Liberdade ainda que tardia

Complicadíssima a situação dos 12 de Oruro.

Canal Fox entrevista 6, dos 12 presos.

Assistam:

Anúncios

14 Responses to Liberdade ainda que tardia

  1. J. Eduardo disse:

    A questao que se refere a Diplomacia, nao é dificil de se entender.Sempre o Itamaraty teve , historicamente,a seu cargo o desenho e excuaçao da politica exterior brasileira, ate a chegada do chamado monge nefasto Marco Aurelio Garcia que apareceu a assessorar ao PT para assuntos externos e por consequencia Lulla o levas junto para Brasilia…..Resultado: o Brasil sofre humilhaçoes atras de outra no campo Diplomatico.Ou seja ha um duplo direcionamento da politica exterior uma voltada para atender aos principios partidarios e outra para atender a assuntos de interesse do Brasil. Mas a questao nao precisaria chegar a tanto bastaria a Bolivia cumprira lei ja estaria tudo debom tamanho. ..mas tudo pode se resolver com apenas um telefonema de uma pessoa certa a outra .e haveria o relaxamento da prisao.

    Curtir

  2. Cesar disse:

    O problema a meu ver é que eles, juntamente com a liderança das TO´s envolvidas, se calaram quando houve o incidente e só resolveram se manifestar quando a coisa ficou fora de controle como está hoje. Tenho a impressão de que eles mesmos pensaram que isso não iria dar em nada, e resolveram não denunciar ninguém achando que logo sairiam, e pronto. Só que essa omissão deles os caracterizou como cúmplices, mesmo que eventualmente não tenham mesmo culpa de nada no episódio.

    Talvez tenha ficado p/ os bolivianos uma espécie de tentativa de encobrir os fatos por parte deste grupo, do tipo “olha, eu não fui, mas também não sei de nada, não vi nada, etc.”

    Tem imagem, tem filmagem, tem perito, tem tudo: então, que identifique-se e responsabilize-se o(s) responsável(is); e eles, por sua vez, devem denunciar se souberem de algo.

    Curtir

  3. J. Eduardo disse:

    Fico impressionado pelo interesse que desperta o tema sobre os 12 companheiros detidos. Sao cidadoes brasileiros,que foram escolhido arbitrariamente numa multidao.Podem participar..dizer o que pensam.O silencio é uma resposta sem duvida alguma.

    Curtir

  4. andre rish disse:

    prendessem um cidadão dos EUA para ver o piaba cantar… mas com a Dilma, tudo é fisiologismo, ela não quer mexer nisto para não ofender o Evo Morales… ‘presidenta’ ridícula, mentirosa do Pibinho e da cesta básica… Mas se fossem os 12 do mensalão a coisa seria diferente… ah seria !!

    Curtir

  5. andre rish disse:

    a diplomacia brasileira virou uma piada, o marketing deste governo federal. O país mais pobre e fascista da América do Sul vai querer aparecer em cima do Brasil. Mas o índio presidente Evo Morales é ‘amigo’ do desgoverno Dilma. Então vai sobrar para os cidadãos brasieiros.

    Curtir

  6. Múcio Rodolfo disse:

    Dia desses a Globo apresentou uma matéria com um perito que confirmou ter sido o “dimenor” o autor do disparo que vitimou o menino boliviano (Kevin). O mesmo especialista afirmou que outro ajudou-o a segurar a mochila, mas este outro não se parece com nenhum dos 12 presos na Bolivia. Pelo que a Maria Angélica me informou o consulado brasileiro tem dado assistência aos 12 corinthianos presos Inclusive, o consulado conseguiu anular uma punição sofrida por seis deles por uso de celular (que diga-se de passagem, nem funcionando estava). Diante dos fatos, das evidências de que os 12 que estão presos ou de que boa parte deles não tem culpa nenhuma, fica patente a intenção das autoridades bolivianas de pegar alguém pra Cristo. Talvez seja a forma que encontraram pra se redimir da responsabilidade que possuem no caso. Eu sei que não se deve interferir nos assuntos internos de outro país. Não acho correto afrontar a soberania alheia, mas neste caso, acho que está faltando uma ação mais incisiva do governo (o mesmo governo que acusam de nos proteger), no sentido de convencer as autoridades bolivianas do absurdo de se manter pessoas inocentes presas.

    Curtir

  7. Luís Carlos disse:

    Eu vi uma filmagem curta no intervalo do jogo e me pareceu que os caras estavam indo em cima só do pessoal do batuque. Parece que a polícia não teve muito critério não. O estádio deveria possuir câmeras internas e externas também.

    Não sei se todo mundo é inocente, mas o fato é que alguém foi pego com esses sinalizadores (não foi a polícia que os inventou), e pelo tamanho da coisa, esse alguém não estava com boas intenções. Por algumas filmagens, dá a impressão (certa ou errada) de que tudo foi premeditado porque, seja lá quem for que disparou essa arma na cabeça dos outros, se aproveitou da bandeira porque achava que estaria escondendo seu crime. Deve ser nisso que as autoridades bolivianas estão se apegando. Eles sabem muito bem que pra disparar um sinalizador só é necessário uma pessoa.

    Acho que justiça lenta, cadeias apertadas e em condições precárias não é um desprivilégio da Bolívia. Lá eles estão em cela separada. Se fosse aqui no Brasil nem isso eles teriam.

    O que a gente deve ter em mente é que esse pessoal, inocente ou não, é suspeito de envolvimento em um crime e eles não são bolivianos. Se forem soltos com alguma dúvida sobre sua culpabilidade (não devem estar considerando culpado somente quem disparou o sinalizador), não há quem impeça que eles voltem ao Brasil; e estando no Brasil não há lei que os obrigue a voltarem à Bolívia para se defender de acusação nenhuma.

    Eu já tive colegas presos em aeroportos no exterior só por entrarem e saírem do avião. Dá pena saber que alguém foi preso injustamente. Isso poderia ter acontecido (ou poderá acontecer) com qualquer um de nós, mas são coisas que acontecem todos os dias em todos os países do mundo.

    Ninguém deverá ser preso por assassinato se não assassinou ninguém (mesmo na Bolívia), mas se comprovarem que alguma dessas pessoas teve alguma participação, pagará de acordo com ela. As confissões e peritagens daqui do Brasil podem ser usadas pelo advogado de defesa, mas o juiz de lá tem a liberdade de acatá-las ou não. Cada país tem sua soberania. A embaixada brasileira pode fiscalizar se tudo está sendo feito de acordo com as leis locais, mas não pode ir além disso.

    E esse negócio de alugar casa na Bolívia para poder responder processo em liberdade, pra mim, é uma afronta à inteligência dos bolivianos. Isso vale para bolivianos e não para brasileiros. Acho que se não houver prova de envolvimento em nada vão soltar (em definitivo); se houver, vai ficar preso até ser julgado ou até depois do julgamento, caso seja considerado culpado.

    Curtir

  8. AndersonII disse:

    Não é com injustiça que se faz justiça.
    Porém, justiça seja feita, ontem passou um documentário, sobre a organizada do Grêmio, e mostraram que lideres da torcida deles, não trabalham, vivem de renda da própria torcida.
    Isso não está certo. Não sabemos se esses torcedores tem empregos, ou se vivem de salários da organizada.
    Quando forem libertados, e devem ser, porque são inocentes, com toda certeza, mas terão que dar mil explicações para repórteres, que certamente explorarão ao máximo o fato.
    Esses 12, não estão mais no meio de uma torcida, mas identificados, e destacados, e dessa forma não gozam mais do anonimato proporcionado pelo “bolo” de torcedores.
    A verdade é que o cerco esta se fechando e as organizadas terão que se reinventar, e caminhar para “torcida organizada do Corinthians”.
    É uma saída honrosa, e se acontecer vai deixar todas as outras numa saia justa.
    Como sempre, o Timão é o único capaz de mudar tudo nessa terra.
    Até o conceito novo de torcida.

    Curtir

  9. Paulo disse:

    Que eles paguem na medida de sua culpa. Agora, ficarem presos indefinidamente, em caráter preventivo, sem provas contundentes de que tenham concorrido com ação ou omissão para a prática do crime, não é justiça. Se a final vierem a ser declarados inocentes, o Governo Boliviano vai indenizá-los? É o ônus de ser corinthiano, que nós pagamos. Sim, porque algo me diz que se não fossem corinthianos já estariam no Brasil. Nem a imprensa brasileira quer vê-los soltos, para que respondam ao processo em liberdade, aqui no Brasil. Estranha essa promotora, que sabe da existência de um réu confesso e não requisita, via carta rogatória, à Justiça Brasileira, o depoimento já colhido desse rapaz. As Autoridades brasileiras precisam agir.

    Curtir

  10. Stephane Guilhermino disse:

    “Qual empresário que vai dar serviço para um motoboy que é assassino?”… E qual motoboy nesse país consegue fazer uma viagem internacional para acompanhar seu time de coração? Será que não tá na hora de cortar certos privilégios das organizadas?

    Curtir

    • Fernando disse:

      Roc Cit costuma dar emprego pra motoboy bandido. Basta saber empurrar a janta dele que tem casa (na Cincinnato Braga), comida italiana (no Generalli) e servidor pra hospedar site bandido.

      Curtir

  11. Wilson Timão disse:

    É um absurdo o governo brasileiro ficar calado ante uma injustiça dessas. A tal promotora, que mais parece uma dessas putas do interior, tá se achando.

    LIBERDADE AOS INOCENTES

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: