13 de Maio: A mentira da Abolição

A história nos engana

Dizendo pelo contrário

Até diz que a abolição aconteceu no mês de maio

Comprovada sua mentira

E que da miséria eu não saio

Viva 20 de novembro

Momento pra se lembrar

Não vejo em 13 de maio nada pra comemorar…

Anúncios

26 Responses to 13 de Maio: A mentira da Abolição

  1. Martelli disse:

    Não podemos ter preconceito de cor sejamos brancos, pretos ou amarelos pois somos todos iguais perante Deus. Nada há de mais hipócrita do que criarmos cotas e dias para comemorarmos uma ou outra raça.

    Curtir

  2. Wilson Azevedo (Wilson Timão) disse:

    Nenhuma das datas é para comemorar. Com essa história do Brasil escrita com informações distorcidas, mentiras e hipocrisia. Cada segmento contando uma estória de acordo com seus interesses, sempre com acusações, difamando figuras históricas e procurando culpados.

    Sem chance! Se teve algo pior que a escravidão, foi no pós-escravidão a discriminação e o preconceito.

    Agora é bola prá frente. Assim como vejo os movimentos nazifascistas República dos Pampas, O Sul é o Meu País e República Riograndense como preconceituosos e racistas, esse negócio de dia da consciência negra também é uma forma racismo. E a quem interessa alimentar sentimentos racistas ou separatistas, que visam colocar os brasileiros, uns contra os outros, enfraquecendo-nos?

    A história da humanidade mostra que a escravidão podia se abater sobre qualquer homem independentemente da sua origem étnica ou cor da pele. A história do Brasil mostra que os africanos que escravizam seus irmãos até hoje dentro do continente tinham cumplicidade com aos mercadores de escravo, ex-escravo se tornou dono de escravo, europeu italiano negociou imigrantes italianos, japoneses chegaram miseráveis, instalaram-se em condições precárias foram segregados e discriminados, hoje bolivianos são escravizados por bolivianos em oficinas de costura e sofrem com a xenofobia dos brasileiros.

    Lindo vai ser o “Dia da Consciência Humana”, aí sim, daria gosto a gente parar, refletir, discutir e trabalhar no sentido de construir uma história de dignidade para todos.

    Aquele abraço Silvinho.

    Curtir

    • Martelli disse:

      Parabéns Wilson Azevedo pelo seu comentário. Penso da mesma forma que você pois nada vai ser mais lindo do que o “Dia da Consciência Humana” onde haveria sim dignidade para todos.

      Curtir

      • Martelli, uma coisa seria um mundo onde efetivamente JÁ HOUVESSE uma “consciência humana” generalizada e não houvesse racismo e por conseguinte nenhuma necessidade de ações afirmativas ou conscientização…, ocorre que o mundo AINDA NÃO É ASSIM, e não se tornará simplesmente enfiando a cabeça em um buraco e fingindo que tudo está bem e nada precisa ser feito, ou ainda simplemente não “tocando no assunto”; logo temos um longo caminho até lá e isso passa pela Consciência Negra (que deve ser para todos e não apenas para os negros) e pelas ações afirmativas. Hipocrisia e alienação é não enxergar ou até combater isso.

        Curtir

    • PAULO disse:

      CONCORDO TOTALMENTE, MUITO BEM ESCRITO O SEU POST !

      Curtir

    • kamika sccp disse:

      Corinthiano Wilson….são boas suas preocupações , mas receio que sejam algo limitadas as suas conclusões a respeito da escravidão negra . Pelo que li , parecem que foram baseadas na história oficial . A realidade dos fatos que não podem ser ainda divulgados , pois , sob o ponto de vista legal ,atualmente, ainda é crime ….=== mas com alguma pergunta mais aprofundada eu poderia provocar reflexão , e acho que conduzir ( driblando a questão legal , “voltando ao futebol “) algumas questões ===== quem poderia fazer o comércio TRIANGULAR ….ÁFRICA ( deixando como moeda de troca ,melaço e aguardente e carregando escravos )/ AMÉRICAS (financiando empréstimos p/ construção de engenhos/compra-de-escravos e carregando açúcar mascavo) / PAÍSES BAIXOS ( p/ refino do açúcar e distribuição p/ toda a Europa) == …..seguramente , os portugueses NÃO tinham nem capital PARA TANTO , nem relações comerciais/familiares com o pessoal dos Países Baixos == quem seriam os donos de 90 % da frota de navios-negreiros que faziam o tráfico ?……….== mesmo que existisse escravidão na África ,à época , isto não nos dava o direito de escravizar nossos irmãos negros , bem como , comparando com os dias atuais ,existindo ainda genocídio na África ,nós aproveitarmos desta tragédia africana e praticá-lo tb………Comemorar o Dia do Negro (13 / maio) é tanto oficial qto. desconhecer a História……… Tb . sou favorável às COTAS , até que se igualem as oportunidades entre as diversas etnias…( Cotas , não seria necessário se tivéssemos eleito p/ o Poder , políticos alinhados com Darcy Ribeiro que lutava afirmando , “que nada mais democrático que ter Educação de Qualidade, em Período Integral e Pública “=== mas isto é assunto p/ outro blog e outro post )….as Cotas visariam igualar as condições iniciais menores dos negros/pardos ( “Brasil mais democrático” ) em relação a outras etnias……Qto ao “Dia da Consciência Negra” , com discussões da questão étnica e da História do Holocausto Negro, talvez consigam esclarecer e corrigir a História Oficial , que v. repercutiu em suas avaliações….qto aos gaúchos , nossos tradicionais fregueses , não devemos fomentar bairrismos , tão “fora-de-moda”…..deixe , se quiserem cantar o hino regional , se vestir com bombachas , tchê tem sempre por alguém por trás (?) e , que tb. lhe retoque a maquiagem !!! …….Wilson , sds. corinthianas e , desculpe se em alguns aspectos pareci ser indelicado ou metido a a professoral (não foi minha intenção!!!), mas me aproveitei do blog p/ ampliar com outros pontos-de-vista …..E.., VAI CORINTHIANS !!!!!!!!

      Curtir

    • kamika sccp disse:

      Corinthiano Wilson , desculpe-me imensamente pela resposta indevida . Lia em outro blog , sobre 13/mai e , resolvi dar resposta sem ler com a devida atenção seu texto. Após ler e reler , fiquei com a consciência pesada e , voltei ao blog p/ pedir desculpas….Silvinho , peço tb. desculpas!!!!

      Curtir

      • Wilson Azevedo (Wilson Timão) disse:

        Tranquilo Kamika. De cara eu senti que não devia ser para mim a resposta. Ainda bem, pois discutir esse tema é sempre maçante.

        Quanto ao sistema de cotas o ideal seria que todos fossem iguais, mas por enquanto é pura ilusão ficar dizendo que todos são iguais ou vivem em pé de igualdade, portanto acredito ser inconcebível não ser a favor de um sistema de cotas sociais e raciais.

        Fica claro entretanto que não é interessante para o governo criar um sistema de cotas que não gere polêmica, então ele procura enfiar goela abaixo um sistema percentual puro e simples de vagas para curso superior e covardemente lava as mãos.

        Repito a pergunta: E a quem interessa alimentar sentimentos racistas ou separatistas, que visam colocar os brasileiros, uns contra os outros, enfraquecendo-nos?

        Um sistema de vagas nas faculdades em conjunto com cotas em cursinhos pré-vestibulares aliados a melhoria do ensino público, e depois gradativamente diminuir o percentual das vagas diretas no ensino superior mantendo-se as cotas nos cursinhos pré-vestibulares seria mais eficaz e menos polêmico.

        Porque não criar para afrodescendentes e alunos que concluíram o segundo grau em escola pública cotas nos cursinhos pré-vestibulares?

        Curtir

        • Wilson Azevedo (Wilson Timão) disse:

          Meu filho cursa o 3º ano em período integral na UNIFESP, fez o segundo grau em escola pública (ETEC), é afrodescendente e com dificuldade pagamos um bom curso pré-vestibular. Tenho certeza que se não fosse o curso pré-vestibular, ele não estaria cursando uma faculdade desse nível.

          Curtir

        • kamika sccp disse:

          obrigado pela compreensão !!!

          Curtir

  3. Ernesto de Minas disse:

    A treze de maio na cova da Íria
    No céu aparece a Virgem Maria
    Ave, ave, ave Maria
    Ave, ave, ave Maria

    Há três pastorinhos cercados de luz
    Visita a Maria, mãe de Jesus
    Ave, ave, ave Maria
    Ave, ave, ave Maria

    13 de maio; Dia de Nossa Senhora de Fátima.

    Curtir

  4. ANDERSON disse:

    Dona Isabel que história é essa
    Dona Isabel que história é essa
    de ter feito abolição
    De ser princesa boazinha que libertou a escravidão
    To cansado de conversa,
    to cansado de ilusão
    Abolição se fez com sangue que inundava este país
    Que o negro transformou em luta,
    Cansado de ser infeliz
    Abolição se fez bem antes e ainda há por se fazer agora
    Com a verdade da favela,
    E não com a mentira da escola
    Dona Isabel chegou a hora
    De se acabar com essa maldade
    De se ensinar aos nossos filhos,
    O quanto custa a liberdade
    Viva Zumbi nosso rei negro,
    Que fez-se herói lá em Palmares
    Viva a cultura desse povo,
    A liberdade verdadeira
    Que já corria nos Quilombos,
    E já jogava capoeira
    Iêêê viva Zumbi…

    Curtir

  5. David disse:

    PArabéns Sivinho, a história infelizmente não é feita só de fatos mas também de mentiras.

    Silvinho na sua opinião, devemos lutar pelas cotas Raciais ou pelas cotas Sociais?

    Vai Corinthians. O time do Povo.

    Curtir

  6. Marcão Praia Grande disse:

    Por que 20 de novembro Silvio? Desculpe minha ignorância!

    Curtir

    • Ricardo de Lima disse:

      Marcão, 20/11 é o feriado nacional da Consciência Negra, o porque desta data é o que não sei … acho que nesta data foi morto o Quilombo dos Palmares, corrijam-me se estiver errado, boa semana a todos!!!

      Curtir

      • Ernesto de Minas disse:

        Não é feriado nacional não! Deve ser opção de cada cidade. Aqui no interior de MG não conheço cidade alguma com feriado nessa data.

        Curtir

    • Dia da morte de Zumbi, último líder do Quilombo dos Palmares em Alagoas, no ano de 1695, Palmares foi um quilombo que resistiu por mais de 90 anos a todas as investidas do governo da colônia, sendo assim o 20 de novembro simboliza a resistência negra à escravidão e desigualdade.

      Curtir

  7. Oldano disse:

    Silvinho, como dizia o grande e saudoso mestre Paulinho Nogueira sobre o Corinthians: “… colorido em preto e branco sem preconceito de cor…”

    Curtir

  8. Mauricio Ayer disse:

    ê, viva meu mestre, ê, camará

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: