A seleção de Zumbis corinthianos. Por Celso Unzelte

Feriado em mais de mil cidades do país, o Dia da Consciência Negra é festejado nesta quarta-feira (20), na data da morte de Zumbi dos Palmares. Para celebrar este dia, o Corinthians, em parceria com o pesquisador Celso Unzelte e a Placar, elegeu a sua Seleção negra, com 11 grandes ídolos negros.

Confira a formação escalada com Dida, Zé Maria, Amaral, Domingos da Guia e Wladimir; Brandão, Rincón e Marcelinho; Paulo Borges, Viola e Baltazar.

Dida

Gigante da meta alvinegra, Dida com a frieza de sempre passou a segurança que a Fiel precisava entre 1999 e 2002, quando ajudou o Timão a vencer o Brasileiro de 1999, o Mundial de 2000, os Paulistas de 2001 e 2002, além do Rio-São Paulo de 2002.

Zé Maria

Dar o sangue pelo seu time, literalmente, foi o que Zé Maria fez pelo Corinthians na primeira das três partidas que decidiram o Paulistão de 1979. Na ocasião, voltou a campo com um corte no supercílio e a camisa ensanguentada. De 1970 a 1983, o zagueiro se tornou símbolo de raça e ganhou o apelido de Super Zé pelo vigor físico. Conquistou os Paulistas de 1977, 1979, 1982 e 1983.

Amaral

Altamente técnico e titular da Seleção Brasileira quando havia chegado ao Timão, em 1978. Mesmo com apenas um gol em 132 jogos, até hoje é relembrado por quem o viu jogar entre 1978 e 1981. Conquistou o Paulista de 1979.

Domingos da Guia

Verdadeiro mito do futebol mundial, o zagueiro pai de Ademir da Guia, foi ídolo onde jogou, e mesmo tendo chegado ao Corinthians com 32 anos se tornou um dos melhores de sua posição no Corinthians.

Wladimir

Não é fácil se tornar ídolo do clube, mas Wladimir conseguiu e com números espantosos. Recordista de jogos no Corinthians, ele soma 803 jogos. Maior lateral esquerdo da história do Parque São Jorge, também integrou a liderança da Democracia Corinthiana.

Brandão

Maior ídolo do final da década de 30 e início de 40, foi o primeiro corinthiano a disputar uma Copa do Mundo, na França, em 1938. Levantou as taças dos Campeonatos Paulista de 1937, 1938, 1939 e 1941.

Rincón

Apesar de seu vigoroso porte físico, Rincón tinha um talento incrível com a bola nos pés. Craque da Colômbia em inúmeras Copas do Mundo, formou ao lado de Vampeta uma das melhores duplas de volante da história do clube. Em 137 jogos, marcou 10 gols. Levantou as taças do Paulista de 1999, dos Brasileiros de 1998 e 1999 e do Mundial de Clubes da FIFA em 2000.

Marcelinho

O “Pé de anjo”, Marcelinho Carioca trouxe muitas alegrias e também troféus à Fiel. Dono de uma categoria incrível, sobretudo nas bolas paradas, o camisa 7 marcou época no Timão. Com 182 gols em 372 jogos, Marcelinho conquistou os Paulistas de 1995, 1997, 1999 e 2001, os Brasileiros de 1998 e 1999, a Copa do Brasil de 1995 e o Mundial de 2000.

Paulo Borges

Ponta-direita, veloz e apelidado de “Risadinha”, por estar sempre rindo, Paulo Borges encerrou o fatídico tabu de 11 anos sem vitórias sobre o Santos em Campeonatos Paulistas no ano de 1968. Em 233 jogos, marcou 61 gols.

Viola

Nascido no calor da decisão, quando praticamente deu o título paulista de 1988 ao Timão, Viola deixou o Timão, mas voltou em 1993. Porém, em 1995 é que viria a consagração com as taças da Copa do Brasil e do Paulistão. Em 283 jogos, marcou 105 gols.

Baltazar  

O “Cabecinha de Ouro” ganhou esse apelido justamente pelos 71 gols de cabeça que marcou entre os 267 gols que marcou em 409 jogos. Pelo Timão, foi um dos ídolos inesquecíveis de 1945 a 1957 e conquistou os Paulistas de 1951, 1952 e 1954, além dos Rios-São Paulo de 1950 e 1953.

 

Nota do Blog

Eleja a sua

Muitos atletas negros fizeram parte da nossa história e contribuíram para a grandeza deste clube.

Alguns de forma mais acentuada, outros quase anonimamente, mas todos com a sua parcela de contribuição, doando-se em campo, representando o nosso manto e derramando sangue e suor pelos gramados.

Dino Pavão, Basílio, Badeco, Tobias, Mauro, Luciano, Adãozinho, Luiz Claudio, Piter, Claudio Mineiro, a lista é extensa e por mais que puxemos pela memória estes nomes, acabaríamos cometendo injustiças por nos esquecermos de citar alguns nomes.

Contribua com a sua memória para que um número maior de “Zumbis” sejam homenageados neste Dia da Consciência Negra.

Anúncios

28 Responses to A seleção de Zumbis corinthianos. Por Celso Unzelte

  1. Marcio Arruda disse:

    Teleco e mais 10

    Curtir

  2. Uilson Souza disse:

    Dida estava fora do Timão no primeiro semestre de 2001…retornou só para o brasileiro e não foi campeão paulista daquele ano. Maurício “mão de pau” era o goleiro…tanto no paulista, quanto no vice campeonato da copa do brasil. Dida além do Rio-SP de 2002 ganhou a copa do Brasil. Saiu logo após e Doni foi o goleiro do vice-campeonato brasileiro de 2002.

    Curtir

  3. JOSÉ ANTONIO AVENIA NERI disse:

    Faltou FLÁVIO MINUANO, GERALDÃO E O CAPETINHA

    Curtir

  4. joaquim disse:

    Eu escalo o Edilson em qualquer seleção que se fizer.

    Curtir

  5. Wilson Timão disse:

    Ridículo isso de separar Negros e Brancos. Pior ainda em um dia que se fala de consciência.

    Em 2013 fazer seleções de Brancos e Negros???

    Basílio, Paulinho, Ralf, Biro Biro, Romeu, Sócrates… e os meus filhos não servem ou cabem em seleções e cotas??? Serão eles os discriminados da nova era??? Discriminados por Negros e Brancos???

    Curtir

  6. Wilson Timão disse:

    Servílio e Teleco estão até na seleção do meu netinho de 3 anos.

    Curtir

  7. Wilson Timão disse:

    Viola???? Nem a mãe do Viola escala ele nos negros do Corinthians.

    Curtir

  8. Mic disse:

    Faltaram na lista Betão, Zelão, Moacir, Perdigão, Mirandinha, Abuda, Fuba e muitos outros…

    Curtir

  9. AndersonII disse:

    Flávio Minuano, e Geraldão.

    Curtir

  10. Vinicius disse:

    Como tem nego citando o elias e esquecendo do vamp?

    tao de sacanagi comigo

    Curtir

  11. Vinicius disse:

    Edilson, Vampeta…

    Paulinho pra mim era indio.

    Curtir

  12. Daniel disse:

    Da para fazer um belíssimo time de Campeões do Mundo, pelo Corinthians ou seleção:
    – Dida
    – Vampeta
    – João Carlos
    – Oreco
    – Kleber
    – Rincon
    – Paulinho
    – Marcelinho
    – Jorge Henrique
    – Edilson
    – Viola

    Curtir

  13. zé boleiro disse:

    Paulinho e edilson capetinha

    Curtir

  14. MILTON SANCHES disse:

    OLÁ COMPADRE & NAÇÃO ALVI- (NEGRA)
    SEGUE MINHA COLABORAÇÃO
    JAIRO,IVAIR, ALUISIO, GERALDÃO,VAMPETA,EDILSON CAPETINHA,EDU EX SANTOS, SERGINHO CHULAPA,ROMARINHO, GIL, EDILSON,IGOR,TANQUE, GARRINCHA, RIVALDO, RUI REY, E PORQUE NÃO DIZER
    AQUELE QUE EM TODA SUA GLORIA TEVE A SUA MAIOR DECEPÇÃO DE NÃO TER VESTIDO O NOSSO GLORIOSO MANTO SAGRADO, NÃO SE ASSUSTEM ESTOU FALANDO DE EDSON ARANTES DO NASCIMENTO FULGO (PELÉ) REZA A LENDA QUE ELE VIVIA JOGANDO PELADAS EM 3 CORAÇÕES QUANDO MENINO E VIVIA CANTANDO A MUSIQUINHA GOL DE BALTAZAR, GOL DE BALTAZAR E POR AI VAI É SÓ PESQUIZAR NO GOOGLE QUE TEM ENTREVISTA DELE CONTANDO ESTA HISTÓRIA, O QUE REFORÇA A TESE DE ELE TER SIDO UM JOGADOR VINGATIVO COM O NOSSO CORINTHIANS, OU MELHOR TENDO SIDO ATÉ HJ UM CORINTHIANO ENRRUSTIDO, AGUARDEM A NOSSA ABERTURA DA COPA E PODEM TER CERTEZA QUE ELE ESTARA LÁ A TIRA COLO, COM OS CHAVÕES DA FIFA, PENSANDO NO SEU INTERIOR IMAGINA SE EU TIVESSE VESTIDO O MANTO DO TIMÃO, CERTAMENTE ESSE ESTADIO SE CHAMARIA ARENA PELÉ.
    QUEM VIVER VERA.
    ABRAÇOS
    VAIIIIIIIIIIIIII CORINTHIANSSSSSSSSSSSSSSSSSS
    EM TEMPO AGRADEÇO MUITO AO TITE, POR TODAS AS NOSSAS CONQUISTAS,MAIS DE AGORA EM DIANTE, AQUI É TIME DE MANO, SOU MANO DO MANO!!!
    ABRAÇO COMPADRE RECOMENDAÇÃO A FAMILÍA

    Curtir

  15. Emerson disse:

    Eu incluiria o Edilson na equipe titular, Elias, Paulinho, Ataliba, Mauro, seriam ótimos suplentes.

    Curtir

  16. Ernesto de Minas disse:

    Edilson , “o capetinha” não pode ficar de fora.

    Curtir

  17. Múcio Rodolfo disse:

    Jairo, Claudio Mineiro, Ditão, Gil e Kléber, Vampeta, Servílio e Edilson; Ataliba, Teleco e Romeu.

    Curtir

  18. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Colocaria Vampeta no lugar do Brandão, e Edilson no lugar do Paulo Borges.

    Os demais estão muito bem representados!!!

    Curtir

  19. Múcio Rodolfo disse:

    Faltou ai o Teleco e o Servílio.

    Curtir

  20. Luís Carlos disse:

    Edilson, A-ta-ta-liba, Fubá, Ceará (massagista), Dona Valquiria… Muitos & muitas…

    Pena que não consiga lembrar de um treinador, se é que já houve algum.

    Curtir

    • italiano disse:

      …sim .o Zé maria , o Basilio e o Eduardo Amorin (ele é mulato) foram tecnicos , e em relação ao principes Etippes , coloco , Ralf , Paulinho , Jucilei , William , Jairo , Igor , Kleber (lat) , Betão , Cleber (zag) , Gil (zag) , Gil (atac.) , Batata ,Nene , Cristian , Guinei , jacenir …bons ou não , vistiram o manto alvinegro..,..e gostaria que um dia um italiano vestise , o grande BALOTELLI……

      Curtir

    • Daniel disse:

      Basílio treinou o Corinthians.
      E eu considero o Luxemburgo.

      Curtir

  21. andre rish disse:

    deixar o claudio pinho de fora? O goleiro Ronaldo ( muito melhor que o Dida, além de ser corinthiano, Luizinho e Rivellino de fora?? Colocar o Viola como um grande centroavante da história é estar de sacanagem… acompanhei a contratação do Amaral e sua trajetória, não foi melhor que o Gamarra.

    Curtir

    • andre rish disse:

      Mesmo que seja só de negros, o corinthians teve jogador de altíssimo nivel que entraria na seleção, até mesmo por cota! Dida, ze maria, gil, domingos da guia, wladimir, elias, rincon, paulinho, marcelinho, baltazar, romeu,

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Ei, ei

      A seleção é de negros…

      Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: