[Opinião] Respeito, Transparência e Honestidade

O momento exige reflexão, serenidade e bom senso.

A situação não é catastrófica, nem adianta tentarem soar a trombeta do Apocalipse.

Temos pela frente um segundo turno inteiro e a Copa do Brasil para disputar.

Respeito, Transparência e Honestidade.

Respeito ao treinador, a comissão técnica e aos atletas. São vitoriosos, trabalham duro, se certo ou errado, não teríamos totais condições de apontar exatamente onde está o erro por não sermos profissionais, muito embora, com nossos parcos conhecimentos, podemos nos arriscar a, no mínimo, “palpitar”.

Mas a situação exige Transparência e Honestidade.

E quando dizemos honestidade, não significa que exista desonestidade. Pelo contrário. Mas a situação precisa ser encarada de forma aberta, intramuros, no “vestiário”, como agora tratam os bastidores e se o “vestiário” não é externado, é hermético, inviolável, que as declarações à imprensa não subestimem a inteligência do torcedor.

Sob nossa análise, o que está acontecendo é algo perfeitamente natural.

Acabou a tal “química” na relação elenco-treinador. Acabou o encanto, acabou a liga, o “tesão”, aquela sensação de êxtase, o frisson que move o homem a transpor barreiras, ultrapassar limites, superar expectativas.

Este grupo (elenco e comissão) cumpriram com louvor um planejamento bem executado em 2012.

Atingiram o ápice, o cume, fomos além do Monte Fuji, conquistamos o Mundo.

Mas, de forma natural, o grupo foi acometido de uma letargia pós orgasmo. E foram orgasmos múltiplos.

E para se manter a obsessão por resultados, era necessária renovar. Phil Jackson, em seu livro “Cestas Sagradas”, diz que as conquistas são efêmeras, você ganha um campeonato e no jogo seguinte, tem que vencer de novo.

Estamos em setembro e ouvimos que ainda não encontramos um “padrão tático”. A 3 meses do final da temporada, estamos em busca de um padrão tático.

Contusões, suspensões, ausências, desfalques, são riscos iminentes que se correm numa atividade como o futebol, faz parte do negócio, é preciso estar bem preparado para estes percalços.

Não se trata disso. E ai entra a honestidade. Se os reais motivos da atual fase não podem ser externados, que não se utilizem justificativas injustificáveis.

Encaremos a realidade. O grupo perdeu a fome de vencer, a gana, a ânsia, a obsessão pela conquista. Também sob nossa ótica, alguns acontecimentos, algumas incoerências podem ter pesado sobre os atletas.

Chicão não teve seu vínculo renovado sob a alegação de que o perfil das contratações são atletas na faixa dos 22~23 anos, que podem agregar competitivamente por 4~5 temporadas. 

Mas contratamos Ibson e Maldonado, veteranos rodados, que nunca foram ídolos, nunca encantaram, jogadores apenas medianos. 

Mas renovamos com Sheik, até 2015…

Trouxemos uma estrela internacional, Pato. Por 40 milhões por 100% dos direitos econômicos, devolvendo ao atleta, 40% destes direitos, através de acordo na negociação, quebrando paradigmas. 

Será que os demais atletas reagiram bem, absorveram estes negócios? Acredito que não.

É um acúmulo de coisas. E este acúmulo de coisas está sendo refletido em campo. Ontem, após a derrota, um abatido treinador, com voz quase embargada, tentava justificar mais um revés.

Este abatimento é sinal de que as coisas realmente não vão bem. 

Será possível resgatar a “química”, a fome, a gana, a obsessão pela vitória? Talvez.

O treinador sairá, pedirá para sair, será demitido? Em hipótese alguma. Um planejamento está em execução e o desafio agora é reverter este quadro, aparar as arestas, trabalhar forte, falar menos, bem menos, muito menos, sem tentar convencer o torcedor através de justificativas vazias e nada convincentes e se não vai na “química”, que seja na física.

Porque na matemática, pelo menos no Brasileirão, a coisa está bem complicada.

Anúncios

52 Responses to [Opinião] Respeito, Transparência e Honestidade

  1. andre rish disse:

    Pelo tudo que vi e li, o Tite não renova e sua postura rachou o elenco. Ele se diz justo e é injusto com vários, diz disciplinador e é permissivo com vários indisciplinados, se diz um meritocrata e não exerce a meritocracia. Daqui para frente suas desculpas não aplacam mais a irritação da torcida que chamou para si. Para mim os últimos jogos decretaram, de forma triste, o fim da Era Tite no Timão. Pena que o Muricy esteja empregado.

    Curtir

  2. ELIGELTON disse:

    Silvinho, esses caras devem ter visto os comentários desse blog, pra falar tudo o que nós já discutimos.

    Quem sabe assim, a diretoria e o Tite não abra olho.

    Vejam:

    http://sportv.globo.com/videos/corinthians/t/ultimos/v/muller-elogia-base-do-botafogo-e-critica-elenco-do-corinthians/2820138/

    São os primeiros na mídia que eu vejo falarem, tudo eu acho sobre o atual CORINTHIANS.

    Curtir

    • ELIGELTON disse:

      OBS: Tudo o que eu acho sobre o atual CORINTHIANS.

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Verdade, foram no cerne da questão

      Curtir

      • SERGIÃO disse:

        Pois é Silvinho, se vc concorda que acertaram no comentário, deveria utilizar este espaço para criticar o Fernando Alba.

        A Base do Corinthians não existe, a impressão que tenho é que ali é terra de ninguém ou terra de empresários, local para alguém ganhar dinheiro. Mandaram o Marquinho de graça e agora mandaram o PC e o Nick de graça para Europa.

        Mas o Fantasma Fernando Alba, não dá entrevista, nunca vi mais gordo, Vc que é amigo pessoal dele deveria ser tão severo nas críticas como é, por exemplo com o Tite.

        A verdade na minha opinião que o Tite é um puta treinador, mas é ser humano e como tal está fado a errar. E errou em vários momentos mas os titulos acobertaram as falhas. Errou qdo deixou lançar os revelações daquele time que foi campeão da Taça SP. Naquele momento o time estava bem. Mas erros como esses, são erros coletivos, se ele tivesse um Diretor de base que brigasse para ver os meninos sendo lançados, se ele tivesse Diretoria que o cobrasse no aproveitamento da base a coisa seria diferente.

        O Narciso é um grande treinador da base, quando veio para o Corinthians eu não acreditei, pensei comigo, não fica dois tempos, e não deu outra. Pra que base então? Lá é coisa feia, tanto que nem o Andrés mexeu.

        Curtir

  3. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Digo sempre que se nas conquistas, o planejamento, a tática, a gestão do elenco, e justicibilidade do treineiro foram fundamentais, em uma má fase a responsabilidade deve ser a mesma.

    O problema é que não temos mais um Jh, um Alex, um Castan, um Wiliam. Correndo igual loucos pelo treineiro, suportando todo e qualquer sufoco para mostrar que a eliminação contra o Tolima havia sido cupa dos medalhões e não de um treinador que no passado havia mostrado toda sua inabilidade em trabalhar com jogadores mais hábeis do que voluntariosos.

    O bônus disso tudo foi a conquista da América e do mundo com o mesmo empenho, com jogadores correndo e marcando mais do que o normal, e com uma ajuda que só tembquem realmente se dedica e trabalha, o que comumente chamamos de sorte.

    Esse ano, com jogadores mais técnicos e leves, menos voluntariosos, mas mais talentosos, o treineiro terá que mostrar que a fama de não conseguir encaixar bons jogadores em um time não é verdadeira , ou se for, que a diretoria troque a maioria do elenco e traga jogadores com o perfil do treineiro.

    Ou que se mantenha os jogadores e tragam outro treinador, pois ja estamos em setembro e pelobque vimos até agora, esse elenco com esse treinador não da mais liga.

    Ano que vem, elenco novo com o mesmo treineiro ou novo treinador com mova mentalidade ofensiva.

    Obs. Espero não machucar aqueles que torcem para o Corinthians da nova era,aquele criado em 04/07/2013.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Se eu fosse o treinador reuniria o grupo e lançava o desafio de conquistar os 2 campeonatos com a promessa de que de em dezembro, adeus

      Curtir

    • Múcio Rodolfo disse:

      O Adenor teve grande responsabilidade na eliminação diante do Tolima, ao escalar um time com três volantes (Ralf, Jucilei e Paulinho). No entanto, não podemos nos esquecer que teve um que disse “não me vejo sendo eliminado por um Tolima” e u outro que disse “pré-cucaracha não é problema para nós”. E lembremos que no jogo seguinte, diante do Chiqueirense a postura foi bem diferente. Mesmo porque os autores de tais frases não estavam presentes. Sobre a conquista o ano passado da Cucaracha, Eu não acho que os jogadores tenham corrido apenas para aliviar a barra do treinador. Correram porque vislumbraram ali a chance de se consagrarem também.

      Curtir

      • Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

        Obvio, ninguém corre por ninguém, mas com a saída de Ronaldo, Roberto Carlos, Jucilei, Dentinho, e Bruno César, novos jogadores ganharam espaço e motivados cumpriam a risca as ordens defensivas e participativas do treineiro.

        Curtir

  4. Wilson Timão disse:

    Esporte é cruel e não sobrevive de passado. Não adianta você ser campeão se não ganhar o jogo seguinte. O ontem no vídeo tape do sonho, a história gravou.

    Curtir

  5. Ewerton Silva. disse:

    Como falei, volto a repetir:
    – O Corinthians precisa de uma renovação vertical – presidente, vice, TÉCNICO, gerente de futebol e auxiliares. Estão vivendo da cucaracha e do mundial. É INACEITÁVEL a atual situação. Jogadores que ganham R$ 100, R$ 200 , R$ 300 mil reais ou mais, tem a obrigação de suar sangue dentro de campo. Sinto dizer, Silvinho, mas o brasileiro já era. Duvido que as marias comecem a refugar nesta altura do campeonato.

    Curtir

    • Ewerton Silva. disse:

      “Vinculado ao Corinthians até dezembro deste ano, Tite tem futuro incerto no clube alvinegro. Em abril, a Internazionale entrou em contato com o técnico para saber sobre a possibilidade de contratá-lo, mas o gaúcho optou por permanecer na agremiação paulista. As conversas para renovação, porém, ainda não evoluíram.
      “Aguardamos o Tite para conversar, assim como sempre fizemos, iniciando as negociações no final do ano. Foi assim nas oportunidades anteriores e não será diferente agora”, encerrou Duílio Monteiro Alves.” GE.net

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Presidente até o final do mandato, em 2014

      E fatalmente, o treinador

      Curtir

  6. Corinthiano disse:

    Está claro que há uma acomodação geral. Diretoria não cobra ninguém, é amigona de todo mundo, trata o treinador como um Deus, intocável. Jogadores também não recebem cobrança, pra eles está tudo certo e maravilhoso. Tem um aí, inclusive, que não joga nada há mais de um ano e, mesmo assim, teve contrato renovado.
    O Tite é um treinador com prazo de validade, fraco taticamente. O forte dele, é armar equipes sólidas defensivamente, com muita vontade na marcação. Atacantes com ele passa fome. Jogador diferenciado, que tem que criar, com o Tite se não marcar, não tem espaço. Ele é assim e não muda, nem adianta esperar que milagrosamente ele mude esse pensamento dele.
    Basta ver o histórico dele em outros clubes, teve clubes que ele saiu com a torcida extremamente irritada com o jeito dele. No internacional, por exemplo, ele não abria mão da panelinha, dos “jogadores de confiança” e de seu esquema tático manjado, resultado: torcida com muito raiva e implorando pra ele sair fora.
    Mas, sabemos que nem passa pela cabeça da diretoria demitir o Tite. O jeito é torcer para que possamos pelo menos jogar de forma decente a Copa do Brasil.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Bem observado, todas as saidas do Tite são traumáticas, sob forte estresse

      Curtir

    • Cesar disse:

      A acomodação e falta de cobrança é tamanha que o Pato reclamou de “cansaço” ontem, após ficar no banco contra Portugal e jogar 20 min contra o Botafogo.
      Enquanto isso, Jô (que jogou contra Portugal) entrou e marcou 3 gols contra o Coxa.
      A acomodação é geral, o Corinthians virou terra de ninguém, todo mundo faz o que quer… Émerson Selinho que o diga!

      Curtir

  7. AndersonII disse:

    Bom. Na minha opinião, se você já diagnosticou o problema, e tem certeza absoluta que não existe mais honestidade nas informações, de que:

    “Não se trata disso. E ai entra a honestidade. Se os reais motivos da atual fase não podem ser externados, que não se utilizem justificativas injustificáveis.”
    O que interpretei é que se você considera as justificativas injustificáveis, significa que você acha que o treinador deveria ser “honesto” e dizer que o time está uma merda, que perdeu a tesão, não tem mais orgasmos, é isso?

    Se o treinador dissesse isso, você então acharia que as justificativas seriam justificáveis?

    E depois que li essa informação aqui no blog, o que mais querem de nossa opinião?

    “Blog do Silvinho disse:
    11/09/2013 às 11:29
    Ele não só cavou o terceiro, como planejou o terceiro cartão

    Muito provavelmente com o conhecimento ou até consentimento da comissão técnica,porque o negócio foi bem descarado

    Resta saber como o elenco vem reagindo à folga do Sheik Selinho e a vista grossa do treinador”.

    Diante dessa acusação, na minha opinião gravíssima, deixo de emitir qualquer consideração.

    Cabe aos diretores, lerem e passarem a limpo essa história, procurando saber a VERDADE de tudo isso.

    O blog é acompanhado pelos demais diretores do Clube?
    ãhhhhaã???

    Curtir

  8. Guilherme Alvaro disse:

    Como eu sei que a diretoria nao vai fazer nada, alias, querem renovar com o Tite… eu terei respeito com o meu dinheiro! PFC Brasileiro+Paulista cancelados!!

    O que o Corinthians está fazendo nao é futebol, time profissional que nao troca 4 passes, nao tem tabela, nao tem aproximação… ta feio demais.

    Curtir

  9. Mic disse:

    Morde e assopra!

    sds,

    Curtir

  10. Ernesto de Mins disse:

    Belo texto, porém quem deve ter essa postura é nossa diretoria.
    Mário Gobbi; que decepção !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Esperava dele até mais que do Andrés.
    E os 3 patetas (Duilio, Edu e Roberto) são apaixonados pelo empregado.
    Talvez seja tempo de a oposição virar situação e vice-versa. A alternância de poder sempre foi salutar. Não é só o time (treinador e jogadores) que estão acomodados; me parece que a atual diretoria dorme em berço esplêndido.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Não espere absolutamente nada da oposição (?) corinthiana

      Curtir

    • Joaquim disse:

      Desculpa. Respeito sua opinião, mas com essa oposição, se avançamos 50 em em 5 anos com a situação, proporcionalmente, vamos regredir 100 anos. Precisa é Diretoria e comissão técnica sentarem e ver o que que é melhor em relação ao futebol, por que o resto estamos evoluindo muito e o caminho não pode ter volta.

      Curtir

  11. Só um adendo. Se o time jogasse completo, com revezamento dos meias, estariamos discutindo o quê ? Agora ? Eu acho que o Bota e o Cruzeiro vão cair de rendimento.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      O time completo também não vem jogando.

      O time completo perdeu pros reservas do Atlético em pleno Pacaembu, empatou com os bambi, etc, etc

      Curtir

    • O Dani L disse:

      Depende do que vc considera time completo. Sheik, Danilo foram titulares durante praticamente todo o ano mesmo estando mal fisicamente ou taticamente. O Ibson também foi titular.

      Ocorreram momentos que existiam boas alternativas no banco de reservas mas o técnico insistia no respeito a equipe campea do mundo.

      Curtir

      • Múcio Rodolfo disse:

        A formação quase ideal o Adenor encontrou no jogo contra o Urubuzento – o ataque com Romarinho, Douglas, Pato e Guerrero. Colocando o Guilherme ao lado do Ralf na cabeça de área e trocando o Romarinho pelo Renato Augusto em tese fica bem melhor. Ah…. o Ibson não é titular, ele está titular.

        Curtir

        • Flavio Henrique disse:

          Isso se chama planejamento meu camarada!! Ou vc acha q só o Corinthians perde atletas p o DM e por cartões? Se todos os técnicos tivessem os 11 “titulares” a disposição pelas 38 rodadas nem precisaria treinador, era só o roupeiro distribuir as camisas no vestiário e partir p o abraço! E me desculpe, mas ganhar do Luverdense e do Náutico era obrigação até com 11 jogadores do “Banco”, aliás das últimas 11 rodadas, o Náutico só conseguiu pontuar com a gente, e no Paca ainda!! Inadimisível!

          Curtir

  12. Alvaro disse:

    Não renova com o Chicão pela idade e traz Maldonado e Ibson;
    Dispensa Jorge H. por indisciplina e renovam com o indisciplinado Emerson;
    Gasta 40 milhões no Pato, tendo laterais sofríveis e deficiências no elenco.

    Parece que a diretoria e comissão técnica pelas conquistas de 2012 atingiram uma soberba que, tudo que tocam vira ouro, tudo que fazem é o correto e infelizmente o planejamento de 2013 foi catastrófico:
    Não trouxeram o que precisava(laterais, um volante e um meia);
    O que precisava trouxeram errado(Pato e Renato augusto que são feitos de vidro e nunca tiveram uma sequencia em suas carreiras);
    Usaram demais o time velho de forma desnecessária em um campeonato Paulista, ao contrario de 2012 que o time titular jogou muito pouco essa competição e hoje pagamos por isso, o time esta extenuado fisicamente.

    Espero muito que o Tite seja honesto com a torcida e principalmente com suas ovelhas, o que fizeram em 2012 estará pra sempre em nossos corações, mas:
    Alessandro e Danilo( não da mais pela idade);
    Paulo André (limitado e temos opções);
    Fabio Santos (limitado; mas ate dezembro fica por falta de opção);
    Douglas (daria mais uma chance);
    Emerson(opção de 2º tempo);
    Romarinho(opção de 2º tempo, não evoluiu e vive de 3 gols em 2012).

    Curtir

  13. Samuel disse:

    Texto lúcido, sereno e honesto.

    Acrescento algumas coisas, aproveitando o gancho.

    Planejamento: cumpriram bem o planejado para 2012, com louvor. Para 2013 não estão cumprindo porque não houve planejamento.

    O planejamento de 2012 foi remanescente ao de 2011, feito pelo maior presidente de clube da história desse país, Andrés Sanchez.

    Gobbi pegou o bonde andando, e fez o favor apenas de não atrapalhar.

    Em 2013 precisaria agir, impor seu planejamento, e não fez nada, porque não é capaz.

    Mantém o Tite só pra ser igual ao Sanchez, e não por convicção.

    Então o principal culpado é o Gobbi, presidente banana.

    Tite vem logo a seguir, porque se mantém no cargo mesmo sabendo que existe um ciclo que se expira, e no caso dele isso acabou em dezembro-12.

    Permaneceu, conquistou mais glórias, como o campeonato paulista e a recopa… ótimo, mas seria o limite do ciclo.

    Deveria sair e deixar o brasileirão para outro.

    Porque tudo o que você falou é o que vem acontecendo desde aquele dezembro-12, quando dia a dia a química entre ele e elenco vem definhando, pelo tempo, pelas conquistas, e principalmente pelas suas atitudes paneleiras que ninguém aguenta mais.

    Queimou dois ícones do elenco, Jorge Henrique e chicão, com argumentos fracos, vazios. E depois reclama de falta de elenco.

    Não preparou a transição porque tem compromisso com os jogadores que conquistaram as glórias com ele. Não traz jovens promissores, não aproveita a base, não repatria jogadores que queriam vir para o Timão por esse motivo. Cristian quer voltar, ele vai indicar? Vai bancar? Duvido.

    Um treinador só deve ultrapassar o ciclo se ele tiver condições de se reinventar, de conduzir a transição, e isso é para bem poucos, e definitamente Tite não se enquadra nesse perfil.

    A situação não é catastrófica, mas é preocupante e inspira cuidados sim. Se não demonstrarem reação nos próximos jogos, medidas precisarão ser tomadas.

    Se passar pela dispensa do treinador, que seja. De forma respeitosa, ética, mas se for o caso, que seja feito.

    Esperar o caldo entornar por completo é que não é solução.

    Ou esperar que naturalmente as coisas se encaixem. Medidas precisam ser tomadas e já.

    Acorda Gobbi, banana omisso.

    Valeu!

    Curtir

  14. Vinícius disse:

    Artigo coxinha caro silvinho

    Curtir

  15. Régis R. R. disse:

    Muito bom o texto, mas que tem muito aproveitador querendo fazer campanha política na fase ruim tem.

    Acredito que devemos nos unir pois nunca em toda a história do timão fomos tão bem sucedidos, como Presidência “desde o Gigante “Andrés Sanches”, Direção de futebol e clube, comissão técnica e jogadores e o mais importante de tudo isso a Torcida

    Lembrando quando se fala jogadores não se deve pensar nestas MERDAS de Maldonado e Ibson

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: