As lições que vem do Horto

O amigo assistiu ao jogo do Atlético, ontem?

Pois se não assistiu, perdeu um espetáculo repleto de emoções.

E constatações.

A primeira, “Ódio Eterno aos Pontos Corridos”. Mata-mata é o que é no quesito competição.

Defendo uma forma de disputa “híbrida” para o Brasileirão.

Dois turnos, classificando-se os 4 melhores colocados em cada turno e destes 4, saindo o campeão e o vice do turno.

Decidindo a competição, os campeões de cada turno. Algo parecido com o formato utilizado no campeonato carioca.

A segunda lição, vem do campo.

Não adianta jogar em casa lotada, torcida inflamada, “Caiu no Horto, ta morto”, se não jogar bola.

O treinador Cuca e seus jogadores devem ir até Aparecida do Norte, de joelhos, carregando o goleiro Victor nas costas.

Cuca sofreu um nó tático do treinador El Turco. O Tijuana armou um sistema defensivo “consistente” (que saudades do nosso…) A cada mexida tática de Cuca, o turco respondia com as suas mudanças e anulava o poderio atleticano.

Saiu na frente, sofreu o empate, teve chances de virar, até culminar com a penalidade máxima já nos acréscimos, quase 50 minutos do segundo tempo.

Ai as pernas do colombiano Riascos pesaram 1 tonelada, bateu colocado, no meio, o goleiro atleticano “rogeriocenou” e defendeu com os pés, para explosão de metade da torcida de Minas Gerais.

O destino ontem foi justo ou injusto?

A mim, foi justo. Porque muito embora ontem o Atlético não tenha jogado bem, por várias razões, entre elas a ansiedade e o nervosismo, jogando pensando na última volta do ponteiro do cronômetro e não na próxima volta, minuto a minuto, o time atleticano é o que vem apresentando o melhor futebol praticado no Brasil.

Cuca vem aproveitando muito bem a fase de Ronaldinho, Jo, Bernard e Tardelli.

Com um ataque destes, quem é que não se sai bem?

Muito embora eu seja mais Danilo, Douglas, Pato e Guerrero, ao lado de Ralf e Paulinho.

Se você assistiu ao jogo do Atlético ontem, faça suas considerações.

Foi um jogaço.

Anúncios

55 Responses to As lições que vem do Horto

  1. Juliano disse:

    Silvio, entendo a simplificação do texto, mais é dizer “Atlético, a torcida de 1/3 de Minas Gerias”.Em MG, aprox. 30% são Cruzeiro, 20% AM, 10% Mengo e 9% Corinthians (Datafolha ou Ibope). Demais torcidas e não torcedores completam os 100%…

    As torcidas do Corinthians (Maioria no Sul e Triangulo Mineiro) e Flamengo (maioria no Campo das Vertentes, Jequitinhonha e Norte) não devem ser desprezadas.

    Grande abraço,

    Juliano
    Belo Horizonte – MG

    Curtir

  2. elvis / RS / Corinthiano disse:

    O torcedor está gostando nos últimos tempos da libertadores por que tem MATA MATA! É um saco este campeonato de pontos corridos, ainda mais agora com as finais voltando a ser como antes! Entregação geral, e quem é mais prejudicado, o mais odiado né?!

    Curtir

  3. Marco ACT disse:

    Silvio o Tijuana foi mais time nos dois jogos. Nessas horas me dói lembrar que perdemos no México pelo placar mínimo e aqui espancamos com autoridade o time mexicano. Não fosse a pré disposição em nos ferrar estaria ai o Timão na semifinal forte pra buscar mais um caneco

    Curtir

  4. Rogério disse:

    Silvinho, eu assisti os dois jogos, e concluo que o Tijuana vacilou feio. O time foi bem nas duas partidas, e a vaga ficou por detalhe. Não acho que o Atlético MG será campeão, se bem que merece ser. A questão é que o Rever não joga, e lá não é que nem aqui, sai Paulo André entre Chicão. Nosso elenco é melhor, apesar de ser subutilizado pelo Tite, e os mineiros não seriam páreo para o Timão.

    Curtir

  5. Carlos Alberto disse:

    “Lições do Horto”?

    NENHUMA!!!!

    Curtir

  6. andre rish disse:

    silvinho, escutei que melou a negociação com o Ibson, vc sabe de algo?

    Curtir

  7. Alexandre disse:

    Destaque para o Turco (que é Argentino), Jovem, arrojado, inteligente e atualizado com as tendencias do futebol moderno praticado hoje.

    Pegou esse timinho do Tijuana com poucos bons jogadores e foi superior ao melhor time do brasil ( Sim, melhor que o Corinthians) nos 2 jogos.

    Está na hora de olharmos melhor para o mercado de treinadores estrangeiros que são superiores aos nosso “Tops´´ que ganham muito e estão completamente desatualizados.

    Lembrando que, Murici, Abel e Tite, estão entres os 15 treinadores mais bem pagos do mundo, o Santos saiu dessa loucura e acordou.

    Curtir

  8. O Dani L disse:

    Se o Tite fosse treinador do Barcelona o Neymar seria reserva do Pedro, Sanchez e do Télo, tudo isso em razão do me-re-ci-men-to. E muitos torcedores do Barcelona justificariam que o Tite estaria certo pois o Pedro, Sanche e Télo foram campeões do Campeonato Espanhol, Copa dos Campeoes e Mundial.

    Curtir

  9. Ernesto de Minas disse:

    Sou nascido e criado aqui no interior de Minas. Já escrevi que sou corinthiano porque meu pai, italiano de Nápoli, chegou ao Brasil e se apaixonou pelo Corinthians; foi a herança que já me deu. Não torço para outro time, mas vejo os atleticanos como são zoados pelas marias. Dá dó. Mas nem isso me fez torcer pela defesa do Vitor, não sou assim tão caridoso. kkkkkkkkkkkkkk. Mas que o Galo tá com cara de campeão, tá! Pegar o penalti naquele momento fará do Vitor um nome histórico no clube se o título vier. Tá com cara de campeão, mas o NOB não é ruim não.
    De qualquer maneira a marcação do penalti me fez ficar em dúvida: para beneficiar quem Amarilla nos roubou???? Eu tinha uma tese de que Amarilla veio a mando da Conmebol a pedido da dupla Marin/Del Nero atendendo o Kalil. Sim; porque o Galo era o 2º candidato ao título porque o Corinthians cresce contra equipes brasileiras. Aquele papinho do Tite de não querer enfrentar brasileiros é só mais uma demagogia dele para agradar a imprensa. Apesar do penalti ter acontecido, dava muito bem pro árbitro não marcar para ajudar o Galo. Não aconteceu isso e minha tese, da influência do Kalil, está errada. Talvez fosse só a influência do Boca sobre o Amarilla ?
    Voltando ao Timão: ainda acho que essa LA seria mais fácil para nós que a do ano passado. Paciência, agora é sofrer até dezembro e esperar que em 2014 estejamos livres do empaTite e seus amores, especificamente Sheik.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Não existem provas, nem existiriam, mas não restam duvidas de que Amarilla veio a mando de uma armação que pode sim ter passado pelas cabeças de Del Nero e Marin

      Curtir

    • Bruno disse:

      Quando falar do Tite, fale em ÉTICA e RESPEITO.

      Aqui é CORINTHIANS.

      Esse negócio de amores e relações homoafetivas é coisa de outro clube, lá pras bandas do Jardim Leonor…

      Curtir

    • Paulo disse:

      A minha primeira suspeita também era a da mão do Kalil, tendo o respaldo do Marin e do Del Nero, que teriam “feito a cabeça” da Conmebol, mas também nunca descartei um “acerto” desses sem o Kalil mesmo, só pra prejudicar o Corinthians, por questões de disputa pela CBF ( enfraquecendo o Corinthians, acreditam atingir a candidatura do Sanchez ). A minha última tese era a de que o Boca teria comprado o fdp. Nenhuma pode ser descartada, isolada ou de forma concorrente, nem mesmo a mais corrente, na praça, de que a Conmebol, por iniciativa própria, deseja um cucaracho com a taça. A única certeza, porém, é que o Patético é o único brasileiro não prejudicado, até aqui, por arbitragem ( e olha que quinta-feira, apesar de um pênalti – existente – que usualmente não se marca contra o time da casa, naquelas alturas, o fato é que ele deveria até mandar voltar, pois o Vitor se adiantou muito, não foi pouco não, mais até do que o Marcos naquele pênalti do Marcelinho Carioca, só perdendo mesmo para o recordista Senior ). Se houver desejo de prejudicar o Patético, a hora certa é agora, contra o Newell’s ( na final pegaria muito mal ). Vamos aguardar!

      Curtir

  10. José disse:

    Ontem assisti, pela primeira vez, a um jogo do Atlético nesta Libertadores.

    Conclusão: o Corinthians tinha tudo para conquistar o bi, o que só não ocorreria em uma noite de muito azar ou devido a uma arbitragem descaradamente parcial contra nós, que foi o que se materializou.

    O parâmetro foi aquele mesmo Tijuana, um time que, conforme nós experimentamos, é razoavelmente bom, mas nenhum bicho-de-sete-cabeças para se enfrentat em um mata-mata.

    O badalado Atlético se mostrou um time à altura de suas renegadas estrelas. Ronaldinho Gaúcho mostrou que sabe muito de bola, mas não é um jogador em alta condição competitiva. Jô e Diego Tardelli mostraram porque nunca se firmaram como algo além de bons jogadores. O tal do Réver disputaria a vaga de primeira reserva da zaga corinthiana. O tal do Bernard não seria banco no Corinthians, assistiria aos nossos jogos ao lado do Zizao, na tribuna.

    O que comprova a aberração que é o Corinthians ter menos jogadores na Seleção do que times mentirosos, porque sem os nossos resultados, como o são Atlético MG e Fluminense.

    Cuca é a imagem perfeita de um técnico perdedor. Sua insegurança pessoal se reflete no campo e atinge as arquibancadas. O que se via então era um time nervoso, mesmo quando o placar e o passar do tempo lhe favorecia. Atacava afoitamente (quanta diferença daquele segurança calculista e a frieza do atual campeão mundial), e fazia o Tijuana parecer aquele antigo Boca que assustava os brasileiros e sempre ganhava deles, e sem precisar de uma intervenção escandalosa da arbitragem.

    O badalado Atlético MG (“melhor time do Brasil na atualidade”, “time que empolga”, “que joga bonito”, “muito bem armado pelo Cuca”) se mostrou um tigre de papel na noite de ontem. Uma galinha medrosa.Se classificou suando sangue, sem merecer, porque os atacantes do Tijuana desperdiçaram gols e proporções (atualmente) corinthianas, e porque o goleiro Victor teve uma atuação iluminada,daquelas que alguns goleiros às vezes têm contra o Corinthians.

    A frase “caiu no Horto, tá morto” se mostrou uma rima vazia: time mandante inseguro e improdutivo, torcida entusiasmada mas sem torque, fogo de palha, incapaz de levar o time a superar seus limites ou dificuldades inesperadas.

    A sofrida e sofrível classificação do Atlético MG para as semifinais dessa manchada Libertadores deixa no corinthiano a convicção de que não existe, nas Américas, um time à altura do treinado por Tite; reforça, também, a confiança na continuidade do nosso atual ciclo de conquistas.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      De fato, o Cuca não parece dar tranquilidade ao time, na verdade, com aquela expressao de derrotado, dá é insegurança

      Vejamos nas proximas partidas

      Curtir

    • Ernesto de Minas disse:

      Após assistir Galo X Tijuana fiquei triste de novo. O Corinthians tinha tudo para ganhar o título.

      Curtir

  11. Claudio Marques disse:

    Falando de Corinthians, que é o que interessa, o time tem duas feridas que fazem com que o seu jogo não flua. O Emerson Sheik e o Fábio Santos não dão sequencia nas jogadas. E nesse jogo também o Romarinho e o Pato (no primeiro tempo). Assim fica difícil.
    O time melhorou consideravelmente depois da saída do Sheik e vai melhorar mais ainda se tirar o Fábio Santos. Um banco farão esses dois botarem os pés no chão. Quanto a Guilherme e Pato, acho que precisam de sequência.
    Leonardo e Paulinho (o atacante) se receberem mais oportunidades em breve brigarão pela titularidade.

    Curtir

  12. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Danilo (Renato Augusto), Douglas, Pato e Guerrero seria com certeza o maior ataque do Brasil se fossem treinados e tendo como prioridade o ataque, o que não acontece em nosso time !!!

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      A prioridade, a razão do futebol é o gol

      Mas hoje, não só no Corinthians, como em outras equipes, a prioridade é não sofrer gols

      Ai complica

      Curtir

  13. Paulo Cunha - Itatiba disse:

    E R. Augusto, cabe também no seu escrete?

    Curtir

  14. Cesar disse:

    Penso que em termos de elenco o Corinthians é superior ao Atlético, inclusive no ataque: não há como comparar por exemplo Jô (aquele) à Guerreiro, e nos demais pode haver um empate: Tardelli e Pato (pelo que vem jogando), e Bernard que está em fase de Romarinho no ano passado, mas também não é nada demais.

    A grande diferença é a postura em campo: jogam com alegria, com vontade de fazer gol, e principalmente CHUTAM no gol, coisa que o o nosso badalado e mimado grupo não faz.

    O Corinthians vem cometendo sempre os mesmos erros dentro de campo, e me estranha que não haja nenhuma ação para tentar corrigi-los; se o Tite não enxerga os problemas do time (é o que parece), o mesmo não deveria acontecer com o gerente, o diretor, o presidente: alguém precisaria alertá-lo, é assim que funciona nas organizações.

    O Corinthians de hoje me parece uma repartição pública: não há cobrança por melhorias, não há correção de rota. E a tal da meritocracia é uma falácia, pois a presença vitalícia de Émerson joga por terra essa tese. Sheik merece uma estátua no PSJ, tem minha eterna gratidão mas hoje se transformou um matador de jogadas: todas as jogadas de ataque morrem nos pés dele. Ou ele cai, ou ele perde a bola.

    Enfim… amanhã tudo vai se repetir (como vem ocorrendo há muito tempo e nada muda), ganharemos de 1×0 se tanto, pois não há cobrança no grupo; e por cobrança entenda-se “interna”, de hierarquia, e não de torcida.

    Curtir

  15. Luís Carlos disse:

    Primeiramente, tem que entender o regulamento do campeonato.

    Foram dois empates nesses dois jogos e o jogo sequer foi para os pênaltis. A coitada da Tia Joana saiu da competição sem ter perdido. A nossa desclassificação em 2009 foi parecida. Perdemos por um gol de diferença e ganhamos por um gol de diferença e fomos desclassificados.

    Isso porque fora os jogos das finais, o gol feito no campo do adversário vale mais do que o gol feito no campo do mandante.

    Então o treinador que sabe ler tirará a conclusão de que ele deve montar um time mais ofensivo quando joga fora e mais defensivo quando joga em casa. Jogando fora, mesmo que perca o jogo, fazer gol no adversário é essencial para a classificação. Tomar gol em casa, mesmo que ganhe, pode custar a classificação.

    Outra coisa é que em torneio em mata-mata não há perdão. Fez cinco partidas excelentes e uma ruim e sai do torneio. Como o treinador esperto não sabe o dia em que seu time fará a partida ruim, terá que montar o time com vistas a resolver a classificação já na primeira partida, independentemente de onde seja disputada.

    Para a desclassificação da Tia Joana, um detalhe a mais. Isso sob meu ponto de vista.

    Eles possuem um time muito bom, e poderiam até chegar mais longe nesse torneio. Pelo que eu havia acompanhado, o time jogou com uma cautela excessiva contra a gente. Respeitaram nosso time além da conta, possivelmente devido ao fato de estarem jogando contra um time campeão do mundo. Nosso passado acabou nos favorecendo nesse caso, penso eu. Pode ser que não mudaria nada, mas talvez se jogassem contra a gente como jogaram, ou tentaram jogar contra todos os outros, eles poderiam fechar a primeira fase do torneio em primeiro lugar e não tivessem que enfrentar um time tão forte quanto o pavão paraguaio neste momento. Iriam pegar antes o Boca Juniors, o Velez…

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      E tem outro detalhe

      O Tijuana entrou mordido ontem. Não permitiram que eles treinassem antes pra reconhecer o gramado

      Curtir

  16. Múcio Rodolfo disse:

    1- O que o Tijuana fez ontem mostra que o Corinthians não precisava usar o gramado sintético, a longa e cansativa viagem como desculpas para a derrota sofrida no México. Bastava argumentar que do outro lado estava um adversário bem montado e que não é nem um pouco bobo! E olha que no México, tivemos dois gols anulados e sofremos um gol num impedimento clamoroso!
    2- Por acaso este Jô não é aquele que surgiu na nossa base e que alguns consideram como cabeça de bagre?

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Sim, o mesmo Jo

      Jo teve sequencia no Corinthians até ser negociado. Não é fora de série, mas só funciona se consegue se encaixar certinho num esquema, como vem acontecendo no Galo

      Curtir

  17. Claudio Marques disse:

    Parece que este ano a Conmebol não quer que um brasileiro seja campeão, senão a Libertadores estará virando um Brasileirão ampliado.
    O penalti marcado ocorreu, mas se o jogo fosse no campo do adversário, vcs acreditam que o árbitro marcaria um penalti no último minuto contra o time da casa?

    Curtir

    • Claudio Marques disse:

      Ah, e o árbitro estava bem longe, mas marcou. Se não tivesse marcado os o comentaristas corporativistas de arbitragem diriam que o árbitro estava mal colocado e não viu o penalti. Quando eles querem ver eles vêem!

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      A arbitragem ontem foi normal

      Anormal foi a nossa

      Curtir

    • Múcio Rodolfo disse:

      Eu também acho isso. Há um complô por parte da comembosta para evitar um tetracampeonato brasileiro. Não sei porquê disto, pois os argentinos já conseguiram isto com o Independiente. Eu duvido se este juiz ia ter coragem de marcar este penalti lá na Bombonera. Se fizesse, a torcida argentina invadia o campo sem a menor chance de ter o estádio interditado.

      Curtir

      • Magrão disse:

        Ta viajando meu amigo! O Penalti foi claro, semelhante ao do Rogério no Pato, o jogador antecipa e o Beque chuta as pernas do mexicano, e se fosse para evitar que o time Brasileiro avançasse adiante ele teria deixado o jogo correr não? Vi uma arbitragem normal ontem, o que aconteceu com o Corinthians foi atípico e começou em Oruro!!
        Abç.

        Curtir

      • Ernesto de Minas disse:

        Não estamos falando a mesma lingua, de novo. Não tem nada contra brasileiro. O alvo foi o Corinthians, e só!

        Curtir

  18. Claudio Marques disse:

    O Tijuana só não se classificou por vaidade! O cara que bate tudo no Tijuana é o Arce, mas na hora do penalti o Riascos que já estava cansadaço e nem aparecia mais na partida, pegou a bola e foi bater. Como tinha feito o primeiro gol queria ser o herói. Vai bater mal lá na cochinchina.
    O galo não mereceu a classificação, o Tijuana foi melhor nos dois jogos. Esse papo de melhor futebol do Brasil é conversa mole da imprensa. Não nego que eles tem um ataque insinuante, mas o sistema defensivo é uma piada. Rever faz gol no ataque mas é lento feito uma lesma, Leonardo Silva é ruim de doer, Richarlisson não sabe apoiar e ainda leva bola nas costas toda hora (ele gosta). Pierre e Donizete são jogadores nível Bragantino.
    Um time bom, tem que ser bom por inteiro!

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Mas o cara quis bater ou mandaram ele bater ?

      La dentro a gente nem sempre sabe o que acontece

      Curtir

    • Cesar disse:

      Claudio, concordo com a avaliação destes jogadores, mas discordo quanto ao Rever: acho que esse cara joga muito, e vai fazer falta no 1o. jogo deles na Argentina.

      Curtir

      • Claudio Marques disse:

        Vai fazer falta sim porque no seu lugar vai jogar o Gilberto Silva que está péssimo. Vai fazer com o Leonardo Silva a dupla Arrepio e Calafrio.
        Quanto ao Rever, jamais gostei do seu futebol: engana a muitos porque faz muitos gols, mas como zagueiro é uma lástima.

        Curtir

        • ricardo.adamantina disse:

          Esse Rever me faz lembrar do Gralak,grandalhao,lento e estabanado,que so se sobressaia por fazer alguns gols de vez em qdo,mas que na defesa dava um medo.Zagueiro bom o Timao encontrou um Gil,esse cara se nao mascarar logo vai p selecao,muito mais barato e melhor que o Dede.

          Curtir

  19. Leandro Ramalho disse:

    Por mais que as contusões de Pato e Renato Augusto tenham atrapalhado, a conclusão óbvia é essa: Poderíamos ter ido muito mais a frente nessa competição e jogado melhor com o esquema sugerido por Silvinho. Douglas poderia ter entrado no lugar do Renato, Paulinho poderia ter sido adiantado com Guilherme ao lado do Ralf. Não importam os nomes, jogamos melhor com quatro no meio de campo, sendo dois criadores.

    Tite caiu na armadilha do ego inflamado, já que ele próprio não questiona a “funcionalidade” do seu esquema com dois atacantes abertos nas pontas e correndo feito loucos pra cima e pra baixo. Deu certo, ainda pode funcionar em algumas ocasiões, mas não tem desculpa deixar tanto potencial no banco, se a saída é pensar e arrumar o time diferente, fora da caixinha, da zona de conforto.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      O professor tem sido incoerente com a sua própria coerencia

      Ano passado em uma entrevista, disse que o formato ideal eram dois volantes, sendo 1 de contenção e outro com caracteristicas de saida de jogo fazendo a transação meio-ataque (Ralf e Paulinho) e dois meias, um de cada lado.

      Outra incoerencia, ano passado em exclusiva pra TV Corinthians depois da Libertadores, disse que antes do jogo contra o Boca lá, definiu com o grupo que se ficassem acuados, esperando o Boca, perderíamos

      O que fizemos este ano ?

      Pois é

      Curtir

      • Leandro Ramalho disse:

        Perfeito. Acho que é consenso que a derrota para os argentinos não aconteceu em SP, apesar da atuação horrorosa do Amarilla. O Boca, com elenco bem capenga, acuando nosso time na Bombonera deixou claro o quanto o time foi covarde e fugiu das suas convicções, que marcaram essa equipe em 2012.

        Curtir

      • Marcos disse:

        Não há coerência, critério ou discurso que valha, quando interesses de uns poucos, se sobressaem aos de muitos. Hoje temos um técnico inventando um esquema para manter/justificar em campo os laterais Alessandro e Fábio Santos. Isso independente dos problemas que possam causar aos demais atletas física e taticamente, bem como ao time. Tudo está sendo tolerado, desde que os dois sejam escalados. Condição física e técnica, estão relegadas à segundo plano. Amizade, gratidão e outras qualidades que pouco ou nada significam pra se disputar uma partida de futebol em alto nível, tem relevância superdimensionada.

        Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: