Emerson, necessário

Por diversas vezes neste espaço, debatemos se Emerson deveria continuar ou ser dispensado do Corinthians.

A maioria das opiniões fecharam no conceito de que o ciclo de Emerson já havia encerrado, fundamentadas no fato de que desde e final da Libertadores conquistada no ano passado, quando foi um dos destaques, ele já não conseguia manter o mesmo ritmo, a competitividade.

O fato é que Emerson, não só permaneceu no clube, como na equipe titular e teve seu contrato renovado até 2015.

Taticamente, é imprescindível para o esquema tático do treinador. Luta, marca, acompanha os laterais adversários, marca presença no ataque, de vez em quando deixa sua marca nas redes e deixou Alexandre Pato no banco.

Pato é craque, mas tem outro estilo. Mais clássico, mais técnico, ainda não conseguiu – e talvez nem consiga – incorporar o estilo maloqueiro, raçudo, que Emerson, até pelo seu histórico no futebol, conseguiu com enorme facilidade.

Emerson é imprescindível, necessário.

Dentro e também fora de campo.

Nas suas entrevistas, Emerson é o único que foge do estilo “colégio de padre”, do “fair play” nas palavras e dentro de campo, se tivesse mais liberdade, barbarizaria os adversários.

Recentemente em entrevista a um canal fechado, disse que na final da Libertadores sua vontade era “zuar” o adversário, extravasaria, daria olé, rolinhos, mas sabia que se fizesse isso, o treinador não iria gostar.

São os tempos do “jogo-limpo”, de elitização do futebol, que vem tirando a graça do futebol, onde se deve praticar o jogo limpo dentro de campo, mas fora dele, as autoridades deitando e rolando.

“Jogo Limpo” fora de campo também, essa deveria ser uma das bandeiras em tempos de protesto.

Ontem Emerson deu mais uma entrevista, digamos polêmica para estes tempos.

Seguem alguns trechos:

– Não me deixam vir muito aqui… É só uma vez ou outra. Pediram para eu ser tranquilo, ter calma. A ordem veio de cima. Depois, tem uma salinha aqui no CT onde o bicho pega. É melhor ir devagar (…) Mas não consigo, é mais forte que eu!

– Em algum momento vou chegar atrasado. Não vou mentir. Os meus atrasos sempre tiveram justificativas. Eu moro longe… Posso dar desculpas agora? (risos) Mas é sério, estou experiente e sei o transtorno que isso causa. Podemos até apostar quantas vezes vou me atrasar até o final do contrato, e vocês vão dizer: “Caraca, só uma ou duas?”.

–  Queremos conquistar novamente a Libertadores. Não porque um babaca veio aqui e tirou nosso sonho, mas porque existe o trabalho no dia a dia, os torcedores e a nossa família. Não é porque um “zé mané” tirou nosso sonho do segundo título. Era muito possível. O clube tinha mostrado isso. Temos muitas motivações.

–  Ele era um cara legal, e eu gostava muito dele. O que aconteceu passou um pouco dos limites. Não foi só um atraso. Você defende quando realmente dá para defender. Ele pisou na bola. Aqui temos uma diretoria e um treinador que são amigos, um grupo de jogadores que preza pela amizade, mas quando perde a confiança, fica difícil. Ele continua querido, mas a confiança acabou. É um excelente profissional. Que ele se reencontre e possa fazer sucesso. (sobre o caso Jorge Henrique)

Pois então.

Se dentro de campo as vezes Emerson nos irrita com a perda de gols e alguns passes errados, mas por outro lado luta e combate o tempo todo, fora dele é um oasis em meio a chatice que impera no futebol.

 

Anúncios

32 Responses to Emerson, necessário

  1. MÁRCIO disse:

    O SHEIK É O CARA!!

    ESSE É CORINTHIANS!!!

    Curtir

  2. AndersonII disse:

    Curtir

  3. AndersonII disse:

    Não queria ver o Emerson nos rivais nem a pau.

    Curtir

  4. Nivaldo disse:

    Bom dia Silvinho
    Eu continuo achando que o Emerson já cumpriu sua missão. Se precisarmos de gols; e isso normalmente é que nos dá a vitória, quando fazemos mais que o adversário; ele não é o melhor indicado para a titularidade, se seus passes e cruzamentos também não são bons, então temos um problema. Se é só para “zuar” os adversários dentro e fora de campo o problema fica maior ainda. Já temos um peso morto na lateral esquerda, que propicia mais gols dos adversários e com Emerson fica difícil marcar os tais do gols necessários, o resultado todos já sabem. Prefiro os “bons ” moços que marcam gols, que nos levam aos títulos.
    Vai Timão !!!

    Curtir

    • MÁRCIO disse:

      100 PARTIDAS COM A CAMISA DO TIMÃO.

      5 TÍTULOS CONQUISTADOS.

      MÉDIA DE 1 TÍTULO A CADA 20 PARTIDAS.

      O SHEIK É O CARA.

      POR ISSO OS ANTICORINTHIANOS QUEREM ELE FORA DO CORINTHIANS.

      Curtir

  5. Ewerton Silva. disse:

    Jornalista Fernando Sampaio disse ontem, no programa esporte em discussão, que o Corinthians teria “ventilado” no mercado, que Pato está a venda. Por mim, pode ir já. Não irá fazer falta alguma.

    Curtir

  6. Marcel disse:

    Emerson é um dos últimos varzianos do futebol.

    Hoje os jogadores não são mais formados nos campinhos de terra por que estes perdem espaço nas grandes cidades. Com o absoluto fracasso das categorias de base e das terríveis “escolinhas” em formar jogadores, sobra pro futsal desempenhar este papel.
    Podem reparar que a quase totalidade dos jogadores de bom nível revelados no Brasil nos últimos tempos saíram,do futsal.
    Entretanto, este modelo, além de dificultar a formação de jogadores de determinadas posições (meias, laterais), tira a espontaneidade que sempre foi uma das marcas do futebol sul-americano, brasileiro em particular.
    A radicalização do estilo de jogo derivado do futsal se encontra na seleção espanhola e sobretudo no Barcelona, onde o bom mocismo impera.
    Na final da Copa das Confederações, os espanhóis ficaram revoltadíssimos com o Neymarketing, que é um baita dum bocó, Imaginem se jogassem contra um tipo que nem o Sheik. kkkkkkkkkk

    Abraços.

    Curtir

  7. PAULO disse:

    FOI BOM TER RENOVADO COM ELE, LOGO O GUERRERO VAI PRA EUROPA…

    Curtir

  8. Múcio Rodolfo disse:

    Eu me lembro que em 2011 diziam que faltava um “marvado” no time. Um cara como o Rincón, como o Vampeta…. O Emerson chegou e se tornou este cara. Na final do mundial não foi um dos melhores, mas perturbou de mais os beques ingleses tanto que provocou a expulsão de um deles. Concordo com quem disse que ele não deveria ser titular, mas não abriria a mão dele não.

    Curtir

  9. andre rish disse:

    corretíssimo silvinho

    Curtir

  10. Jefferson disse:

    Penso assim também! Tem jogadores que valem não apenas pelo que jogam mas também por aquilo que passa para a torcida e para os rivais em termos de confiança e malandragem e o Emerson é assim, além de diminuir a chatice que impera hj com essa postura geral do “politicamente correto”.

    Curtir

  11. Celso 1° disse:

    Comemorei a renovação do Emerson maloqueiro, ele tem que está no grupo, se titular ou não é coisa do treinador.
    Emerson tem personalidade, da o sangue em campo, é um jogador com estado de espírito de campeão, assim como Ralf, Chicão, Alessandro, Guerreiro, JH.
    Todo grupo pra ser vitorioso tem que ter jogadores com este estado de espírito.
    Vejam os bambis, só tem jogadores “frios”, “sem sal” e o resultado é um time apático.

    Curtir

  12. Marcos disse:

    Num futuro proximo, ainda vão parar uma partida de futebol e pegar o replay da TV e fazer uma leitura labial no jogador “tal”.
    O Juiz retorna ao campo, naquela corridinha ridicula, com a mão no bolso, saca o cartão vermelho e diz:

    ” VOCE ESTA EXPULSO, VOCÊ CHAMOU O ADVERSARIO DE IDIOTA”

    Curtir

  13. AndersonII disse:

    Tem uma coisa Silvio. Pato finaliza melhor, aliás Emerson finaliza mal p…c….!!
    Mesmo assim, é claro que preciisamos dos dois.
    Pode pegar quantos jogos o Pato Fez, e quantos o Emerson fez, e veja a média de gols.
    Pato é “matador”
    Scheik é brigador.
    Eu acho que nosso maior problema foi falta de jogador que sabe colocar a bola prá dentro.
    Hoje temos o Pato, o Renato Augusto, e o Danilo, que quando sobra a oportunidade a chance de acerto é de 90%.
    Romarinho, Scheik e Guerrero (esse enche o pé mesmo se estiver na linha do gol) precisam aperfeiçoar esse fundamento, ou seja, levantar a cabeça na hora de finalizar, ou dar o ultimo passe.

    Curtir

  14. Wilson Goularte disse:

    Silvinho…
    Se pudéssemos ter visto Emerson e o Mestre Vamp juntos, o futebol seria muito, muito mais divertido.

    Tá cada vez mais chato o futebol e não parece que vai melhorar.
    A hora que a cartolada entender que playboy não é público de futebol, vai ser tarde demais.
    Os clubes vão estar falidos e os craques estarão fazendo sucesso como professores, engenheiros ou qualquer coisa do tipo.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Por mais Vampetas no futebol, pelo menos fora de campo

      Curtir

      • Marcos disse:

        Ai sim, teriamos suicidio coletivo de bambis na cidade!!

        É muita sacanagem, vcs estão querendo ser enquadrados na “Maria da Penha” mesmo!!

        Curtir

        • Wilson Goularte disse:

          Dida, Alessandro, Betão, Chicão e Wladmir.
          Vampeta, Elias e Sócrates.
          Emerson, Casagrande e Gil.

          Se um time desses entrasse em campo, as forças ocultas do futebol fariam o Panetone ruir e desabar sozinho.

          Curtir

  15. Zé Carlos disse:

    Deu até saudades do Vampeta…

    Curtir

  16. Martelli disse:

    O Emerson é o tipo de jogador que todo time gostaria de ter. Para mim foi ótimo ele renovar seu contrato.

    Curtir

  17. Alvaro disse:

    Aqui sempre defendi a manutenção do Emerson, só questiono a titularidade, sempre defendi que o nosso meio campo deveria ser Renato, Danilo, Pato e Guerrero, com Emerson e Romarinho sendo as armas para o 2º tempo, mas nos últimos jogos, Romarinho e Emerson tem jogado muita bola e fica difícil tira-los do time
    Apesar de gostar muito do seu futebol, acho que o Guerrero esta muito mal fisicamente, parece que esta sem explosão

    Curtir

  18. Eu mesma sou uma ,que sempre peço a saida dele do time, mas logo em seguida não consigo imaginar ele fora ! Louco isso neh rs …. Ele é malandro sabe como levar as coisas !!!!

    Curtir

  19. paulomonteiro disse:

    Teve outra parte Silvinho, que ele fala do Pato, que ele ainda precisa captar o esquema do treinador, combater mais…etc…é aquilo, se por um lado nossos atacantes fazem poucos gols e o time é absurdamente e irrtantemente cauteloso, pouco chuta, por outro lado protege muito a zaga, o Gil é bom, o Castan era bom mas também porque o mesmo Emerson, Willian e o Liedson mancando dava o 1° combate, protegendo os laterais, os zagueiros e com isso a defesa cresce….eu particularmente não gosto disso, mas sempre temos a melhor defesa….apesar do ataque nao marcar, e o Emerson é um atacante 1° volante….tem o lado A e B da história…. ou seja, o Pato tem que corre atras do lateral, senao é banco…. eis o futebol da atualidade, na qual eu me sinto meui fora d’agua…e naõ é só o Tite, acho que todos…viu a postura do Olimpia e newels? vieram pra perde de 1…..abçs

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: