Prioridade é a Libertadores

A princípio, a questão não parece atrair unanimidade entre os torcedores.

Nos últimos meses debatemos exaustivamente este assunto. Falamos das variações de time que poderiam ser colocados em campo em detrimento ao elenco disponível (times “a”, “b” ou “c”), das carências na reposição de algumas peças, mas que com criatividade, aproveitando opções no próprio elenco, poderiam ser remanejadas para outras posições, a importância do Paulistão, se era possível disputar competitivamente as duas competições simultaneamente, se deveríamos priorizar uma em detrimento da outra.

Nosso treinador foi taxativo. Deixou claro que o clube deseja as duas competições, mas a Libertadores vem na frente.

Por clube, entende-se comissão técnica e diretoria. E claro, os atletas. Aliás, se dependesse apenas dos atletas, talvez o Paulistão nem seria disputado.

Ocorre que muita embora tenhamos pela frente uma semana inteira para trabalhar até o próximo confronto, domingo, no Pacaembu, contra o Santos, a próxima semana será cheia.

Domingo, Pacaembu contra o Santos, pelo primeiro jogo da final. Três dias depois, Boca Juniors, também no Pacaembu.

E quatro dias depois, a segunda partida pela final do Paulistão, na Vila Belmiro.

Sob nossa ótica, um pouco mais de empenho diante do time de Madames e inverteríamos a ordem do mando de jogo.

Faríamos a primeira partida na Vila Belmiro, se necessário, vejam bem, “se” necessário colocar em campo um time genérico, de repente, novamente, “se” necessário poupar alguns jogadores, sem deixar de ser competitivo, fazendo o mesmo tipo de jogo habitual, ou seja, fechadinho lá atrás, explorando contra-ataque, tentando arrancar um empatezinho, pra ai sim, na quarta-feira, força máxima, foco total no Boca, vencer a partida e partir cheio de moral, no mesmo Pacaembu, pra decidir e conquistar o Paulistão, dentro de casa.

Mas, como bem sabemos, não foi isto o que aconteceu. 

Faremos o primeiro jogo, pra decidir tudo lá em Santos. Um resultado que não seja a vitória aqui no Pacaembu, encherá o adversário de moral e não será tão simples, tão fácil, segurá-los na Vila Belmiro, já que eles jogam pelo tetra, a maior aspiração deles no momento. 

Com os recursos, com a estrutura e principalmente, com o elenco que temos, acredito que isso tudo nem caberia discussão.

Dá perfeitamente para jogar com tudo pra fazer um bom resultado domingo e criar a espiral positiva para quarta-feira.

Em resumo, dá perfeitamente para vencer bem domingo, quarta e ai sim, domingo que vem, fazer o joguinho pra empatar.

E que esta semana seja bem aproveitada para condicionar os atletas e exercitar a criatividade, que o próprio treinador anda se queixando que ela anda em falta.

Anúncios

50 Responses to Prioridade é a Libertadores

  1. João disse:

    Acredito que o termo Paulistinha quem fez crescer foi a Federação Paulista, tornando esse um campeonato medíocre e pessimamente elaborado, com ajuda da maioria dos clubes. Creio haver possibilidades de vitória em ambos títulos que iremos disputar essa semana, porém, ontem assistindo ao baile que o galo paraguaio impôs as meninas do jardim leonor, ficou evidente que se tivéssemos jogado com mais vontade e atacando, evitaríamos a disputa de pênaltis, que pras meninas chegou ser quase uma vitória.

    Curtir

  2. Paulo disse:

    Essa priorização da Cucaracha é mais ou menos óbvia para mim a partir do momento em que só temos uma e queremos internacionalizar o Clube, transformá-lo no gigante que nossos antepassados sonharam, ainda que ninguém aqui queira que percamos nossa essência e identidade corinthianas. Mas o fato é que estamos condenados ao crescimento, mesmo que não queiramos ( ou que alguns não queiram ou não percebam esse destino como inevitável, acho na verdade até que é mais questão de percepção do que de desejo ). Ou então para que ficamos comemorando estádio, ct, arrecadações recordes, etc? Aquela nossa mentalidade provinciana do passado, ainda que também represente em nível acentuado nossa história, e jamais deva ser rejeitada, é inconciliável com o futuro grandioso que aguarda o SCCP e os corinthianos. Se isso – e até onde – implicará em mudanças nos paradigmas da “corinthianidade”, é um ponto que mereceria maior reflexão, talvez. Eu mesmo confesso que me ponho frequentemente a pensar sobre esse paradoxo: queríamos tanto ser gigantes, parar de ser zoados por outros torcedores, ganhar os títulos que não tínhamos e que esses clubes, menos grandiosos que nós, apesar de tudo, possuíam – Cucaracha -, e agora queremos frear esse processo? É mais ou menos como aquele filho ainda menino que pragueja contra a miséria ou as poucas posses da família, cresce, fica rico, e, depois, olha para o passado com nostalgia, e passa a se indagar se era mais feliz antes ou agora. Sinceramente, precisamos decidir o que queremos ser. Chamar o campeonato de Paulistão, Paulista ou Paulistinha é mera questão semântica, para mim – prefiro, entretanto, utilizar o termo Paulista pois se chamar de Paulistinha alguns “manos” podem te qualificar como “neobambi “( e temos que respeitar também a idiossincrasia de todos os “manos”, pois não há meio corinthiano, nem mais corinthiano, ou é ou não é ), e se chamar de Paulistão estarei sendo incoerente, pois já não o considero assim. Seria o caso, então, de fazermos uma enquete, indagando o seguinte: Você, corinthiano, prefere ganhar o Paulista ou a Cucaracha, se não puder ganhar os dois. Tenho a impressão de que, colocados diante desse dilema, sem possibilidade de arrego, não teríamos tanta divisão assim e ficaria claro se somos ou não uma maioria de “neobambis”. Talvez tenhamos que nos reinventar, senhores, a vida é dinâmica e ser corinthiano faz parte da vida – aliás, essa graça só termina com ela!

    Curtir

    • Paulo disse:

      Só uma observação: em nenhum momento eu disse que não quero ganhar o Paulista, pois comemoro até Copa São Paulo de Juniores ( todos os títulos engrandecem o Clube ). E outra: também acho que agora não dá mais pra priorizar nenhuma das duas competições.

      Curtir

  3. Ailton disse:

    DÁ PRA GANHAR AS DUAS.

    DEIXA O HOMEM TRABALHAR, ELE É MELHOR QUE TODOS NÓS NA FUNÇÃO DE TÉCNICO DO TIMÃO…

    Curtir

  4. Mario Ricardino Csapo disse:

    O Corinthians é o maior campeão do Paulistão. E só por isso a torcidinha contilante passou a chamar esse campeonato de paulistinha. É só o Timão ganhar mais 2 ou 3 Brasileiros, antes dos amantes da purpurina, pra começarem a chamar de brasileirinho.
    E quanto aos jogos decisivos, pra mim, o time tem talento, capacidade, entrosamento, estrutura, ambiente e momento pra fazer o bicho pegar nessa hora.
    Meu time pra esses jogos seria: Cassio, Edenilson, Gil, Paulo André e Fabio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Romainho; Guerrero e Pato.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Na verdade quem começou com essa de Paulistinha foram os porco, em 99

      Curtir

      • Ailton disse:

        OS PORCOS UTILIZARAM O TERMO NAQUELE CONTEXTO, PORQUE GANHARAM A LIBERTADORES, E O LIXO DO PAULO NUNES FALOU QUE PARA NÓS SOBROU O “PAULISTINHA”.

        MAS QUEM ADOTOU DE VEZ O TERMO FOI A BICHARADA DESLUMBRADA.

        CORINTHIANO É DIFERENTE, É O ATUAL CAMPEÃO MUNDIAL E DA TAL DA LIBERTA, E CONTINUA CHAMANDO O CAMPEONATO PAULISTA DE PAULISTÃO.

        Curtir

  5. Ernesto de Minas disse:

    Eu também acho que a LA é mais importante que o Paulistão. Porém, diminuir a decisão contra o Santos agora é burrice. Não dá para facilitar a vida de quem nos odeia, como os sardinhas, pela possibilidade de vencer a LA. Tem que arriscar o jogo contra o Boca, mas chegar na decisão para perder dos sardinhas era melhor ter pedido ao Antonio Rogério do Prado validar a adiantada do bambi-mor e já ter saido nos penaltis. Resumindo: a LA é mais importante sim, mas já que tá na final do Paulistão tem que vencer.

    Curtir

  6. thiago disse:

    Acho que tudo passa por essa semana de treinamento. Se for bem aproveitada, se tiver uma autocritica, que eu vi por parte de alguns jogadores pós jogo contra as bixas (Douglas e Emerson) e eles focarem em melhorar e trabalharem forte, faremos um jogo melhor contra os lambaris e vamos com tudo contra o meia boca. Já se não aproveitarem, acharem que vão ganhar jogando essa bolinha, me preocupa muito como será a próxima semana, se vamos ganhar nsei, mas vamos sofrer.

    Curtir

  7. Carlos disse:

    “Paulistinha” é uma gíria bambi.

    Seu uso não é observado entre corinthianos, e coloca em dúvida a acuidade do usuário, e mesmo a sua condição de corinthiano.

    Trocando em miúdos, quem fala “paulistinha” ou é otário ou é membro da bicharada.

    Curtir

    • Nelson disse:

      Para aqueles que ainda não tinham nascido ou de memoria curta, o Paulistão 77 foi o titulo mais comemorado até hoje, muito além do que foi o mundial de 2012.
      Só quem viveu aquela época sabe o que é tirar 23 anos das costa de, xingamentos, ódio e por muitas vezes até problemas raciais.

      Curtir

    • Ailton disse:

      O CARA VEM AQUI CHAMAR O PAULISTÃO DE “PAULISTINHA” E, PRA QUEM ACHA QUE É POUCO, UTILIZA O TERMO MANO COM CONOTAÇÃO PRECONCEITUOSA, PRATICAMENTE RASCISTA…

      INTERNET ACEITA TUDO MESMO…

      QUERIA VER ESSE CARA FALAR ESSAS COISAS EM CERTOS LUGARES, CARA A CARA COM AS PESSOAS…

      Curtir

  8. Carlos disse:

    É importante ressaltar, principalmente para alguns mais implicantes, que o Tite não poupou o time contra a Ponte Preta e nem contra a bicharada.

    Estamos buscando os dois títulos, da maneira que dá, condicionada pelo calendário e pela condição física.

    Agora, se for para escolher, é preferível, sim, ser campeão do pré-Mundial do que do Paulistão.

    Porque:

    1 – No Paulistão, temos 26 títulos, enquanto que a porcaiada, a seguir, tem 22. Ou seja, temos a hegemonia com folga.

    No Mundial, temos 2 títulos, mesma marca do Barcelona. Como eles já estão fora do Mundial-2013, já garantimos a co-hegemonia este ano; mas temos a chance de ganhar o terceiro título e nos isolarmos como o maior campeão mundial.

    2 – Devemos valorizar sempre o Paulistão contra os ataques da brigada bambi que tenta desmerecer o torneio onde estão longe do topo do ranking de conquistas.

    Mas não há como negar que, hoje, em um mundo cada vez mais globalizado, é mais importante para um clube conquistar o Mundial, que tem repercussão e reconhecimento imediato em escala global, do que ser campeão de um campeonato que tem repercussão apenas nacional.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Dizer agora que prioriza a Libertadores estando à porta de uma decisao de Paulistao não é correto

      Que fizessem isso antes

      Curtir

  9. Fernando disse:

    Eu não concordo com essa historia que temos que quer um camisa 10 no time,um meia clássico.O time do momento o bayern de Munique,não tem esse meia,tem jogadores rápidos no meio campo como Javi Martínez, Schweinsteiger, Ribery e dois atacantes abertos pelo lado do campo como o Robben e o Muller,que sem a bola fecham o meio campo ajudando a marcação,e um centro avante o Mario Gomez, não estou comparando qualidade de jogadores com o bayern,mas o nosso time poderia jogar com um meio campo parecido com o time alemão,Ralf,Paulinho,Romarinho, com sheik e pato abertos pelo lado do campo e o guerrero de centro avante.O que você acha dessa formação Silvinho.

    Curtir

  10. José disse:

    O Corinthians empurrou o semestre inteiro com a barriga. Está mais do que poupado e descansado. Tem muito mais time que o Boca e o San7os. Dá para ganhar as três partidas.

    Curtir

  11. Fernando disse:

    Eu acho que esta na hora do nosso treinador ter mais coragem e mudar nosso time,que esta muito previsível,porque não testar uma formação mais ofensiva contra as sardinhas.Tirar o Danilo e colocar o pato no time,colocar o Edenilson na lateral direita,se a prioridade é a libertadores, porque não testar um time mais ofensivo no domingo,chega de jogar com medo,vamos pra cima das sardinhas,pelo menos no paulista,chega dessa historia de retranca.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Dificilmente vai mudar o time

      Curtir

    • AndersonII disse:

      Nosso time, para ser efetivo, tem que voltar a jogar com dois meias.
      Jogar com 3 atacantes, não significa time mais ofensivo.
      Esse papo de chamar o time de covarde, desculpe, esta sinceramente incomodando já.
      Parece que acham que jogamos sempre contra cabeças de bagre, quando todo mundo está careca de saber que o nivelamento técnico hoje é visível.
      Até um Penapolis, um Linense, engrossam.

      Curtir

      • Jair Ônico disse:

        Oh!, Penapolense ou Linense têm nível técnico de Campeão Mundial da FIFA – melhor que Chelsea.
        Imagina se tivessem Pato e Guerrero, cumpadi.

        Vai, Corinthians!

        Curtir

  12. Paulo Cunha - Itatiba disse:

    Silvio, vc acredita no Tite quando diz que o Pato só não está em campo por não ter a confiança como nas primeiras 11 partidas que ele fez, ou acha que é uma desculpa pra manter o restante em campo que, na prática, voltam pra marcar?

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Acredito em termos

      Na verdade, há um temor em estourar o Pato se expô-lo a essa função insana de atacante ter que atuar como beque

      De repente o proprio atleta entendeu que se tiver que cumprir a risca a determinação do treinador, por 90 minutos, jogando entre 80 a 100% das partidas, vai arrebentar

      Em resumo, por conta dessa insana forma de mal tratar os talentos obrigando-os a marcar, marcar, marcar, perdemos talentos dentro de campo

      Curtir

      • Samuel disse:

        Aconteceu com o Liedson, tudo bem que já mais velho…. tem o temor com o Pato, e os outros atacantes não rendem, não fazem gols, até o Guerrero entrou em jejum… tudo por conta do esquema do técnico… nós vemos isso, nossos rivais veêm, o mundo inteiro vê, menos nossa diretoria.
        Não se pode intervir diretamente no trabalho do técnico, mas participar, indagar, isso faz parte em qualquer relação de trabalho.
        Já temos entrosamento, maturidade, qualidade técnica e cumplicidade entre time e torcida o suficiente para o técnico deixar de ser tão conservador, tão medroso, e soltar mais esse time.
        E também mudar esse jeito paneleiro de condução de elenco, sempre com medo dos líderes e prejudicando outros mais mais talentos e que só tem oportunidade por alguns minutos, quando a coisa aperta, ou em partida que não vale nada, casos do Edenilson, Guilherme e o próprio Pato.
        Sempre falo, técnico tem que ter autonomia, mas não poder absoluto, como o nosso Tite.
        Acorda diretoria.

        Curtir

      • AndersonII disse:

        Por outro lado, torço, para que o Muriçoca, não obrigue seus jogadores a não marcar.
        Vão tomar um sacode se não marcarem.

        Curtir

  13. O Dani L disse:

    O pensamento (prioridade) deveria ser sempre de vencer o próximo jogo, independente do adversario ou campeonato.

    Mas não é essa a filosofia do professor. A prioridade dele é marcar e defender. Por isso que estamos jogando essa bolinha.

    E a culpa é do calendario que é humanamente impossível.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Sim, o calendário não ajuda muito

      Curtir

      • Ernesto de Minas disse:

        Discordo. Queixar do calendário é direito do XV de Piracicaba ou, aqui perto, do Boa Esporte, clubes com menos recursos, poucos atletas e poucas partidas a disputar. Para um clube como o Timão, com elenco de qualidade e quantidade, que tem lucros enormes como mandante, quanto mais jogos houverem mais vantagem tem sobre os adversários que tem menos recursos e elenco menor e pior.

        Curtir

  14. paulomonteiro disse:

    isso não é Corinthians

    Curtir

  15. Corinthians só precisa entender que é errado um timaço como esse entrar em campo se poupando, pra depois correr atras do prejuizo. Tem que entrar em campo a 200 Km/h, fazer o resultado e ai sim administrar o placar. Temos um time infinitamente superior ao San7os e capaz de fazer isso.

    E a mesma opinião vale para o jogo contra o Boca.

    Curtir

  16. Múcio Rodolfo disse:

    Em 2002 ganhamos a Copa do Brasil e o Torneio Rio-São Paulo quase que ao mesmo tempo. Num domingo estávamos comemorando o título do TRSP e na quarta-feira seguinte estávamos festejando a conquista de mais uma Copa do Brasil. Sinal de que não é impossível se dar bem em duas competições. Tirando alguns jogos nos quais o time apresentou um futebol aceitável e em alguns, na minha opinião foi bem e só não ganhou por que o futebol tem seus segredos, houve aqueles em que os jogadores se pouparam dentro do gramado visivelmente. Correndo um pouquinho mais. Com o Adenor sendo mais inteligente nas alterações do time, acredito que a gente consiga um bom resultado diante do Manjubinha e a classificação diante do Boca. Esse nosso time reage bem quando é cobrado pela torcida e ele vem sendo bastante cobrado nos ultimos dias.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Cobrado pela torcida através das redes sociais

      Cobrança mesmo era nos tempos de treinamento no PSJ, jogador sendo enquadrado no estacionamento, no restaurante, etc

      Tempos que não voltam nunca mais, graças a Deus

      Por estas e outras, que atesto que o Corinthians proporciona a qualquer treinador o cenário ideal para se trabalhar

      Basta trabalhar, só isso

      Curtir

  17. Blog do Silvinho disse:

    E se perder o Paulistão?

    Curtir

    • Múcio Rodolfo disse:

      Se perder o paulistão e for eliminado da Cucaracha ai o baguio fica feio! Por isso que eu acho que tem de lutar para conquistar o Paulistão. Mais uma taça para a sala de troféus – isto sem contar o valor moral desta conquista.

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Paulistinha: termo de bambi e porco

      Curtir

  18. Mauro sccp - tupã - sp disse:

    Teoricamente perfeito, mas se voltar a campo com aquela apatia dos ultimos jogos, ficaremos a merce da sorte, espero que todos assimilem bem o futebol que apresentaram até agora e tirem proveito de tudo isso…na minha opinião falta sintonia, falta alma, falta tesão pelo futebol..pois talento a maioria tem !!

    Curtir

  19. Alvaro disse:

    Silvio,

    Caberia esse discurso se tivéssemos a partir de agora 2 longos campeonatos simultâneos, tipo, 1º fase do Paulista e mata-mata da libertadores,, ai eu concordaria com esse discursos

    Mas agora é final, da perfeitamente pra levar de boa essa semana, mesmo pq temos um ótimo elenco, mas já que o Tite quer priorizar que domingo entre com:

    Cassio, Edenilson, Chicão, Gil e Igor, Ralf, Guilherme, Douglas e Jorge H, Romarinho e Emerson, esse time ganha fácil do Santos

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: