A Bola: a bola da vez

– Vamos intensificar os trabalhos técnicos de finalização. Essa bola é mais leve, mais rápida. Para quem não joga, parece que é desculpa, mas não é – emendou o treinador.

Não, professor. Não parece desculpa.

É desculpa.

A mesma bola “leve” entrou 5 vezes pelo retângulo do goleiro deste mesmo time, o Goiás, no primeiro jogo desta equipe no Brasileirão.

Esta mesma bola “leve”, visitou as redes vascaínas ontem, no Panetone.

E esta mesma bola, por 3 vezes, ontem, foi buscada no fundo da meta pelo goleiro do Náutico, diante do Vitória.

Nossos atacantes perderam gols inacreditáveis ontem, isto é fato.

Guerrero e Pato perderam gols que não costumam perder.

Mas atacante é assim mesmo, pode perder duas, três oportunidades, até conseguir converter uma.

Que falta treinamento de finalização, isso a gente vem cobrando desde a sua chegada. Falta treinamento de finalização e sobra treino “invisível” e “rachão”. Paciência, este é o seu método de trabalho.

Mas só agora o professor parece acordar para a vida. É preciso treinar finalização porque a bola do campeonato é mais leve.

Ainda bem que chegou a esta conclusão na segunda rodada do campeonato.

O fato é que o estoque de desculpas está esgotando. O professor, fala, fala, palavras bonitas são jogadas ao vento e o time, só joga um pouco melhor quando tem que correr atrás do adversário.

Porque quando está no zero a zero, o time aguarda o adversário e quando tem a bola, perdeu aquela qualidade que era marcante na equipe, a troca de passes, a tranquilidade para definir as jogadas, os mais de 30 passes antes de finalizar as jogadas.

Falta criação, falta movimentação dos homens da frente, talvez mais preocupados em marcar, os espaços entre os setores aumentaram, não se vê mais a tal consistência defensiva, perdemos a compactação em campo.

Mas uma hora é o juiz.

Noutra é o cansaço.

Agora foi a bola.

Falta humildade para reconhecer que a equipe vem, na verdade e entre outras coisas, o “tesão”.

Pato parece apagado, nem retrato daquele jogador do começo no Corinthians e até recentemente.

Guerrero já se posicionou, joga melhor ao lado de Pato.

Na verdade, a tal “meritocracia” do professor foi colocada em cheque a partir do momento em que ele insiste em manter no time jogadores que não vem rendendo.

O reserva se sente desprestigiado e sabe que só vai entrar no time quando as coisas estiverem quase perdidas, tendo que correr atrás do prejuízo.

Muita coisa precisa ser revista.

Mas por ora, fiquemos com a “bola leve”.

E Vai Corinthians!

Comente a partida, diga o que achou de mais um empate.

Anúncios

59 Responses to A Bola: a bola da vez

  1. Ewerton Silva. disse:

    O time ideal para o campeonato é aquele do segundo tempo. Mas, um jogador, que custou R$ 40 milhões não tem o direito de errar um com praticamente feito, como aquele. Não tem desculpa.

    Curtir

  2. Carlos Alberto disse:

    Essa é a “gordura” que o Tite queria abrir até o início da Copa das Confederações?????

    Curtir

  3. Ricardo disse:

    Silvinho, quanto tempo hein??? Mas estou sempre lendo. Concordo com você no quesito letargia. Tite precisa estimular a concorrência no time, fazendo jogar quem está melhor. E ontem mais um penalty q o juiz não deu… Abs

    Curtir

  4. JOSE CARLOS DE CAMARGO disse:

    SILVINHO: pode apostar: esse nosso TIMÃO só ira melhorar quan-
    do o Renato Augusto voltar! Daí, tanto o APato como o Guerreiro te-
    rão mais assistência e melhor desempenho. Quem viver, verá!

    Curtir

  5. Marcio disse:

    O juiz só não deu um penalti claríssimo e deixou de expulsar o lateral esquerdo deles 2 vezes, então mesmo fazendo um primeiro tempo bem ruim, jogou muito no segundo tempo e era para ter vencido, golearia se tivesse um melhor aproveitamento, não é desculpa, é fato.

    Curtir

  6. Marco ACT disse:

    Mesmo com sua teimosia característica creio que o tempo de jogar com Pato e Guerrero está chegando. Ta na hora de testar esse time com 2 meias e 2 atacantes

    Sobre o jogo, de positivo só o Douglas fazendo um jogo muito bom e o Leo entrando com personalidade. Empatamos contra um time fraco e quase foi pior que isso. Além de tudo perdemos uns gols que não dá pra perder

    Sábado é pra buscar a primeira vitoria

    Curtir

  7. Múcio Rodolfo disse:

    Mano Menezes já tinha um puta time na mão e, no entanto, no Paulistão 2009, o placar mais elástico que o time conseguiu na sua mão foi um 4×1 diante do Oeste de itápolis! Durante a campanha inesquecível que nos fez campeão invicto do paulistão (sou muito grato ao Mano por esta façanha- estou sendo sincero e não irônico, podem acreditar) fora 15 vitórias e 10 empates. Pelos resultados, podemos dizer que o Mano também adorava uns empatezinhos, ou não?

    Curtir

  8. cassiano disse:

    se o sheik morrer o TITE(burro) escala ele de caixao e tudo….

    Curtir

  9. Celso 1° disse:

    Mais uma desculpa esfarrapada do cagão!
    Me lembrei da do gramado sintético, reclamou demais naquela oportunidade só que o time praticamente não passou da linha do meio campo, uma desculpinha absurda, de um cagão limitado que tem tudo nas mãos e pensa que ainda treina o caxias.
    Volta mano!

    Curtir

  10. thiago disse:

    Esse Tite é muito esperto, joga a culpa nos atacantes como se tivesse querendo defender e tira o foco total do banho de bola que tomou no primeiro tempo do time patético do Goiabas, do qual deveríamos ganhar com sobra ou pelo menos, se eles igualassem na vontade, sobressair tecnicamente, se eles tivessem jogando mais bola, sobressair na raça.

    Não é possível que esse técnico não enxergue que o time não iguala a ninguém na vontade, somente quando já tá perdendo o jogo, que o time não tem o controle do jogo desde desde o jogo contra o San Jose no Pacaembu, que o Emerson não produz nada, que o Fabio Santos é um nulo em campo, que ele ache normal o Douglas jogar na linha de volantes e o Emerson jogar de baba do Fabio Santos. Me pergunto, o que esse cara anda treinando? Não é possível que ele ache que não precise corrigir nada disso, e somente ‘a pontaria dos atacantes’.

    Já larguei na mão de Deus, antes achava que era falta de treino, um relaxamento normal pelas conquistas, mas to começando a achar que ele é fraco mesmo, um sortudo que surfou no bom momento do Corinthians pra ser campeão de tudo e que quando precisamos do seu trabalho mostra que é só aquele Tite retranqueiro e filósofo, que fez muito torcedor por ai passar raiva.

    Curtir

    • Flávio Augusto disse:

      Quando Tite for embora do Corinthians continuaremos a ganhar muitos títulos, pelo menos 1 desde 1995. Agora quero ver ele continuar a ganhar titulos importantes nos timecos que ele for dirigir.
      Você acha que por ele, ele sairia do Corinthians algum dia. Começo a achar que não. Em qual clube do Mundo ele teria o que tem aqui?

      Curtir

  11. Otavio disse:

    Se esse aqui for o resumo do que a maior parte da torcida pensa, realmente estamos perdidos. Se o técnico que ganhou o Brasileiro, a Libertadores (invicto), o Mundial (sem levar um gol) e um Paulista de lambuja, EM SEQUÊNCIA!!!!!!, é ruim, realmente não sei o que será necessário para convencê-los do contrário…..um técnico que ganha um único campeonato, pode ter sorte. Um cara que ganha 4 em seguida, tem muita competência.
    É, sem dúvida o time está jogando sem tesão nenhum, então que se cobre o que deve ser cobrado, exatamente isso. Porque ao final do mês, todos eles passam no caixa e retiram seus 200, 300 ou 400 mil reais. Então, não tem essa de “acomodação natural pelas conquistas de 2012″…ou pode até ter, basta devolverem a grana lá todo dia 30.
    Se o Tite comete um erro, é exatamente esse, de passar a mão na cabeça. Questionar a competência dele para montar o time, tem outro nome:OPORTUNISMO. Ainda bem que a direção do clube tem gente bem mais capacitada para fazer isso.

    Curtir

    • Celso 1° disse:

      Ganhamos apesar dele, e perdemos vários títulos por causa dele, suas cagabilidades e burrices.
      Não da pra se contentar em andar a 80km/h quando se tem motor pra andar a 150.
      O corinthians não é um fusquinha, temos que jogar pra vencer.

      Curtir

  12. CARLOS ROBERTO disse:

    Prefiro ser otimista, ainda dá tempo de recuperar os 4 pontos perdidos.
    Hoje passou a raiva pelos gols perdidos, prefiro olhar pela ótica de que foram criadas oportunidades, apenas tivemos azar nas conclusões; mas pela categoria dos coadjuvantes fica dificil entender como perdem gols. Se fosse o Emerson que tivesse perdido seria normal, Romarinho idem, mas estes nem criam oportunidades, nem colocação em campo, nem deslocamentos, nada.
    A unica coisa de bom ontem foi o futebol de Douglas, que eu vinha criticando muito. Finalmente ele mostrou uma pequena lembrança do maestro de 2008.
    Agora acho que ele precisa do Danilo ao lado dele para podermos colocar o Pato e Guerrero juntos. Pra mim Romarinho e Emerson são bancos desde o inicio do jogo.
    Que nossa dupla de ataque seja novamente Guerrero e Pato, e Ralf, Guilherme, Douglas e Danilo façam o meio campo. E quando R Augusto voltar que o Tite quebre a cabeça para coloca-lo em campo. Mas ele tambem não pode ficar de fora pelo futebol que vinha jogando.

    Curtir

  13. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Venho pedindo a entrada do Douglas no time há algum tempo, mas é obvio que no time do melhor treinador do Brasil o Douglas não vai jogar, ele pode até dar um migué e ficar correndo atrás de jogador adversário, mas marcar mesmo, não vai, e quem não faz isso não joga.

    Com dois atacantes de qualidade à frente do rapaz, se movimentando e abrindo espaços, o cara vai colocar os outros na cara do gol sempre, qualidade para isso ele tem.

    Agora, nossos atacantes vão perder gols mesmo, a função primária deles é defender e fechar espaços, e não marcar gols, os treinos invisíveis e os rachões servem para isso, apenas para posicionar os caras do jeito que o treineiro quer, fazer gols ??? não, esse não é o foco dos rapazes do ataque, por isso o Sheik vem sendo titular mesmo sem jogar nada desde o dia 04/07/2012.

    Curtir

  14. andre rish disse:

    Pelo amor de Deus, pedir a volta do Mano Menezes é o fim… é só lembrar que nem padrão tático o time tinha. Acho que dá para pensar em coisa bem melhor para o Corinthians ! Além de que o Tite não vai sair muito cedo mesmo, é amado pela diretoria e puxa o saco da torcida o tempo todo. É bom de marketing. E ainda não escutei um ‘burro’ vindo da torcida no estádio… isto é sinal de vida longa!!

    Curtir

    • Celso 1° disse:

      Não tinha padrão tatico???
      O corinthians era bem definido, um padrão certo, a saída de bola pelos volantes, um meia armando, contra ataques. O time controlava os jogos, fazia gols, não tinha esta de se equiparar a qualquer time seja ruim como for.
      E quando Mano errava/cometia equívocos, ele assumia, guardava aquilo, evoluia e não cometia mais o mesmo erro.

      VOLTA MANO!!
      Precisamos de um treinador que use todo o nosso potencial, não da pra jogarmos como um caxias, ganharmos 2 campeonatos quando poderíamos ganhar 4 ou 5, ou seja, temos que explorar ao máximo o que temos em mão, nada de se contentar com pouco.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo disse:

        A gente tinha dois volantes que sabiam sair com a bola…..

        Curtir

        • celso 1° disse:

          A saida com o treineiro eh pelos lados,ele nao quer a saida pelos volantes, ele nem tenta fazer isso.

          Curtir

          • Múcio Rodolfo disse:

            Celso, o Ralf é bom para tomar a bola do adversário, mas não tem a mesma eficiência que tinha o Cristian, que, além disso, chutava bem. As saídas pelas laterais resolveriam se os nossos laterais fossem mais eficientes neste quesito.

            Curtir

  15. Múcio Rodolfo disse:

    1- Ontem, após a partida, o tal de Dudu Cearense afirmou que o empate foi conseguido diante do melhor time do país e o melhor organizado taticamente. Se não foi bem isso, foi por ai….
    2- A mim me parece estranho um técnico ver o seu time arrebentando o adversário numa partida e, mesmo assim, orientar o seu time a jogar de forma diferente na partida seguinte. O cara sabe que o seu prestígio, o seu sossego, a sua valorização dependem de vitórias… O cara não é tão retardado a ponto de não enxergar a forma mais eficiente de se chegar até elas.
    3- Penso que a gente precisa parar de acreditar que o Corinthians tem um time muito superior aos demais. Pensando desta forma- que temos um mega-hiper-ultra-super time, como é que se pode cobrar dos jogadores que eles não sejam arrogantes, prepotentes?
    4- O time é campeão brasileiro, reclamam porque foi na ultima rodada -esquecendo-se que, além dos próprios erros cometidos pelo técnico e pelos jogadores, teve algumas arbitragens “muy amigas no caminho”. O time ganha a Cucaracha Cup, reclamam porque o time quase não ganhou fora de casa. O time conquista o bicampeonato mundial, reclamam porque não massacrou o time do faraó. O time conquista o Paulistão, reclamam porque empatou com o Nho-Quim e com o Foguinho! Por falar neste ultimo, alguém aqui toparia trocar esta campanha pela de 2000 quando arrasamos com meio mundo e capitulamos na semi diante dos bambis?
    5- Está tudo bem? Evidente que não. Talvez se o Adenor mexesse algumas peças, o que se viu no primeiro tempo seria diferente. Fala-se de esquemas táticos alternativos. De nada adianta tais esquemas se os jogadores em campo não executarem corretamente. O Fábio Santos vai ao ataque com frequência. Só que se perde quando tem a bola nos pés. Ele merece o respeito da torcida pelo que andou fazendo, mas já está na hora do Adenor pensar no Igor atuando por ali. O time ganha a posse de bola, parte para o ataque e a jogada morre nos pés do Emerson. Com relação aos dois meias, eu acho que o Adenor não vê muita firmeza na dupla Danilo-Douglas. Quando o Renato Augusto estava a disposição, o time jogava com dois meias de armação.

    Curtir

  16. Rogério disse:

    Silvinho, muitas jogadas morreram quando a bola chegava nos pés do Sheik ou do Romarinho. O Sheik está mal desde o 4 de julho do ano passado. O Romarinho está mal porque o Tite está sabotando-o. Está sendo transformado em JH 2.0. É um desperdício enorme. O Fábio Santos é outro que precisa ser poupado.

    O grande problema do time chama-se Tite. O time está mal porque o Tite finge saber que está tudo bem. A culpa não é dos jogadores, do esquema. Agora a culpa é da bola. Estranho, não ouvi o Ney Franco reclamando dela.

    O técnico disse que 3 anos é o tempo ideal para estar á frente de um time, porque há desgaste, e quando conquista muitos títulos, a acomodação, e acompanhado disso a soberba. Não que eu concorde plenamente com esta tese, mas ela se aplica ao Tite.

    Curtir

  17. Mano disse:

    Técnico com prazo de validade, e venceu seu prazo. Erra a direção em teimar com ele. Libere ele pra Itália, franca, Lituânia, onde ele quiser ir. Entrevista de quem debocha da inteligência dos torcedores. Dizer que a bola e a culpada e um tapa na minha cara. Meus amigos gaúchos sempre dizem que seu prazo venceria logo, que no timao ele até fez demais e concordo com eles. Vou começar a defender a volta do mano, nao porque ele e o melhor do mundo, mas melhor que o Tite no momento ele e. Obrigado Tite e tchau,pegue seu boné.

    Curtir

  18. andre rish disse:

    Essa escola de técnicos gaúchos é assim mesmo, retranqueiros, paneleiros, tem esquema tático para futebol de jogador mediano e extremamente teimosos por serem cagões e nisto conseguem levar o jogador a exaustão e desânimo. Nâo falta tesão, falta ânimo. Bola leve, gramado sintético, viagem longa, jogos seguidos, jogos espaçados… tudo é desculpa. O Tite não tem mais como desviar o foco que sua postura tática é equivocada. Quem não se lembra do bate boca do Renato Augusto com o Tite por uma determinação tatica errada?

    Curtir

  19. Luís Carlos disse:

    Ontem pelo menos a democracia prevaleceu. Além do Romarinho e do Emerson, o Pato e o Guerreiro também tiveram oportunidade de darem seus chutes cagados.

    E falando em cagado, o Douglas é o mais cagado do elenco. Quando é escalado pra jogar, normalmente não tem ninguém para dividir a armação já que os laterais não apoiam, o segundo volante fica conversando com o quarto árbitro e os atacantes estão em suas costas. Quando o jogo está pra ele, consegue enfiar várias excelentes bolas para os atacantes e estes não as aproveitam. O Danilo às vezes dá uma espirrada de canela, a bola toca aqui e ali e acaba sobrando pra alguém fazer o gol.

    Bom, acho que de uma forma geral o time até melhorou um pouquinho em relação ao jogo anterior. O que falta pra melhorar imediatamente é o que não vai acontecer. É a imposição de um plano tático de um time que sabe que o campeonato é de pontos corridos e que três pontos tirados de um time considerado candidato ao título são os mesmos três pontos tirados de um time cuja ambição é se manter na primeira divisão. É treinar o time perguntando “como eu faço pra fazer gol?” em vez de perguntar “como eu faço pra não tomar gol?” ou “como eu faço pra arrancar um excelente empate jogando contra ninguém?”

    Mas como a virtude do treinador é a paciência, o time deve passar a conseguir melhores resultados aos poucos jogando desse mesmo jeito. Depois das férias da copa das confederações o time começa a engrenar.

    E falando em bola, tive a oportunidade de testar a bola da copa das confederações no fim do ano passado, que também é leve como todas as bolas atuais, e realmente os treinadores e os jogadores têm razão. A bola vai na direção em que você chuta e com a altura e velocidade que você impõe. Se você chutar a bola fora do gol ela teima em não mudar de direção e ir para o gol. É incompreensível alguém demorar dois anos para desenvolver um treco desses. Acho que os engenheiros que inventam essas bolas devem achar que só os jogadores têm a obrigação de chutar a bola na direção do gol e que a bola não tem obrigação nenhuma em ir na direção do gol. Acho que esses caras nunca jogaram futebol.

    Curtir

  20. Daniel CMS disse:

    Falta tesao mesmo e o Tilte ta tirando o nosso.

    Ontem teria tentado algo diferente no meio: Ralf, Guilherme, Edenilson e Douglas. Me custa ver Edenilson na lateral…

    Alias, e o PASSE do Ralf????

    Curtir

  21. Paulo disse:

    Olha, acho que ainda não há razões para pânico, mas tem que ganhar sábado de qualquer maneira. Pôr a culpa na bola – como fez Tite – ou no “morrinho” – como fez o Pato – não ajuda em nada, passa a impressão de desculpa, mesmo – e bem fajuta. Arbitragem também, salvo aqueles casos de operação de grande envergadura, tipo Amarilla – mas houve pênalti no lance do Pato, vi o vídeo e notei que o zagueiro esmerdiadino meteu a mão na bola descaradamente, antes do Pato encostar nele, e, aí, para simular falta, forçou a cena da queda como se o Pato o tivesse empurrado, e o árbitro “entrou na dele”, com a nota de que já tinha cartão amarelo ( lembrou até o lance contra o Juninho ). Acho que com a volta do RA o time vai render mais. Enfim, estou confiante, ainda, mas, repito, sábado é ganhar ou ganhar, pra não dar sopa pro azar ( notando que a PP no Paca tem sido pedreira pra nós ).

    Curtir

  22. Samuel disse:

    Se você contrata um jogador do Bragantino, do Barueri, do XV e coloca ele na reserva até ele se adaptar a um clube grande ele vai aproveitando pouco a pouco as oportunidades e pode crescer e se tornar um jogador de seleção, como foi com o Paulinho e o Ralf.

    Mas se você comprar um dos dois hoje e colocá-lo na reserva eles não vão crescer, pelo contrário.

    Assim está acontecendo com o Pato e acontece com qualquer grande jogador. Jogadores desse nível não crescem na reserva, pelo contrário, murcham.

    Falo isso sempre. Qualquer um que entende o mínimo de futebol sabe disso, mas o técnico paneleiro não.

    Qiuando a diretoria ameaçou fazer loucuras para trazer o Tevez eu disse que estava eufórico pela expectativa do nosso El Pibe voltar, mas preocupado ao mesmo tempo porque sabia que o Tite poderia queimá-lo. Ele não veio, porque já conhece o técnico, que está fazendo exatamente a mesma coisa com o Pato.

    Jogador bom, de estrela, e estrela, tem que chegar e jogar. Se for mal depois vai pro banco. Pato chegou, se recuperou, começou a entrar nos jogos e fazer gol direto, e o que ganhou com isso? O banco.

    E fica vendo Emerson e Romarinho inúteis do banco. E vê o Guerrero lutando sozinho no ataque, sabendo que com ele poderiam brilhar, mas não podem, porque o paneleiro tem medo de tirar seus queridinhos, e não abre mão da sua psicose tática de marcar até a bandeirinha do escanteio.

    Se o paneleiro não mudar a equipe, se não deixar o Pato, Guerrero, Douglas, Edenilson atuarem como titulares e buscarem seu espaço corre o risco de perder todo o grupo, que dizem ele ter domínio.

    Tem enquanto for de fato justo e coerente, coisa que não tem sido. Tem enquanto sua tática der resultado em campo, coisa que não tem acontecido.

    Ou o paneleiro se recicla e calça as chuteiras da humildade ou então vai acelerar o seu fim de ciclo, que confesso, conto os minutos para que chegue logo.

    Aqui é Corinthians paneleiro, se liga.

    Valeu!

    Curtir

    • Ernesto de Minas disse:

      Nota 10 Samuel, perfeito.

      Curtir

    • Celso 1° disse:

      Ja passou dos limites esta covardia em campo, o treineiro não tem tesão pelo gol, pelo bom futebol, por explorar o potencial ofensivo que temos e que segue subutilizado.
      Mas ele ganhou 40% dos títulos que disputados e a maioria so quer saber disso, nada importa se, por culpa do cagão, não chegamos ao índice de 70% dos títulos disputados.
      Saudades quando jogávamos pra cima mesmo com elencos limitados.

      Curtir

    • RODRIGO disse:

      Não mudaria uma linha do que você escreveu!

      Curtir

  23. Roberto_sccp disse:

    Acho que ele tem razão, a bola esta atrapalhando o Sheik e Romarinho e atrapalha também o treinador que não tem capacidade de enxergar que estes dois devem ir para o banco.
    Cansaço no domingo
    Bola na quarta
    Estou me convencendo que o tite pensa que torcedor é burro.

    Curtir

  24. André disse:

    Bom dia, Silvinho.

    Olha, eu respeito pra caramba os corinthianos “velha guarda” como são você e o Paulo Monteiro. Mas tem horas que não entendo.

    O Paulistão valia o mesmo que a libertadores, não valia? Então, faz três jogos atrás ganhamos esse título. Ninguém é imune a crítica e o Tite merece mesmo ser criticado, principalmente pelo comportamento do time primeiro tempo. Mas nem tudo é uma explosão apocalíptica.

    A meritocracia dele não está em cheque. É o jeito dele trabalhar, sempre foi. Quanto tempo o Júlio César foi xingado, quantas falhas ele teve, até o Cássio ter uma vaga no time titular? E quando foi escalado o Cássio, não se encontrava um que confiava nele – todos pediam o Danilo Fernandes. Você pode questionar a demora, mas não o critério. Ele sempre foi assim e os jogadores confiam nele, o que, nesse caso, é o mais importante.

    Outra coisa: Alessandro é cornetado por todo mundo em todo jogo, o tempo todo. Mocinhas bonitinhas fazem sucesso no twitter chamando o cara de múmia quando ele aparece enrolado em todas as faixas que ganhou como campeão pelo time (faltar com o respeito com jogador lutador, do próprio clube… pra mim é absurdo). Bom, voltando… Alessandro fica fora, entra Edenilson, é a chance dele. E o que ele faz? Joga sem vontade, nem parece que vale alguma coisa. Senti saudades do Alessandro.

    Auto-corneta devia valer também, de vez em quando.

    Abraços e vai Corinthians. E o Tite merece críticas sim, como todo mundo, mas também merece um tempo pra se acertar de novo com o time. Eu acredito que o time vai voltar bem quando terminar a copa das confederações e – vocês vão me xingar por isso – acho que estamos pagando a conta por 2012. Mas isso é outra história

    Curtir

  25. O Dani L disse:

    De positivo ontem destaco a grande atuação do Douglas e a entrada do menino Leo.

    A nossa categoria de base que tem uma safra talentosa por sinal (Matheus Caldeira, Igor, Giovanni, Yago, Matheuzinho, Leo, Paulo Victor) é sub utilizada e fica a margem de empresarios que colocam no clube jogadores de origem duvidosa ou encostados em outros clubes.

    Dai quando um talento sai de graça ou quase de graça nós torcedores ficamos aqui chorando as Pitangas.

    Curtir

  26. Nelson disse:

    Silvio, o treineiro vai morrer abraçado junto com meia dúzia de jogadores, suas convicções e teimosia, já beiram o ridículo.
    Até quem é cego, vê, que Pato e Guerrero têm que jogar juntos, mas em detrimento de um ou outro, joga o Sheik, sem mobilidade, não acerta um passe e horrível nos dribles e finalização.
    Se não der uma chacoalhada, não sei não, o comodismo e falta de comprometimento, esta tomando conta deste elenco.

    Curtir

  27. Gláucio Nogueira disse:

    Me pergunto o q será necessário para Sheik e Romarinho perderem a titularidade e o Adenô se convencer de que jogamos melhor com 2 meias (R. Augusto está machucado, eu sei, mas dá ara jogar Danilo e Douglas, Giovanni…) e 2 atacantes, Pato e Guerrero. Acho que está na hora do Tite seguir para a Europa, com toda a sua teimosia e a nossa gratidão. Ele está tão senhor do time que não muda só para não dar o braço a torcer…

    Curtir

  28. Márcio disse:

    Nem vou me deter aos aspectos que todos vimos ontem: gols perdidos, time jogando abaixo do que fazia em 2012, etc. O que mais me chamou a atenção ontem, além do bom futebol do Douglas, foram duas faixas na nossa torcida que deveriam estar em todos os nossos jogos: “Coronelismo e ditadura na FPF e CBF”, e “Mídia sensacionalista e oportunista”. Nos blogs que se propõem a debater o Corinthians de forma séria é possível ver várias manifestações de irmãos fiéis nesta linha, haja vista o que temos sofrido nas mãos destas entidades nos últimos tempos. Mas tinha passado da hora destas indignações tomarem os estádios. Torço para que esta iniciativa continue em nossos jogos.

    Curtir

  29. Telothi disse:

    Silvinho, o Tite não tem coragem de tirar do time o jogador que não vem rendendo, o dia a dia no trabalho provoca laços de profunda amizade e, isso tem atrapalhado nosso treinador . Agora não podemos pagar o pato, somos uma nação , não devemos aceitar tal situação como normal, o jogador tal como o treinador é empregado do Corinthians . O clube 1º .Depois a amizade.

    Curtir

  30. Andre disse:

    ,
    Com uns 10 ou 15 minutos de jogo já dá pra ver que a preleção do Tite não deu certo mas o time fica na mesma até tomar o gol. E depois é aquele abafão até empatar, sem esquema, chuveirinho para todo lado, gols perdidos inacreditáveis…

    O engraçado é que o Tite utiliza dois atacantes (?) pelas pontas para bloquear e permitir o avanço dos laterais. Sendo que os nossos laterais não produzem absolutamente nada no ataque!

    Seria muito mais produtivo segurar os laterais na linha de 4 (que eles por sinal fazem muito bem), utilizar dois meias e dois atacantes
    com menor responsabilidade de marcar. Se jogarem Danilo e Douglas, o Danilo pode fazer uma meia marcação na lateral e o Ralf cobre a outra. Se jogarem Renato Augusto e Douglas o Renato Augusto pode fazer a marcação na lateral.

    No ataque jogaria o Pato se movimentando de uma lateral da área para a outra (sem voltar para o meio de campo por favor!) e o Guerreiro na área para pivô ou finalização. Não precisa inventar nada. É só fazer o feijão com arroz que este time é melhor que 99% dos times do Campeonato.

    O problema é que se ele (Tite) fizer isso vão parar de dizer que ele utiliza um esquema moderno e tals. Esquema moderno de moer jogador! No mata-mata pode até dar certo, mas nos pontos corridos pode esquecer. O time se arrebentou ontem para EMPATAR com o Goiás…

    Curtir

    • Múcio Rodolfo disse:

      1- Foi com este esquema que conquistamos o CB em 2011.
      2- Se vc pegar os posts do ano passado, verá um monte de comentários detonando as atuações do time, especialmente no Paulistão.

      Curtir

      • Celso 1° disse:

        Múcio não lembra dos nossos debates aq em 2011, foram vários e vários posts, sofrimento exagerado, corinthianos quase infartando, enfim, foi muito sofrimento pra ganharmos aquele caneco, o treineiro foi pressionado, só agia na marra, até chamou a liderança de “Monstro” e tal. GANHAMOS O BR2011 APESAR DO TREINEIRO.

        Curtir

        • Joaquim disse:

          – Em 2012 ele foi bem, mas 2011 por causa dele não ganhamos o brasileiro com umas 6 rodadas de antecedência e 2013 saímos da libertadores por causa dele, apesar do assalto não podia tem empatado com o São José na Bolívia, perdido para o Tia Joana no México, ganhado só de 3 x 0 do São José no Pacaembu e perdido o primeiro jogo para o Boca (entendo que no conjunto foram esses resultados que tiraram o Corinthians da Libertadores e por culpa exclusiva do Tite).

          – Outra: Pelo elenco que temos, Hoje o Alessandro, Fábio Santos, Romarinho e o Sheik não podem ser titulares do time. Diretoria tem que tomar uma providência se não vai cair em omissão, pois se não é, parece que tem uma panela no elenco comandando isso.

          Curtir

          • Múcio Rodolfo disse:

            Eu concordo que o Adenor tenha responsabilidade pela nossa eliminação. O problema ai é o da exclusividade, pois vejamos:
            1- Na Bolívia, o Emerson perdeu um gol feito.
            2- No jogo de ida contra o Boca, o Paulinho chutou a bola por cima com o gol na frente dele.
            3- Eu sei que tem gente que não gosta de falar sobre isso, mas não se pode esquecer dos larápios do apito que validaram um gol irregular do Tijuana e que anularam dois gols nossos no jogo contra o San José aqui no Pacaembu.

            Curtir

      • Ernesto de Minas disse:

        Múcio, o Celso 1º tem razão. A dupla Tite/JCaré quase jogou o BR/11 na lata do lixo.

        Curtir

    • thiago disse:

      Constatação primária: precisamos jogar com dois atacantes. Que seriam Pato e Guerrero, mas como o Guerrero vai servir a Seleção, o Emerson tem que parar de jogar como baba de lateral e virar atacante (com Romarinho como reserva; Romarinho não é meia, é atacante).

      Dai, o que ele vai fazer com o meio campo, olha véi, o problema é dele. Eu acho que ele devia jogar em linhas, mas como agora ele tá enchendo a bola do Douglas e o Douglas é enganche e não marca, to vendo que isso não vai acontecer.

      Por mim o time hoje seria

      —————-cassio
      ————–gil——-pa
      aless————————–fsantos
      ————–guil—ralf
      edenilson—————-danilo(douglas)
      ———-pato—guerrero

      Reforça a marcação no meio campo e deixa dois atacantes na linha de zagueiro pra definir.. os 4 do meio marcam e chegam pra atacar.. com as 2 linhas jogando próximas ‘ afunilando ‘ o adversário.. acho que é o melhor que temos por hora..

      Curtir

  31. andré albuquerque disse:

    O time esta sem garra,acomodou na conversa de time brasileiro com padrão tático europeu,a soberba impera.
    jogadores como Emersom e Romarinho vivem de salvo conduto pelos gols que marcaram na Libertadores
    Pato uma incógnita,como alguém que custa tanto não rende o esperado? ta na hora da diretoria se mexer!
    Vai Corinthians!!!

    Curtir

  32. Guardiola do Teclado disse:

    Pato e Edenilson não podem ser banco.

    A melhor dupla de ataque é Pato e Guerreiro.

    Se não fazem gols juntos é porque falta treino de finalização.

    Poderiam passar a frequentar o mesmo CT em que treinam o Guilherme e o Paulinho.

    Falando em Paulinho, o fato de o time ter entrado em campo sem cinco jogadores da habitual formação titular não teve nada a ver com a atuação inconsistente de ontem.

    Não vou falar de mais uma atuação da arbitragem que foi decisiva contra nós, porque minha análise se concentra nos aspectos tático, técnico e antitécnico.

    O time antes se preocupava muito com a defesa, mas agora precisa recuperar a intensidade na marcação.

    Se tudo o que eu estiver falando for desmentido pelos fatos nas próximas rodadas, e o time acabar ganhando mais um título, não tem problema, porque quem é pago para ser técnico do Corinthians não sou eu, e quem está lá recebe muito bem para isso.

    Curtir

  33. RENATO77 disse:

    Pato, aquele que todo mundo tava pedindo, e Guerrero perdem gols que nem nas peladas a gente deixa de cornetar.
    Tite é o culpado.
    Abraço.

    Curtir

  34. Marcos disse:

    Você tem uma Ferrari e contrata um motorista de trator para pilota-la, acostumado a puxar arado, dá nisso. Vai engatar só as 2 primeiras marchas, pq não vai ter culhão pra engatar as demais, vai arregaçar a embreagem e o câmbio, dando trancos e mais trancos e vai entrar nas curvas à 30 por hora, qdo o carro pode entrar pregado à 120. As vezes ele vai se deparar com um retão e aí dá uma estilingada e ela vai acelerar fácil a uns 200 por hora, se sobressaindo fácil de todos os demais na pista. Mas é só chegar a primeira curva e vai passar pra velocidade de cruzeiro de um fusca. Resumindo, vai sub-utilizar ou mesmo nem aproveitar todo o potencial/equipamento que têm em mãos. Em um dos posts anteriores, isso ficou bem claro, comparando o elenco/estrutura entre Corinthians e Botafogo-RJ. Nem tem o que comparar, ainda mais agravado pelo fato deles estarem com salários atrasados. Mas é vergonhoso ver o que o Oswaldo de Oliveira tira dos 11 titulares que tem à disposição, com pouca ou nenhuma opção de banco, estrutura capenga e salários atrasados e o que Tite está tirando do nosso elenco, com a estrutura que temos. O Oswaldo tá pilotando um Golf e tirando tudo que pode tirar dele, tá usando tudo que pode no limite que o carro pode oferecer, já o nosso motorista de trator…..

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: