Bela vitória contra os Mulambos

E que vitória!

Jogando com vontade, dominando todos os espaços do campo, em noite feliz de muitos jogadores de forma individual, vencemos os Mulambos.

Foi de 3 a 2, mas o placar apertado não refletiu o que foi a partida.

Porque jogamos muito mais que os Mulambos. Como jogamos mais que qualquer equipe do futebol da América.

Nossa defesa esteve bem, Wallace ontem, sob minha ótica, fez uma das suas melhores partidas com a camisa corinthiana.

Ao seu lado, Paulo André, o eclético, que marcou um e poderia ter feito pelo menos mais dois.

Até Fábio Santos, que mesmo falhando no quesito defensivo, no apoio funcionou bem.

Ralf, Guilherme, Romarinho e Douglas, também cumpriram bem o seu papel.

Emerson, ontem muito bem marcado, mas nem tanto ao ponto de impedi-lo de fazer, no mínimo, uma partida muito boa.

Mas o destaque mesmo foi Edenilson.

Que partida!

Este é o Corinthians, meus queridos amigos.

Que quando joga pra ganhar, joga e ganha mesmo.

Mais 3 pontos, agora faltam apenas mais 3 (ou 4) para darmos adeus à competição.

E parabéns a Ernesto Teixeira, que narrou seu centésimo (e o centésimo primeiro, centésimo segundo), através dos microfones da Rádio Coringão!

Comente a partida, diga o que achou do jogo e da nossa exibição ontem.

Ouçam os gols de ontem narrados por Ernesto Teixeira no site do Corinthians, clicando no link:

http://corinthians.com.br/portal/noticias/audios.asp?id=96

Ou então clique em:

2do-15min-gol-edenilson

2do-30min-gol-paulo-andreeee-e

2do-45min-gol-emerson-sheik

E Vai Corinthians!

Anúncios

24 Responses to Bela vitória contra os Mulambos

  1. Fabio Venancio disse:

    Como dribla fácil esse Edenilson,heim!!!!
    Que cara de pau o tal Renato Marcília,só faltou vestir a camisa do mulambo junto com o arbitro!!!!!!

    Curtir

  2. Múcio rodolfo disse:

    O Liedson no urubzento, em poucas partidas, já marcou três gols…Se no pifio quadro flamenguinsta ele já atingiu tal marca, imagine como seria se tivesse permanecido no Timão. Mas agora já era. Eu acho que ele não comemorou porque o gol dele não evitava a derrota do time que ele defende atualmente e se comemorasse por certo não faltaria com o respeito ao clube no qual ele teve as maiores glórias da sua carreira. Quanto ao jogo em si, tudo comum: virada típica corintiana, arbitragem altamente mal intencionado….Ah o tal de Chiquinho me pareceu um jogador interessante! Pareceu….

    Curtir

  3. Cesar disse:

    Atenção pessoal, cuidado com o “Guindaste Voador”! kkkkkkk

    Curtir

  4. MarcosAP1 disse:

    Olha aque ponto chegou o desespero dos abutres.
    Hoje no uolixo,tem uma materia dizendo que o guindaste da arena,esta atrapalhando o trafego dos helicópteros na região!!
    Mas eles não dizem que Itaquera é o fim do mundo,que não existe nada por lá??
    Juro que não entendo esses manés!!

    Curtir

  5. Leandro disse:

    Silvinho, ainda discordo quanto ao sistema defensivo. Ontem as bolas alçadas na área foram um teste para cardíaco. Teve erro de posicionamento, a velha bola desviada no primeiro pau, zaga batendo cabeça inclusive com o Cássio e dois gols deste tipo de jogada. Única coisa a corrigir, mas que merece especial atenção.
    abs

    Curtir

  6. otrebor disse:

    Este time precisa ganhar fora de casa, nossa campanha como visitante é uma lástima.

    Curtir

  7. betoramone disse:

    acho que essa conta dos gols tá errada, hein? lembro que um certo comentarista roubou a narração dos gols da final da libertadores… ahahahahah

    Curtir

  8. Carlos disse:

    Apesar de ser apenas mais um jogo-treino para o Timão, a partida foi aguerrida, e o Flamengo se mostrou um bom sparring na preparação para uma provável estreia contra um time africano no Mundial: jogadores violentos, meio de campo congestionado e um centroavante, Vagner Love, de estilo tipicamente africano (forte e habilidoso) – atacante a quem o Corinthians não permitiu nenhuma chance de gol.

    Aliás, o Flamengo teve apenas três jogadas fortuitas de real perigo à meta do gigante Cássio, sendo que: 1) na primeira, quatro (sim, quatro) jogadores estavam impedidos no lance do primeiro gol carioca, outro erro escandaloso de arbitragem contra o Corinthians (fato que chega a ser hilário, pelo grotesco dos erros, por estarmos numa fase boa; mas, e se a fase fosse outra, como em 2007?); 2) bola cabeceada na trave corinthiana, com o jogador do Flamengo em posição de impedimento (dessa vez, marcado pela arbitragem); 3) no último lance da partida, vitória garantida, gol de Liedson. Esse último lance foi, na verdade, mais um presente para a Fiel, pela absoluta constrição de um eterno ídolo da Fiel após mandar a bola para as redes

    A Fiel deu mais um show de alegria e de paixão no Pacaembu. Renda de R$ 756.968,96 , proporcionada por 25.395 pagantes que foram ao estádio mesmo sem ter metrô para voltarem para suas casas, pelo adiantado do horário de realização da partida. A piada da noite: na metade do primeiro tempo, em meio à cantoria vibrante da Fiel, o narrador do PFC – um comediante – comentou: “A torcida do Corinthians canta, a do Flamengo também! São duas torcidas que cantam muito!”. A velha comparação forçada entre a incomparável Fiel e a inconstante e corneteira torcida do Flamengo (uma torcida de Maracanã, que ostenta historicamente altas médias de público graças às grandes dimensões e às facilidades de acesso do local de realização da final da Copa do Mundo de 1950).

    O Corinthians, nascido e durante toda a sua história o Time do Povo, resgata na atualidade, em grande estilo, a sua condição de Time da Garra e da Virada. O Corinthians atual é um time que, virtudes táticas, técnicas e físicas à parte, faz da raça e da aplicação impressionantes suas marcas de distinção. Por isso, tantas viradas. Por isso, tantas vitórias. Por isso, tantos títulos.

    No Corinthians mais corinthiano dos últimos tempos, Emerson Sheik consegue a façanha de ser o cara (que falta fará à Seleção na Copa!). Nesse jogo-treino contra o Flamengo, Edenílson foi um grande destaque, comprovando a qualidade do elenco corinthiana, que permite que jogadores não-titulares como ele, como Wallace (a cada partida, mais seguro), como Guilherme se apresentem como alternativas confiáveis na ausência dos titulares. As boas atuações dos laterais, Alessandro (recuperando sua forma física, que, na plenitude, faz dele um dos melhores laterais direitos brasileiros) e Fábio Santos (outro que teve uma atuação de destaque) são bons augúrios para o Mundial.

    Lealdade Humildade Procedimento
    “Tenho uma faixa lá em casa, que eu ganhei no fim do ano, em grande parte, graças a você: ao seu futebol e ao seu caráter.”
    (Tite, ao abraçar, com lágrimas nos olhos, Liedson, antes do início da partida)

    Curtir

  9. Ernesto de Minas disse:

    É o terceiro clássico nacional (Chorolado, Galo e Flamengo) que vencemos graças a uma mesma jogada: cruzamento de Douglas na cabeça de Paulo André. Sensacional.
    Primeiro tempo do Edenilson e do Douglas foi “maria-mole”, mas no segundo tempo eles jogaram muito. Não gostei do Fábio Santos………………de novo. O passe dele para o gol do Edenilson foi mais cagada do zagueiro adversário do que outra coisa.
    A zaga foi bem, mas Love estava sozinho pois o Flamengo é muito ruim .
    Para finalizar quero elogiar o Tite que mudou o time no intervalo.
    E para o Silvinho: alguns dias atrás escrevi aqui que no site do Timão o perfil do Romarinho está errado e voce respondeu que mandou mensagem ao setor de comunicação avisando. Eu também mandei, mas não mudou nada. Continuam dando, erroneamente, 6 gols ao Romarinho, quando são 7.
    Não vai chover por causa disso, mas é a carreira dele né!
    Não quer tentar de novo ?

    Curtir

  10. Italiano disse:

    Parabéns Silvião pelos comentarios , e parabéns Ernesto , bela narração…Vai Corinthians….

    Curtir

  11. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Não gostei do primeiro tempo, achei que o Edenílson estava perdido, sem função. No segundo tempo o time voltou bem melhor e ai não teve para ninguém…

    Triste foi ver o Levezinho, que era reserva do melhor time das Américas e teve olhos bem grandes, agora é reserva de um catado sem nenhuma perspectiva.

    PS. Fazia algum tempo que não ia no Pacaembu, 6 meses para ser exato, tenho visto as reclamações das arbitragens pela TV, ontem pude ver ao vivo uma grande demonstração de como um sujeito pode ser pilantra. Depois do primeiro gol dos mulambos o cara estava fazendo de tudo para amarrar o jogo, sem contar os erros no gol e o lance do Pênalti…

    Curtir

  12. Assim como no jogo contra o Gremio, o Edenilson fez mais uma grande partida jogando como meia atacante. Pelo que eu vejo, essa é a posição ideal pra ele.

    Pra posição de volante ele é fraco fisicamente, não tem corpo pra isso, não aguenta uma dividida. Na lateral até quebra um galho, mas tem problemas pra marcar.

    Com calma e trabalho ele pode ser titular do meio campo do Corinthians. Com um meia clássico do lado dele, como nos tempos de Ricardinho e Marcelinho por exemplo, ele tem tudo pra ser um dos grandes nomes do time daqui 1 ano, 1 ano e meio.

    Curtir

  13. Luís Carlos disse:

    O Fábio Santos conseguiu acertar um cruzamento!

    Curtir

  14. oplahdobetob disse:

    Ernesto Teixeira, o da Gaviões?

    At,

    Curtir

  15. Carlos Amaral disse:

    Duas coisas a acrescentar. O Tite prova a cada dia ser um grande técnico, ontem após um primeiro tempo morno o time voltou com “sangue nos zóio” para a etapa final. E de novo a arbitragem nos garfando. Até quando? Não é sempre que dá para passar por cima de adversário e arbitro incopetente(e safado).

    Curtir

    • otavioserra disse:

      É a única coisa que me preocupa! Hoje a nossa diferença em relação aos rivais é grande, então conseguimos reverter muitos pontos roubados. Mas e quando enfrentarmos um rival com nível parecido? Ai fica difícil reverter. Por isso que acho fundamental uma luta política dentro do Corinthians para lutar publicamente contra os roubos generalizados. E isso tem que começar agora.

      Pô Silvinho, faz uma pressão política no conselho cara! Ninguém merece assistir uma partida que a juizada sempre tende para o adversário. Ontem eu vi pelo PFC, e na linha do lance do gol, tinha 3 impedidos, e nem foi uma jogada rápida, era fácil de marcar, e não era pouco o impedimento, era de pelo menos meio metro a quase 1 metro.

      Sem contar o pênalti a quase 10 metros do assistente de linha de fundo. O mulambo passou a “rapa” no Edenilson, e também não foi um lance difícil. O mulambo veio em velocidade, o Edenilson deu um “tapa na frente” e recebeu a rasteira.

      Curtir

      • Paulo disse:

        Sim, também achei má-fé, assim como foi má-fé a causa da maioria dos erros que prejudicaram o Corinthians neste campeonato e no do ano passado. Ontem não era que o safardana queria nos prejudicar, não. O objetivo era o de beneficiar os mulambos, assim como sábado era o de dar um “cala-boca” para o Nauticu, após a tal faixa e pra não chamuscar o título do Flor, que, por sinal, vem se tornando o rei do apito no futebol brasileiro. Como prejudicar o Corinthians não causa nenhum estrago na carreira desses infames do apito ( esqueçam o “boi-de-piranha” que bandeirou na Vila Cuspideira ), ao contrário, a imprensa faz cara de paisagem e a nossa diretoria não reclama, sobra pra nós, torcedores, a indignação.

        Curtir

  16. Douglas Chiavegati disse:

    O que aconteceu com as cobranças de escanteio do Douglas? Contra o Nautico estavam pifias…e ontem….todas levaram perigo ao gol mulambo….

    O que mudou? A seriedade do jogador? treinou mais durante a semana? o gramado?

    A diferença foi gritante…..

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: