvido em ouvido passaram para as conversas, das conversas para reuniões e destas reuniões, a formação de grupos.

André Luiz de Oliveira, peça fundamental nos dois últimos pleitos e responsável pela indicação de vários nomes para a formação da Chapa do atual Conselho Deliberativo, afastado da vida administrativa do clube, passou a utilizar o Facebook para metralhar alguns de seus ex-aliados, utilizando de metáforas.

Enquanto isso, o caldeirão político foi fervendo, muitos insatisfeitos se reposicionando politicamente e o que vemos é isso que o torcedor acompanha diariamente em alguns espaços das redes sociais e sites.

Desde o princípio, alertei que estava faltando habilidade e sensibilidade política ao novo staff para conduzir as mudanças.

Um certo ar de prepotência, arrogância e jeito rompante não combinam com o jeito de ser das pessoas que fazem parte do dia-a-dia político.

E isso não foi levado em conta.

E reitero, como venho dizendo há tempos: O Corinthians é um clube que nasceu de operários, à luz de um lampião e tentaram refundá-lo num escritório de advocacia.

Dos motivos acima apresentados, percebam, não se falou em futebol.

Mas é claro que os resultados do futebol servem como agente catalisador da atmosfera política do clube.

Portanto, tudo é questão de tempo, pra sabermos onde é que tudo isso vai dar.

Anúncios

19 Responses to As razões do agitado ambiente político

  1. Fabio Venancio disse:

    A ordem agora é desestabilizar o Corinthians.
    Não só a política mas também o time ,pois oque começa lá fora acaba chegando dentro do campo também.
    A quem interessa???!!!!
    Oposicão?san7os?imprensa anti?
    Talvez todos.
    E já pensou o Corinthians campeão dessa copinha !!!!!
    Quanto plan7o e dor de cotovelo Brasil afora e até nas alamedas!!!!!

    Curtir

  2. PAULO disse:

    ESSA DESESTABILIZAÇÃO ACONTECE JUSTO NUMA SEMIFINAL DA LIBERTADORES ?
    NA VERDADE O NÍVEL DO PESSOAL LÁ NO TATUAPÉ É MUITO BAIXO, E ESSE CLUBE SOCIAL É UM CÂNCER QUE CORRÓI O NOSSO TIME…

    Curtir

  3. Roberto disse:

    Silvio
    So o Fato do Delegado, ter isolado esse Sr. Andre Luiz, ja é um grande ponto positivo
    Esse Sr. Andre , ja me causava indignção, desde a primeira vez que o ouvi ele tentando debater com a Neta do Nefasto e ao vivo a pela Radio, 97, ele tomou uma invertida e me pareceu ser uma pessoa sem escrupulos.
    Espero que o delegado , coloque a casa em ordem, acabe dom as mordomias de alguns conselheiros e mantenha essas torcidas organizadas o mais distante possivel .

    Curtir

  4. MILTON SANCHES disse:

    GRANDE COMPADRE FAMILIA E FIEL NAÇÃO CORINTHIANA;
    TODA VERDADE SÓ É VERDADE DEPOIS QUE SE OUVIREM OS DOIS LADOS, TÁ CHEIO DE NEGO QUERENDO DESISTABILIZAR,
    PORQUE SERÁ?¿? SERÁ PORQUE?¿?¿ ( LIBERTADORES)!!!
    AMOS FICAR SMART, QUALQUER VACÍLO E TODOS OS NOSSOS SONHOS E APOSTAS, VÃO PARAR RIO ABAIXO.
    TEMOS QUE EVITAR TUMULTUO SOMOS UMA NAÇÃO DE FIEIS
    E ISSO O QUE IMPORTA, TODOS PELO;
    ( SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA) E SUA APAIXONADA TORCIDA FIEL, O RESTO É RESTO, PRONTO FALEI.
    ABRAÇOS
    SEGUE ABAIXO NOTA OFICIAL:

    Curtir

  5. Paulo disse:

    Estranhei ontem a manifestação das organizadas contra o Rosemberg. Não que ele não merecesse, pelas sandices que disse ( estão querendo justificar dizendo que ele teria sido irônico, após a fala do tal Laor ), mas com uma torcida em processo de “bovinização” progressiva, críticas à diretoria, até pouco tempo atrás, seriam inconcebíveis. Agora entendi…

    Curtir

    • Paulo disse:

      ET: Entendi também o porquê dos ingressos baratos. Era só pra contrabalancear ou diluir o protesto.

      Curtir

    • AndersonII disse:

      Olha gente. Acho que Rosenberg foi irônico, e deu uma cotucada nos criticos. Ninguem mais do que ele sabe que o time é o atual campeao brasileiro, e semifinalista da libertadores.

      Ele é um cara inteligente e deu uma desabafada em cima de “certos ” criticos da midia (até corinthianos), e no fundo quis dizer o inverso.

      Curtir

  6. Wander disse:

    M E D I Ó C R E…….SIMPLESMENTE …. M E D I Ó C R E

    Curtir

  7. Carlos Amaral disse:

    Resumo da ópera: QUE SE FODAM O TIME E A TORCIDA.
    Será que o amor do Andres ao time é maior que sua vaidade pessoal? Será que ele quer ver Gobbi conquistar a maldita Libertadores? Será que o amor de Rosenberg pelo Corinthians é maior que sua veia humoristica,tão elogiada em suas palestras? Quem é Rachid? Em que posição joga? Já escrevi muito aqui sobre a postura da midia inimiga, mas é nessas horas que aparece a verdade nua e crua: os maiores inimigos do Corinthians estão lá dentro e ainda GANHAM com isso. Que ardam todos no fogo do inferno,

    Curtir

    • Paulo disse:

      O ambiente clubístico, com colégio eleitoral restrito, favorece naturalmente uma política de conchavos e exacerbação de vaidades e hostilidades, coisa de política miúda mesma, paroquial. Os interesses do nosso amado time ficam tangenciados – quando não subordinados – por esses interesses personalísticos e mesquinhos. Por isso, volto à carga: precisamos abrir o voto e dar voz aos 30 milhões, que estão escravizados pelos sócios do Clube Social. Liberdade para a Nação Corinthiana!

      Curtir

  8. Décio Monteiro disse:

    Cadê o que postei ???
    Não passou pela censura ???

    Curtir

  9. Carlos Alberto disse:

    Que bela hora para vir à tona essas picuinhas políticas, hein???

    Às vésperas de uma semi-final de Libertadores…

    Isso realmente só acontece com a gente e com a porcada, não tem jeito.

    Ciúme de homem é fogo mesmo…

    Curtir

  10. Samuel disse:

    Silvinho,

    Aproveitando o feriadão prolongado estou em sampa visitando minha família e amigos. Coisas boas que nem o frio de rachar abala.

    Mas vem o lado ruim, e infelizmente envolvem uma das melhores coisas da minha vida, o nosso amado Coringão.

    Primeiro, mais um resultado negativo, em casa, numa atuação pífia, retrato do modelo excessivamente cauteloso do técnico que não gosta de gols. Mas o pior mesmo foi ler o jornal no dia seguinte, mais precisamente o Lance.

    Incrível como os abutres ficam só na espreita esperando a oportunidade para destilar todo o veneno que nutrem contra o time do povo. Mas o mais incrível é constatar, de forma preocupante, que os atuais mandatários estão voltando a municiar esses abutres para que fazem o que mais gostam, que é detonar o nosso clube.

    Durante a gestão do Sanchez tivemos períodos ruins, de instabilidade, que chegaram a adoçar a boca das cobras da imprensa, achando que as crises estariam de volta. Mas a habilidade do ex-presidente nunca deixou isso de fato acontecer.

    Já o atual, em apenas quatro meses, mostra que habilidade política e competência administrativa não se herda, e mesmo sendo eleito unica e exclusivamente por conta do seu antecessor, já consegue desestabilizar o clube, colocando em cheque tudo o que foi conquistado na gestão anterior.

    Essa mudança cultural é a volta ao passado, onde o clube era ridicularizado pelos rivais por conta da sua falta de estrutura e intermináveis guerrilhas internas? Que mesmo com a maior torcida do estado mais rico da nação não conseguia patrocínios condizentos com sua grandeza? Que vivia uma crise por semana? É esse o Corinthians que Gobbi e seu lunático diretor de marketing querem de volta?

    Não é o que a torcida quer. Queremos o Corinthians grande, estruturado, que não abastece nossos inimigos com as armas para nos destruirem.

    Espero que o Sanchez enquadre o presidente que ele colocou lá, que o Timão se mantenha nos trilhos independente do que possa acontecer no futuro próximo, porque o Corinthians é do corinthiano, e não queremos mais essa palhaçada de divisão de poder detonando o clube.

    Valeu!

    Curtir

  11. Mosqueteiro disse:

    Silvinho, acompanho seu trabalho há bastante tempo. Tento acompanhar tudo que acontece no clube tanto dentro das quatro linhas como fora delas. Antes de mais nada, sou apartidário, sou a favor do SCCP sempre forte. Gostaria de entender como é que a situação pôde indicar Gobbi para presidente sabendo que ele não era um nome unânime dentro do grupo e todos sabiam, ou no mínimo poderiam prever, como seria a sua gestão. Sei que no mundo politico é muito difícil atender os anseios de todos, mas tenho a percepção de que uma disputa politica, agora no início do mandato, só pode trazer prejuízo ao clube e ao time. Não gostaria de ver o Clube se nivelar ao Guarani da Capital que vive uma eterna disputa politica e não ganha nada há anos. Penso que tanto a oposição quanto a situação deva trabalhar em favor do clube cada vez mais forte. Do jeito que se encaminha os acontecimentos, repito, cairemos ao nível do Guarani da Capital. Abs.

    Curtir

  12. Décio Monteiro disse:

    Pronto !!!
    Até que demorou mas o cheiro de m…….parece que está voltando pouco a pouco…
    Que pena, eu nunca consegui me acostumar e nunca me conformei de um Clube tão grande ser sempre dirigido por incompetentes e ignorantes. Será que vamos voltar em vez de seguir em frente? Parece que são abutres infiltrados em nossa casa. Não é possível ! Bem agora. Que momento inoportuno. Poderiam espalhar bosta um pouco mais pra frente. Poderiam deixar ao menos acabar essa p….da Libertadores. É do c……..mesmo !!!!

    Curtir

  13. Paulo Henrique S.C.C.P disse:

    Só espero que isso não interfira inteiramente no futebol, pois caso interfira, será um desastre total. Mário Gobbi não pode tirar e nem deve discutir com o Sanchez e muitos menos ‘minar’ seus poderes naquele que CONCRETIZOU de FATO o sonho REAL do estádio para o SCCP.

    O Andrés por ser de fato o MAIOR presidente da história do SCCP, deve ser tratado com muito mais respeito e com toda liberdade, SIM, sobre o estádio e até mesmo o clube, aonde indiscutivelmente colocou o Corinthians lá em cima, na PONTA e não entre os ‘melhores’, e sim o MELHOR que é o que realmente somos.

    E ontem o Sr. Rosenberg deu tremenda ‘colher de chá’ para a turma arco-íris. Um dia essa diretoria aprende que mesmo se for pra ‘motivar’ ou dar uma ‘chacoalhada’ na equipe – levando em conta a sua pró-desculpa sobre o caso ‘time medíocre!’ em relação ao Tite -, deve-se fazer nos bastidores, na surdina. No Corinthians todos estão cansados de saber que se o faxineiro não souber limpar nada, vai causar um ‘estrondo’ na mídia imunda. É CORINTHIANS de que estão falando e não de timecos de litorais ou clubecos de zonas com torcedores afeminados, cujo seu maior desejo é dar de ré ao invés de ir pra frente e outros que preferem se travestirem de palhaços e dar mais alegrias aos rivais do que si próprio e sua torcida imunda e totalmente decadente.

    Aqui é Corinthians, mais respeito!

    Curtir

  14. Jonas disse:

    Lamentável..

    Curtir

  15. Italiano disse:

    Se esses merdas atrapalharem o clube em qualquer competição , terão que ter as cabeças em uma bandeja de prata pedida pela torcida….marquem bem esses nomes….

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: