Caixa Econômica Federal: O novo patrocinador do manto corinthiano

Em evento realizado no Auditório do Museu do Futebol e apresentado por Gil Latoreira, que contou com a cobertura da Rádio Coringão, transmitindo ao vivo, o Corinthians apresentou seu novo patrocinador master da camisa, a Caixa Econômica Federal.

O Corinthians receberá 1 milhão neste ano e 2,5 milhões por mês até o final de 2013.

O contrato é válido por um ano, estando prevista a renovação por mais um ano. O Corinthians poderá optar pela renovação ou não. Foi também definido o índice de correção do contrato após o período de 1 ano, o IPCA.

O negócio e os valores respeitaram todas as regras da instituição e serão publicados em Diário Oficial, conforme a legislação.

O evento contou com a presença do presidente do Corinthians, Mário Gobbi Filho, do vice Luis Paulo Rosenberg e do diretor de marketing do clube, Ivan Marques. Representando a Caixa Econômica Federal, estiveram vice-presidente de distribuição, atendimento e negócios José Henrique Marques da Cruz e o diretor de publicidade Clauir Santos.

O presidente Mário Gobbi foi duro no seu discurso de apresentação do novo patrocinador, dando um claro recado a todos que criticaram a diretoria pela demora para conseguir um novo patrocinador para a camisa corinthiana.

Segundo ele, o clube não poderia se sujeitar aos valores que foram oferecidos e que um bom negócio, como o apresentado hoje, era esperado.

– Patrocínio não é fazer um lanche na padaria. A camisa do Corinthians tem um valor, queridos! Eu não vou vender a camisa por um preço vil. Por isso, ficamos oito meses sem patrocínio. Arriscamos até o fim e vencemos. Não tem preço o valor de um anúncio na camisa do Corinthians. É um dos maiores cartazes de propaganda do Brasil e caminha para ser do mundo. As pessoas precisam vestir as sandálias da humildade e confiar no trabalho que está sendo feito.

Os representantes da Caixa fizeram questão de frisar que a instituição não está entrando agora no futebol, que já patrocina outras equipes e que no caso do Corinthians, não se trata de um mero patrocínio de camisa e sim, uma parceria. Destacaram também a presença internacional do Corinthians, alavancada na disputa do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, que também servirá como instrumento de internacionalização da marca Caixa.

Parceria que será estendida a outras ações como a criação de um cartão de crédito e venda de ingressos através de serviços que poderão ser criados, em outras ações que surgirão, conforme também salientou o diretor de marketing do Corinthians, Ivan Marques.

Quanto aos naming rights do estádio, não há nada definido, contrariando especulações.

O evento contou também com a presença de representantes de uma canal de comunicação da China, informando que o Corinthians passou a ser conhecido por lá, depois da chegada de Zizao ao clube.

E por falar em Zizao, além dele, Romarinho e Danilo desfilaram com o novo manto.

A marca da Caixa já estará no manto a partir da próxima partida, contra o Santos, neste sábado, no Pacaembu.

Bastidores do evento:

Entrevistamos o advogado Luiz Felipe Santoro, que presta serviços ao Corinthians e indagado sobre tudo o que vem sendo publicado pela imprensa nos últimos dias, a respeito da engenharia financeira das obras de construção do estádio em Itaquera, afirmou que não passam de ilações, inclusive o teor do documento enviado pelo conselheiro do Corinthians, Edgar Ortiz, aos demais conselheiros.

Segundo Santoro, o Corinthians administrará todas as receitas provenientes do estádio, um dos pontos discordantes da documentação enviada por Ortiz, que garante que as receitas serão do fundo criado.

Os conselheiros do Corinthians receberão documento com esclarecimentos a respeito da engenheira financeira das obras de Itaquera.

Opinião:

O negócio foi excelente sob vários aspectos. Dificilmente o Corinthians conseguiria fechar melhor negócio com qualquer outra empresa do mercado, que se dispusesse a investir no futebol, com verba suficiente para “queimar” ainda este ano, com futebol.

As duas marcas são fortes e a Caixa nunca foi tão falada quanto nas ultimas 24 horas.

A partir do ano que vem, além deste patrocinador, certamente o Corinthians buscará outros para a sua camisa.

O negócio, enfim, devolve a paz ao Marketing corinthiano, que estava sob enorme pressão devido a expectativa pelo fechamento de um negócio, cobrado pela mídia e por muitos corinthianos.

E você, qual a sua opinião sobre os valores anunciados?

Anúncios

36 Responses to Caixa Econômica Federal: O novo patrocinador do manto corinthiano

  1. De tudo que li, é que a cada dia tenho vergonha de ser brasileiro, pois é dinheiro do povo que deveria voltar para o povo, é dinheiro de taxas absurdas cobradas do povo brasileiro, e que agora vai patrocinar uma instituição/clube/time particular.

    a vontade é montar um movimento para que todos tirem suas contas da CAIXA e que ela sobreviva com os corintianos.

    ADEUS CAIXA.

    Curtir

  2. artesanato disse:

    Parabens pela estrutura e conteudo de seu blog, compartilhando aqui, Forte abraço Renato Artesanato e camisetas

    Curtir

  3. Joaquim disse:

    Olha só o caráter dessa gente do Jardim Leonor.

    Não sabeia que a Caixa tinha patrocinado eles de 1984 a 1986.

    Veja o LINK:

    http://saopaulotricolor.wordpress.com/dia-a-dia/

    São muito vagabundos mesmo.

    Curtir

  4. Massa Fiel disse:

    A Maurren Maggi, atleta saopaulina não é patrocinada pela caixa e treina na pista de atletismo construída com milhōes oriundos da lei de incentivo ao esportes?

    Curtir

  5. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Excelente negócio, sem contar que vamos chegar ao mesmo patamar de quando tínhamos Ronaldo Fenômeno só que dessa vez o dinheiro é todo do Corinthians.

    E ontem na rádio bandeirantes o cara dos bâmbis que falou que o SBT seria a maior rede de tv do Brasil estava fazendo beicinho, dizendo que não se importa com o fato de ser estatal ou não, mas ficaria chateado se a negociação fosse intermediada pelo ex presidente Lula…

    Tadinho, já bateu a inveja…

    Curtir

  6. Ricardo disse:

    Silvio, chega a dar nojo de certas pessoas que se dizem jornalistas.
    Pessoas que em certo ponto influenciam a opnião e em outros casos formam opniões.
    Pow chegar a insinuar que é dinheiro do povo que será doado ao Corinthians, é o cumulo.

    Curtir

  7. Carlos Dias disse:

    O acordo foi otimo para os tempos atuais e considerando ainda os outros espaços na camisa, como ja foi dito aqui, podemos superar os $50 milhoes ano facil facil.
    O que precisamos melhorar é o visual da camisa – para mim um tecido de melhor qualidade e um visual melhor, talvez até com gola, para jogarmos o mundial, até porque acho q teremos q jogar com mangas compridas pelo clima q teremos la no Japão.
    Agora pra finalizar, o comentario do juca kfurada no uolixo sobre o patrocinio é pra fazer virar o estomago de qq um – o sujeito asqueroso, q vive as custas de comentarios antieticos e imorais.
    Em contrapartida Eric Betting justificou tecnicamente a negociaçao da Caixa e calou a boca de muita gente.
    Reitero aqui, precisamos protestar junto a Diretoria do Timão que precisava tomar uma atitude contra essa raça de abutres da imprensa.

    Curtir

  8. Anti corinthianos em extinção. Inveja mata e raiva dá câncer.
    Quem sobreviver se mata.

    Curtir

  9. Caixa, vem pro Corinthians você também! Vem!
    Veio
    Chora antis.

    Curtir

  10. Celso 1° disse:

    Belo patrocínio! valeu a apena esperar, não podemos entregar nossa marca por qualquer merreca.
    Sempre defendi e defendo o Rosemberg, muitos corinthianos o detonaram por pura inveja, tanto quer só atacavam ele e esqueciam do resto da direção do clube.
    Rosemberg é espetacular, não devemos difamar este grande profissional gratuitamente, por picuinha, invejinha e tal.
    A abutraida detona o clube sem parar, sendo, como sempre, incoerente ao extremo, puro anti corinthianismo.
    VAI CORINTHIANS, NÃO PARA!

    Curtir

  11. betoramone disse:

    tem tanto abutre falando do patrocínio que os representantes da caixa devem estar felizes com a divulgação…

    obrigado abutraiada de merda! voces querem criticar mas acabam ajudando

    Curtir

  12. Edilson Coringão disse:

    Patrocínio sensacional!!! Além dos 30 MM da Caixa, temos mais 10 da Fisk e 5 da Tim. Se somarmos aos possíveis valores das mangas e omoplata, teremos um patrocínio pelo menos o dobro do segundo maior. Parabéns presidente, diretoria e depto. marketing. Os críticos ferozes dos últimos dias agora vão falar o que?!?!?! Ah, já sei, vão começar a encher o saco porque ainda não fecharam o naming rights da arena … haja paciência!

    Curtir

  13. AndersonII disse:

    Respondendo a pergunta, o que achei dos valores, achei excelente dada as circunstâncias.

    Agora se me perguntassem se eu confiava no marketing do Corinthians, eu afirmo com toda a segurança, que nunca duvidei, simplesmente porque temos o melhor, e se ninguém se deu conta ainda, nosso marketing colocou o “ovo em pé”

    E por isso é tão odiado.

    E vai ser mais odiado ainda, quando colocar de novo o “ovo em pé”, quando a parceria com a Caixa começar a render frutos, que vai cair a cara dos que silenciaram aquela porcaria que os “queridinho” fizeram com o Bmg.

    Alguém sabe de um são Paulino ou santísta que abriu conta naquele banco?

    O “fiel torcedor” vai ver o que é parceria de verdade em facilidades e tratamento, e ser tratado como merece.

    Os senhores Furado, Come Risolis e cia, hoje demonstraram todo o seu despeito ante o sucesso insuportável do Corinthians.

    A cada dia tomam tabefes na cara, desde o Ronaldo, e não aprenderam nada.

    Criticar a competência, é confissão da própria incompetência.

    Curtir

  14. Wilson Timão disse:

    O Juca e o Neto deveriam para o próprio bem escolher um lado. Essa forma ambígua de ser só os faz ser odiados e tomar paulada de todos.

    Curtir

  15. Marco ACT disse:

    Além de achar que foi bom negocio o mais legal é que foi totalmente inesperado pois o clube tratou o assunto com absoluto sigilo.

    A choradeira dos anti e da midia caolha ja era esperado, engraçado que os mesmo nunca falaram nada sobre Petrobras e Eletrobras patrocinarem clubes de futebol

    Curtir

  16. Joaquim disse:

    O interessante é esses vagabundos do São Paulo criticando no Twiter (Julio Cesar Casares e outros) o patrocínio com a Caixa. Em julho eles estavam negociando com a mesma Caixa e não chegaram a um acordo. Vejam link:
    http://spfc.terra.com.br/forum2.asp?nID=126826

    E vejam os comentários das gazelas. É muita cara de pau.

    Curtir

    • Celso 1° disse:

      Estão chupando sem parar!
      O desespero la no panetone ta grande, ja que foram engolidos pelo corinthians dentro e fora de campo, os abutres da míida roso ja nem tem o que falar daquele clubeco. Todos no reino encantado estão apostando na sulamericana, se não ganhar ja vão pro 5° ano sem título, ou seja meia década.

      Sem falar que dia desses ELAS fecharam (A MÍDIA ROSO ABAFOU ESTA “VERGONHA”) o fornecimento de material esportivo com a penalty, depois de terem alardeado mentirosamente que negociavam com nike e adidas.
      Ou seja, vão usar uma marca de 4º escalão na atualidade, coisa de time sem importância.

      CHUPA BIXARADA, O GIGANTE CORINTHIANS ACORDOU DESDE 2008!

      Curtir

  17. Flavio Vieira disse:

    Sugiro leitura do blog do Erich Beting, no UOL (isso mesmo).
    http://negociosdoesporte.blogosfera.uol.com.br/2012/11/20/o-corinthians-e-a-caixa/
    Explica com isenção.

    Curtir

  18. Múcio Rodolfo disse:

    Opinião de leigo, foi bom pro Corinthians,mas foi ótimo pra Caixa…..E ficaríamos com a mesma sensação qualquer que fosse o parceiro……

    Curtir

  19. Luís Carlos disse:

    “um dos pontos discordantes da documentação enviada por Ortiz, que garante que as receitas serão do fundo criado”

    Silvio, se me permite, pelo pouco que se comenta oficialmente (baseado em contratos assinados suponho) e pelo que eu entendo, todas as receitas a serem obtidas com o estádio serão sim repassadas ao fundo. Então, o que a “imprensa” vem publicando a mais de ano é verdade sim.

    O que não é verdade é a forma irresponsável com que a imprensa – devidamente remunerada por gente que quer atingir o Mario Gobbi atirando no Rosenberg – vem tentando manipular a interpretação disso.

    É sabido que o BNDES não empresta dinheiro a clubes de futebol. É sabido que ninguém confia na palavra de qualquer dirigente de futebol, ainda mais num negócio de longo prazo que implica na gestão de no mínimo três presidentes. É sabido que nem o Corinthians nem clube nenhum tem balanço que assegure um empréstimo de montante elevado. É sabido que se o Corinthians montar times muito baratos para poupar dinheiro, além de correr o risco de disputar segundas divisões da vida e de desvalorizar a marca ano a ano, ainda demoraria uns bons trinta anos para acumular o dinheiro necessário para construir o estádio com recursos próprios. É sabido que a copa do mundo é agora e não daqui a trinta anos.

    A abertura da tal empresa e do fundo é o mecanismo que possibilita contornar dificuldades burocráticas e de confiabilidade. Toda receita a ser obtida com o estádio, volto a dizer, será sim desse fundo, mas isso não implica que o Corinthians não será dono do estádio e que vai ficar olhando os outros ganharem dinheiro com ele. Todo dinheiro que entrar nesse fundo, com exceção de parte das receitas de bilheteria, será transformado em quotas em nome do Corinthians. O dinheiro todo vai transitar nas contas contábeis do Corinthians, a maior parte não vai parar nos cofres enquanto houver débitos do estádio porque se parar nos cofres neguinho irresponsável vai torrar mesmo. Isso é uma segurança para a construtora, para os financiadores e para os garantidores, mas acima de tudo é uma segurança para o próprio clube contra eventuais dirigentes perdulários e mal intensionados.

    Os conselheiros sabem que o Corinthians às vezes faz empréstimos em bancos oferecendo quotas de tv ou de patrocínio em garantia? Pois esses créditos, semelhantemente ao que ocorrerá com esse tal fundo imobiliário, são transferidos a terceiros também e não chegam a entrar fisicamente nos cofres do clube. Por que isso nunca foi questionado?

    Agora, o que é preocupante de verdade, é que o Rosenberg é o culpado por tudo que se supõe que seja ruim. E o Sanchez, o Gobbi, o Ivan Marques, o Caio, o dr. Raul, o dr. Alvarenga e outros que estou esquecendo no momento, na visão dos “Kluxers”, não têm nada a ver com o peixe. Como se explica isso? Nessa convocatória de reunião do CD, por exemplo, o interpelado não deveria ser o presidente do clube, já que o Rosenberg nem conselheiro é?

    Curtir

  20. wilton disse:

    Ta uma choradeira só. Dizem que a Caixa deveria construir escolas ou hospitais com esse dinheiro. Kkk. O 1nho e o Cosme risolis estao com a mesma linha editorial, se fechar o nome da arena com outra estatal esses caras vao cometer suicidio.kkkkkk

    Curtir

  21. José disse:

    Poucas vezes li um comentário tão nojento e irresponsável sobre o Corinthians:

    http://blogdojuca.uol.com.br/2012/11/francamente-lula-vem/

    Curtir

  22. Gabriel disse:

    Maior patrocínio do Brasil (para o maior clube do Brasil):
    CORINTHIANS
    * CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
    .
    2° patrocínio do Brasil (para o clube de segunda):
    GUARANIZINHO DA TURIAÇU
    * KAI
    .
    3° patrocínio do Brasil (para o clube do terceiro sexo):
    5a0 PAULEKA
    * SEMPRE TOBICHA

    Curtir

    • Múcio Rodolfo disse:

      O que me chama a atenção é que o Chiqueirense, mesmo nesta pindaíba toda, consegue um patrocínio melhor do que o Vila Sonia, cuja diretoria é tida como exemplar, competente, e que do Manjubinha Superstars que tem um “fenômeno” a disposição…

      Curtir

      • Celso 1° disse:

        NA VERDADE O PATROCÍNIO DO PORCO não chega a 20mi, pois este total de 25mi inclui todas as premiações possíveis, algo como o time vencer até o mundial fifa.

        Curtir

  23. Flávio disse:

    Vou ali abrir uma conta na Caixa. Depois eu volto e comento.

    Curtir

  24. Joaquim disse:

    Eu queria que fosse mais, porém levando-se em conta que a Hipermarcas ofereceu 38 milhões por toda a camisa e a Caixa vai pagar 30 milhões apenas pela frente da camisa, foi um excelente negócio. Sobram as mangas e ainda temos a FISK e a TIM. Fiz essa comparação porque li um monte de besteiras criticando o Rosemberg, o Gobbi e demais Diretores de Marketing como se fossem especialista e que era possível conseguir algo mais vantajoso.

    Curtir

  25. Finalmente saiu…o mercado é soberano. Ele decide quanto vale o pruduto. Era absurdo falar em 50- 60 M, quando o mercado claramente não estava disposto a pagar. Quando voltamos a falar em valores dentro da realidade, o patrocinador surgiu….e não vai ser superado por ninguém. R$ 30 milhões virou teto, ninguém vai conseguir chegar perto. Ainda temos mais 10 milhões da FISK e da Tim. Provavelmente ainda venderemos as mangas….na minha opinião poderia parar por aí. Pois jabá nos ombros e no suvaco ninguém merece ( muito menos nosso manto). Fico feliz por termos conseguido o patrocinador…time nenhum sobrevive muito tempo sem, mas vou aproveitar os ultimos dias de “camisa limpa” e garantir a minha, pois a camisa limpinha só com o escudo vai deixar saudades ( pro torcedor lógico)

    Curtir

  26. Paulo disse:

    Vou abrir uma franquia de faixas, óleos, cremes para atenuar dor de cotovelo…vai ser um chororô sem precedentes! Bom, agora vou ao banco fazer um depósito…na Caixa!!

    Curtir

  27. Paulo disse:

    Honestamente? Achei pouco, pelo que se especulava, no sentido de que o Corinthians desejaria algo em torno de 40 milhões anuais. Acho que esses valores não pagam nem a folha salarial do Clube, o que seria o mínimo a se esperar de um patrocínio master, como ocorre no Flor – embora ali, todos saibam que as regras não são, propriamente, as de mercado. Achei inicialmente que houvesse alguma outra ação agregada, ligada ao empréstimo do BNDES, mas, pelo afirmado agora, nem isso. Enfim, a CEF, pelo menos, é uma instituição da mais alta credibilidade e isso sempre agrega um pouco ao patrocínio, mas, volto a dizer, pelo tempo esperado – que apoiei, em nome de um futuro grande patrocínio -, ficou devendo…

    Curtir

    • Zé Carlos disse:

      Mas 31 milhões, se entendi bem, são apenas pelo espaço central, certo? A patrocinadora anterior pagava 38 pilas, mas “comprava” a camisa toda – incluindo axilas, omoplatas, mangas, transformando o manto naquele abadá… além do mais, 1/3 disso ia para o Gordo. Correto?

      Então, nesse sentido, considero esse o melhor contrato já assinado por um clube brasileiro.

      Achei até que caiu bem na camisa. Discreto e elegante.

      Curtir

    • ricardo disse:

      entendamos, de uma vez por todas, R$ 50 m… pela camisa toda…hj temos 31 (caixa) + 10 (fisk) + 5 (tim = R$ 46 m…só que ainda faltam as mangas…ou seja…ultrapassaremos facil…facil esta marca…. E antes que falem da hypremarcas…lembremos que dos R$ 38 m…40% era do Ronaldo, portanto, livre ao clube apenas R$ 25m…galera ta bom de +

      Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: