A audiência do futebol na tv está caindo. Quem são os culpados ?

Domingo passado, a mais baixa pontuação da Globo, no ibope.

Foram 13 pontos, superando negativamente a pior marca, até domingo passado – 14 pontos, em duas oportunidades.

No mesmo horário, a Rede Bandeirantes, que também exibiu a partida, chegou aos 5 pontos no ibope.

No total, 18 pontos, somando as duas audiências.

Muito pouco. Baixíssimo.

Tão baixo quanto o nível técnico da partida. Assistir ao jogo Corinthians e Coritiba, domingo passado, foi um exercício de paciência. Muitos cochilaram, outros literalmente dormiram, alguns desistiram de assistir ao jogo e correram para a internet ou pra algum filme – repetido – na tv a cabo.

Vários são os motivos da queda acentuada da audiência do futebol, na tv.

Queda do nível técnico, decadência do futebol brasileiro, fracasso nas competições internacionais. 

Sim, são pontos que contribuem substancialmente para a queda da audiência. O torcedor, cada vez mais exigente, aliás cada vez mais “consumidor” e menos torcedor, não tem mais paciência pra “prestação de serviço porcaria”.

O jogo tá ruim? Muda o canal ou desliga a tv.

Transmissões das partidas. Outro ponto que desanima o torcedor. Ruins. Ruins demais. Narradores horrorosos, comentaristas tendenciosos, alguns sem o menor traquejo na comunicação, outros simplesmente irritantes. E os de arbitragem, então, superam-se.

Como se tivessem sido perfeitos quando atuavam. Péssimos, mal intencionados e alguns, canalhas.

E a geração de ex-jogadores que se transformaram em comentaristas? Alguns foram muito melhores com a bola nos pés, dentro de campo. Outros são tão horríveis comentando, como eram dentro de campo.

Jogos a noite, depois da novela das 10. É preciso ser guerreiro, extremamente fanático, pra aguentar assistir futebol meia-boca, até quase 1 da manhã.

O futebol brasileiro atravessa um momento crítico. Mas ninguém se coça. Empurram com a barriga, fazendo de conta que está tudo bem, aplicando uma mudançazinha aqui, outro acolá, sem efeito, pra inglês ver.

Dias piores virão, eu tenho certeza. 

É preciso repensar o futebol brasileiro e tudo que gira em torno do futebol.

Inclusive a televisão.

 

 

Anúncios

50 Responses to A audiência do futebol na tv está caindo. Quem são os culpados ?

  1. Clara disse:

    O torcedor ja vinha desanimando a tempo,mas depois da patifaria do ano passado com o fluminense,o futebol brasileiro perdeu o credito ja q um campeonato pode ser decidido num tribunal e a derrocada final foi o vexame da Selecao na Copa…triste fim para o futebol Brasileiro.

    Curtir

  2. Samuel disse:

    Tudo que você falou contribui, mas o principal passa mesmo pela TV.

    A globo, gananciosa, está matando a própria galinha dos ovos de ouro.

    Primeiro, tem que fazer um rodízio maior dos jogos de cada time, inclusive o nosso Timão. Não é porque somos o maior de todos que tem que passar toda hora. Essa overdose aí em Sampa de Timão, e aqui no Rio de Flamengo, acaba diminuindo o interesse dos antis, e por consequência até da própria torcida.

    O horário de dia de semana, começando as 22:00hs, é o outro fator primordial para o declínio.Ninguém aguenta isso, seja no estádio ou pela TV. Mas a toda poderosa insiste nesse erro.

    E os comentaristas. Matou a pau Silvinho. Essa turma da imprensa, que mostrou para o mundo inteiro durante a copa o quanto são vira-latas, vão de mal a pior. Maldosos, despreparados, mal intencionados, repetitivos, demagogos, hipócritas… isso vai enchendo, enchendo, que tem horas que vc abre mal até da paixão pelo clube porque não dá para aguentar esses caras. Nós corinthianos somos o que mais sofremos, mas agora até os antis não estão aguentando tenta canalhice dessa mídia podre e nojenta.

    Tem mais um milhão de motivos, como você listou, mas esse aí de longe é o principal, e como quem é o responsável e dono da transmissão não reconhece esses erros, a coisa só tende a piorar.

    Ah, ia me esquecendo, os pontos corridos contribue para a chatice… falamos isso há anos e agora está se confirmando a tendência.

    Valeu!

    Curtir

  3. JOSE CARLOS DE CAMARGO disse:

    Silvinho: permita-me comentar sôbre o ELIAS, Ex-Jogador agora Comentarista da ESPN: que Viadagem! Péssimo comentarista, tendencioso, bajulador dos demais participantes, e para variar,
    virou um crítico ferrenho do TIMÃO! Um verdadeiro canalha da /
    TV, para não dizer um FDP! Vamos ficar de olho nele! E VIVA
    o TIMÃO!

    Curtir

    • Rinaldo disse:

      A cara larga mão de ser BABACA a televisão só fala dessa PORRA desse seu time…voce não vê que nós cansamos de ver futebol de péssima qualidade e esse seu time é percursor disso tudo que esta acontecendo…ainda vem vc aqui reclamar que um comentarista fala mal desse timeco seu..time retranqueiro de péssima qualidade e que quer tomar conta do futebol brasileiro
      só passa jogo desse seu time ridiculo na TV aberta e me recuso a assistir futebol de um time só…todo domingo e quarta é sempre a mesma porcaria…vc liga na band mais de 50% do programa é destinado a apenas um timeco e o resto é dividido para os outros…admita que nem os próprios torcedores deste timeco não aguentam mais assistir esses jogos de péssima qualidade que seu timeco proporciona…ou a globo acorda e volta o sistema antiga de divisão iguais de partidas transmitidas e cotas iguais entre os clubes ou esse timeco vai acabar com o futebol brasileiro….

      Curtir

  4. Pai Ocridão de Oxum disse:

    Silvinho: O campeonato por pontos corridos premia o time que seja mais constante no campeonato, mas torna o campeonato chato. Neste ano, só uma zebra monstruosa tira o título do Cruzeiro, basta ver o banco de reservas, são dois times à disposição do treineiro.
    A fórmula ideal são a de 2 turnos, com 4 finalistas cada, com mata mata. Os campeões da cada turno ganham um vaga na Libertadores e disputam um super campeão do ano.Jogo as 22h é apenas 1 ou 2 jogos por semana, não é aí o problema, senão os jogos das 18,30, 20,00, 21,00 estariam lotados. Só bobagens….

    Curtido por 1 pessoa

    • Correa Leonardo disse:

      A fórmula ideal são pontos corridos mesmo, que premia o time que foi melhor o campeonato inteiro e no qual TODOS OS JOGOS VALEM A MESMA COISA, não há uma primeira fase que classifica um monte de gente com dez rodadas de antecedência (também chato, a briga ficava restrita a dois ou três times brigando pela oitava vaga).

      Lembre-se de 2002, Timão classificou em 1º, enquanto o Insignificante Litorâneo quase nem passou de fase, mas engrenou nas fases finais e nos tirou o título.

      Curtir

      • Pai Ocridão de Oxum disse:

        Correa, vc. não leu direito o que escrevi ou não entendeu. A fórmula ideal é a do Campeonato Carioca, 1 campeão da Taça Rio, outro Campeão da Taça Guanabara e um dos dois Campeão Carioca. Não estou tratando de “justiça”, estou faando de emoção e entretenimento. Nos pontos corridos, quem tiver mai dinheiro para montar o melhor time sempre será campeão. Vc. acharia legal que todo ano, por exemplo, o Corinthians ganhase todos os campeonatos com 10 rodadas antes do fim?

        Curtir

  5. Paulo disse:

    A audiência da tv aberta, de um modo geral, vem caindo ao longo dos anos e não apenas no futebol. No geral, creio que é uma tendência irreversível, dada a emergência da internet e outras mídias. No futebol, em particular, acredito que a responsabilidade caiba mais à juventude atual, que despreza o futebol brasileiro ( muito embora este venha dando motivos pra isso, realmente, deixando de ser o protagonista que era na época de minha juventude, na qual, ademais, não tínhamos tantas opções de lazer como hoje ). A Globo, com essa realidade, vê-se diante de um beco sem saída: não pode abrir mão do futebol e de manter uma equipe esportiva permanente, por ora, pois, do contrário, cederia passo às rivais num filão que ainda comporta alguma audiência ( embora cada dia mais deficitária ), além de ver-se desprovida de profissionais no momento de transmitir eventos de grande repercussão, que não podem ser ignorados por uma emissora de massa, como uma Copa do Mundo e finais de campeonatos importantes, por exemplo. A médio e longo prazos, porém, é difícil não fazer previsões pessimistas, para a tv aberta ( a fechada, ao contrário, até por falta de opção de quem curte futebol, tende a crescer no curto prazo por conta de uma certa ascensão social do público, pelo menos até que a minha geração e a imediatamente anterior pereçam, rs ). A probabilidade maior, a meu ver, é pulverizar-se a audiência entre diversas emissoras, com opções para os torcedores de outros times. Agregar audiência dos antis às nossas transmissões, por conseguinte, creio que foi uma opção que deu certo até a conquista da Cucaracha e do Mundial, e, doravante, só funcionará em jogos esporádicos, decisivos. Temos que nos preparar para isso, ou seja, fazer um planejamento para substituir a fonte de renda enorme proporcionada pela tv aberta, por fontes alternativas de arrecadação.

    Curtir

  6. Claudio Marques disse:

    Os erros dos clubes todos já sabem não precisa repetir. Mas as próprias emissoras tem culpa pois cobram horrores dos seus patrocinadores e seus comentaristas e narradores, de forma meio esquizofrênica, só fazem denegrir um produto que já não está grande coisa.
    Alguém vai dizer: os caras vão mentir? Não precisam dizer que o jogo está uma maravilha, mas também não precisa ficar metendo o pau e usando bordões depreciativos.
    Só para ilustrar eu nunca vi em nenhuma emissora brasileira (aberta ou fechada) os comentaristas e narradores dizendo que um jogo internacional foi uma porcaria, que deu sono, que o futebol daquele país está em decadência. E olha que tem uns jogos do campeonato italiano, do campeonato francês até dos badalados espanhol e inglês que nada ficam a dever as nossas melhores peladas (alguém se atreve a ver um Levante x Espanhol ou West Ham x Queens Park Rangers?).
    Ao contrário, qualquer pelada eles comentam e narram como se fosse o supra sumo do futebol.
    Por que esse tratamento diferente?

    Curtir

    • Correa Leonardo disse:

      Mas de uma coisa eu tenho certeza, Cláudio: o gramado do West Ham deve ser melhor que os de 80% dos estádios da série A do Brasileiro.

      Curtir

  7. Celso 1º disse:

    E não podemos esquecer a arbitragem brailsiera, que contribui muito parando o jogo a toda hora, acabando com o espetáculo.
    E se não fizerem isso, são detonados pelos comentarias de arbitragem formadores de opinião.
    Comentaristas este que incoerentemente elogiam quando os árbitros europeus “deixam a bola rolar”.

    Ah e ainda tem os gramados péssimos. Em quase todo lugar do mundo a primeira coisa a se fazer é tratar do palco do espetáculo, o gramado, mas no Brasil isto fica a cargo dos clube que fazem o que quiser e quanse sempre deixam tudo um lixo.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Muito bem lembrado, a questão dos gramados

      O de domingo, por exemplo, totalmente encharcado propositalmente

      Curtir

  8. Celso 1º disse:

    Ja disse e repito, a maior pedra do sapato do futebol brasileiro é a imprensa hipócrita e incoerente. ELA FORMA OPINIÃO DA MASSA DE TOPRCEDORES, OU SEJA QUEM PODERIA COBRAR E EXIGIR FICA ALIENADO E SEM CAPACIDADE DE EXIGIR ALGO.
    Eles fazem essa lambança toda. A própria globo faz vista grossa para muita coisa ruim, isso quando não apoia indiretamente, por ex. o não rebaixamentodo flu em vários anos, a ajuda a times do rio, jogos às 22:00, etc. Os exemplos são muitos.

    Esta impesna que cobra ofensivismo é a mesma que cobra treinador no início de trabalho (uns mais do que os outros), tem seus treinadores “rivais”, seus times rivais, ABSURDO!. São os mesmos que detonam um treinador retranqeiro, mas, após seu time ganhar 3 seguidas ou ser campeão, o babam como se fosse um Deus, ex Murici e outros.

    Em 2º vem a CBF, omissa e mal gestora.

    3° A falta de União dos clubes, principalmente porque não toleram a força do maior de todos o SCCP, muito disso por causa da raiva anti disseminada pela imprensa.

    Nosso futebol não tem jeito, torço pro corintians subir cada dia mais e não depender desta rapa de times e torcidas rivais e ficar também cada dia mais imune ao poder dos antis da mídia formadores de opinião.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      A permanência do Fluminense foi vergonhosa

      Apesar de que a forma varzeana pela qual a Lusa é gerida, fica complicado defender os murrugas

      Curtir

  9. Gustavo disse:

    Silvinho,

    Esse é um assunto bem amplo e são várias as razões pela queda da audiência no futebol brasileiro mas tem algo que me preocupa há cada ano que passa a audiência da liga dos campeões tem aumentado a cada ano tanto na Band quanto na Globo e isso não é nada bom para o futebol brasileiro. Na Tv fechada Sportv, Fox e ESPN irão se matar para adquirirem os direitos da competição para o próximo triênio o que mostra que a propaganda positiva a jogos internacionais tem atingindo o alvo… algo que começou na ESPN nos anos 90 e agora tem atraído a massa.

    Mas voltando ao futebol brasileiro coloco algumas razões para queda de audiência:

    1) Baixo nível técnico dos jogos onde na minha visão os treinadores e empresários são os principais culpados pois os primeiros devem orientar os atletas a melhorarem e só focam no resultado e o empresário mima demais seu atleta.

    2) Transmissões horrorosas assistir a um jogo no PFC por exemplo é uma tortura com imagens de baixa qualidade e equipe sem preparo para a transmissão de uma partida de futebol.

    3) No caso do Brasileirão a fórmula por pontos corridos só atrai o mais fanático definitivamente é um campeonato longo e sem graça.

    4) Destruíram os estaduais que sempre relevou nossos grandes jogadores os estaduais devem ser fortalecidos.

    5) Excessivo destaque ao futebol internacional onde nossos analistas passam a impressão ao telespectador menos atento que qualquer jogo na Europa é um espetáculo e que no Brasil tudo é ruim. Isso não é verdade mas de tanto ouvir falar mal o torcedor não irá ligar a televisão em um domingo para ver o campeonato Brasileiro ou estaduais.

    6) Democratização dos direitos de transmissão já!Não é possível a Globo ter exclusividade na tv fechada e compartilhar apenas aquilo que lhe interessa na TV aberta sendo que poderia-se atingir mais gente e ter horários mais flexíveis de transmissão com mais emissoras transmitindo.

    Como disse é uma discussão bem amplas mas não acredito que o panorama se modifique tão cedo…

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Sobre o PFC

      Tambem já vinha observando ha alguns anos

      Parece que mandam estagiarios para trabalhar nestes jogos

      Curtir

  10. Cesar disse:

    É difícil assistir a um jogo de futebol onde passam 45 minutos sem que haja uma defesa do goleiro, um chute a gol sequer.
    Mais difícil ainda é assistir a juizada parar o jogo a cada 2 minutos com aquelas faltinhas bestas de meio campo, aquelas que se fosse na área ele não marcava.
    E, p/ completar, vem um comentarista de arbitragem sem carisma, falando bobagem, um locutor que fica batendo papo sobre assuntos sem graça ao invés de narrar o jogo, e inserções comerciais do Itaú em momentos impróprios do jogo.
    Resumindo: não é só os jogadores, é o baixo nível da equipe técnica de transmissão também e, principalmente, a juizada que não deixa o jogo fluir.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Ninguém mais prioriza o chute a gol

      Algum burocrata teorico deve ter colocado na cabeça dos treinadores e dos boleiros que quanto mais chutarem, mais vulneraveis a lesoes eles ficarao

      Curtir

  11. Luís Carlos disse:

    Óbvio que um jogo de bosta, com jogadores de bosta treinados por treinadores de bosta arbitrados por árbitros de bosta e narrados por narradores de bosta auxiliados por comentaristas de bosta contribui. Mas a audiência vem caindo sempre, e para todos os tipos de exibições, à medida que mais opções aparecem e mais dinheiro a pessoa tem no bolso para fazer outras coisas. Garanto que há trinta anos haveria gente botando bombril na antena da tv podrera do buteco, gente fazendo fila na frente da vitrine do Mappin, taxistas com rádios sintonizados e inúmeras pessoas andando na rua com um radinho grudado na orelha. Isso mesmo para um jogo modorrento.

    Se em vez de transmitirem futebol passarem a exibir Faustão, Gugu ou quaisquer outros pela-sacos de domingo, garanto que a audiência seria menor que a de um dos mais modorrentos amistosos do Corinthians. E quem fala mal da audiência normalmente são os sanguessugas que parasitam o futebol sem pagarem nada, porque quem depende dela possui os cofres cada dia mais cheios.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Considere que antigamente era bem raro transmitir jogos de futebol

      Finais e olhe la. Hoje tem jogo a toda hora

      Curtir

  12. Magrão disse:

    O que me deixa mais indignado é que aqui se espera a situação ficar insustentável para se corrigir os problemas e aí fica muito mais difícil. Não é de hoje que o nível técnico e de organização do nosso futebol está uma porcaria, mas parece que com a Copa viram que a diferença se tornou gritante.
    A Globo não vai demorar muito pra começar transmissão com 10 minutos de jogo, é incrível como não se sabe vender uma partida no Brasil.
    Para piorar o nível de audiência, nossas partidas transmitidas geralmente são fora de casa, quando o time joga de uma forma ridícula, os “simpatizantes” e não os fanáticos pelo time, jamais terminariam de assistir um jogo como os 2 últimos jogos do SCCP fora de casa.
    Precisa haver outras alternativas de transmissão, na NFL por ex: existe no mínimo 6 canais transmitindo a mesma partida, na UCL a mesma coisa, aqui Globo e Band, uma pior q a outra, Arnaldo, Neto, Gaciba, PCO, Casagrande, quem aguenta um jogo ruim com um elenco desse na orelha???
    Será que é tão difícil nossos representantes verem que esse modelo não é mais sustentável?? Porque tanta dificuldade em criar leis para regular o futebol??
    Como pode a 2ª divisão do futebol Alemão e Inglês ter mais público e apelo internacional que o nosso campeonato??? Pq nos grandes centro os jogo são entre 19:30 e 21:00 e aqui muda-se até o horário do transporte, o ministro, a pqp e não muda o horário do jogo??? Como pode os clubes submeterem seus torcedores a chegar em casa na madrugada por causa do horário da novela???
    Me desculpem a mas não adianta falarmos que o futebol é isso e aquilo e achar que nosso produto é pior que uma novela.

    Precisamos nos decidir se somos o País do Futebol ou o País da Novela????

    Curtir

  13. mano disse:

    na minha modesta opinião, culpa total e irrestrita é do baixo nível do futebol brasileiro adicionado aí o fracasso retumbante do escrete canarinho no mundial. O futebol brasileiro apequenou-se, ou melhor, arruinou-se com o passar das últimas décadas. De um futebol ofensivo e cativante passou ao oposto total, adotando quase que integralmente em todos os times(seja no profissional ou categorias de base) o horroroso futebol retranqueiro, não somente defensivista. Prova disso temos no nosso próprio clube: nos últimos anos tivemos apenas técnicos com méritos defensivos. O ataque/gol para eles é um mero detalhe. O mano faz o time joga dentro de caso de maneira defensiva (mesmo em casa 1º dá mais atençao a defesa) e quando joga fora de casa, joga de maneira retrtanqueira, o maldito jogo por uma bola só.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Não vejo o time jogando retrancado em casa

      Mas logicamente a postura e a atitude do time em casa é bem diferente quando joga fora de casa

      Curtir

  14. Junior Pezzuol disse:

    Boa tarde Silvinho

    Sempre fui um louco por futebol, hoje não mais, por todos motivos citados entre outros.
    Colocava o futebol a frente de qualquer compromisso.
    Quantas vezes deixei de estudar e trabalhar para ir ao Pacaembu.
    Quantas noites de sono perdi por causa do futebol.
    Quantos salários gastei com o futebol (só de camisas do Corinthians tenho 84).
    Quantos vezes me peguei defendendo jogadores postura de jogadores que nunca conheci.
    Chorava pelo Corinthians.
    Quantas vezes demonstrei ao meu filho , que só ficava feliz se o Corinthians vencesse.
    Comemorava aniversários, mas a festa era para o Corinthians.
    Passava semanas tristes pela perda de um titulo, faltava até no trabalho. Que bobagem.
    Meu casamento foi com a camisa do Corinthians, entrei na igreja com o hino do Corinthians.
    Hoje vejo que o Corinthians era um deus para mim.
    Maldita Idolatria!
    Um deus mais importante que todas as coisas.
    Que fui ensinado a amar com poucos meses de vida.
    Minha felicidade, humor, disposição, sorriso dependia dele.
    Um deus que eu seguia onde ele fosse, que dormia e acordava comigo.
    Um deus que defendia com unhas e dentes, não admitindo alguém criticá-lo.
    Um deus chamado de fiel, todo poderoso, com mais de 30 milhões de loucos seguidores.
    Um deus chamado Corinthians, Flamengo, Cruzeiro, Palmeiras… Futebol Brasileiro.

    Na verdade o futebol sempre foi essa porcaria.
    A maior mudança que o futebol brasileiro precisa sofrer é no coração dos torcedores.
    Deixar de sermos idólatras e nos tornarmos consumidores, exigindo um bom serviço, não apenas um bom resultado no final da partida, quase sempre com a máxima, custe o que custar..

    Sou e serei sempre Corinthiano.
    Salve o Corinthians, o campeão dos campeões.
    Mas antes Salve minha família, meu trabalho e minha saúde.
    Salve antes de tudo Jesus Cristo, hoje meu único Deus.
    O qual devo todas as minhas alegrias, inclusive a de um gol do Corinthians.
    #VaiCorinthians mas antes #VemJesus

    Curtir

  15. Marcos ZZ disse:

    Por essas e outras que “tamo fudi…” pra pagar o estádio, estádio inacabado, diga-se.

    Curtir

  16. O Dani L disse:

    Você citou os pontos chaves da questão:

    1. Horário dos jogos
    2. Qualidade técnica do futebol praticado aqui no Brasil
    3. Transmissão (Narradores, Comentaristas, etc).

    Parte desse problema é de responsabilidade da TV, ou melhor Globo.

    Que inicia a transmissão praticamente com o primeiro toque de bola. A escalação dos times ela da com a bola em jogo.

    Os comentaristas esportivos e de arbitragem são horríveis.

    A moda agora é levar uma pessoa “carismatica” para comentar as partidas.

    Curtir

    • Celso 1º disse:

      Pois é, muita incoerência, a globo é uma das maiores culpadas por esa crise toda.

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      E detalhe, andam fazendo só jogo via tubo

      Direto do estudio, com todo o conforto. Com a mesma visao de jogo de quem esta assistindo em casa

      Como esses caras fazem uma analise apurada do jogo baseando-se na mesma imagem do telespctador ?

      Curtir

  17. Luciano disse:

    Concordo em grande parte com o que você disse. Só não concordo sobre os narradores e comentaristas. Eles também participam das transmissões da Copa, Champions League e mesmo assim, a audiência é elevada.

    O maior problema é o baixíssimo nível do nosso futebol. Vou dizer uma coisa que nunca pensei que iria dizer: Não consigo mais assistir aos jogos do Corinthians. Modorrento, sem graça, chutões, cera (do s. Cássio), sem jogadas ensaiadas, sem chutes a gol e etc, etc, etc. Triste isso !!

    Enquanto isso, nos EUA, 109 mil vão a um estádio para assistir Manchester x Real Madrid…

    Curtir

    • mano disse:

      concordo contigo. A queda da audiência é apenas local, no Brasil. No mundo todo o futebol está aumentando a audiência, sem falar principalmente dos principais campeonatos europeus e da champions. O consumidor está mais exigente, quer bons produtos, senão desliga a tv. Eu estou fazendo isso. Jogo fora do timão prometi que não vejo mais. É só pra passar raiva e aumentar a minha pressão.

      Curtir

    • PAULO disse:

      SE OS AMERICANOS SE INTERESSAREM REALMENTE POR FUTEBOL (SOCCER LÁ) ELES COMEÇARÃO Á GANHAR COPAS DO MUNDO NUM FUTURO BEM PRÓXIMO…

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Copa do Mundo é bem diferente, muito diferente

      Agrega audiência de gente que mal sabe o que é um campeonato brasileiro

      Não é parâmetro

      E são ruins narrando jogo de Copa do Mundo ou Copa Kaiser

      Curtir

  18. Mario Santiago disse:

    A verdade é que, para a Globo, o futebol é um estorvo. Ela só compra os direitos de transmissão para não correr o risco de outra emissora colocar os jogos no horário da novela. E a Globo, em épocas diferentes, já abriu mão de campeonatos para não ter que mexer em sua grade. E se deu muito mal. Em 1990 deixou de transmitir o campeonato brasileiro. Em 1992, a Libertadores. Em 1995, a Copa do Brasil. E em 2000, o Mundial de Clubes da Fifa. Viu suas ‘concorrentes’ baterem recordes de audiência, chegando ao cúmulo de ficar atrás da TV Gazeta em 1992. Hoje em dia a Globo não abre mão de nada e compra direitos de transmissão até de torneios europeus, mesmo que seja para engavetá-los, como faz com os demais esportes, como vôlei e basquete. O desprezo da Globo pelo futebol é tanto que não manda mais a equipe de transmissão ao estádio, nem em jogos no Pacaembu, em Itaquera ou no Morumbi. Manda apenas um repórter ao campo. Nos jogos que começam às 22h, é comum a escalação dos times ser mostrada no rodapé, com a bola já rolando. A cobertura jornalística fica por conta do infantil Tiago Leifert. Se a jornalistaiada anda descendo a lenha nos jogos do Campeonato Brasileiro, comparando-os com os da Copa, deveriam comparar também a qualidade da transmissão e da cobertura jornalística dos torneios, e aí veriam que a diferença é muito maior que a existente dentro do campo.

    Curtido por 1 pessoa

    • Luís Carlos disse:

      Mas se compra os direitos para que outra emissora não faça transmissões no horário da novela é porque a novela seria menos atrativa que um jogo de futebol. Seria um estorvo maior ainda.

      A transmissão do jogo começa com a bola já rolando por causa da quantidade de chamadas publicitárias. E estas só existem porque o futebol atrai patrocinadores, e atrai patrocinadores porque há bastante gente assistindo.

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Exatamente, como comentei acima

      A Globo anda usando e abusando do recurso do tubo

      Curtir

  19. Anderson disse:

    Espero que resolvam esse problema de audiência, afinal isso afeta diretamente nossas receitas, como time com maior apelo de mídia.
    Para ter mais audiência, a receita é simples, contratar “bons atores” para os espectáculos.
    Pagar para ver um beque que custou alguns milhões, rebater a bola, e dar chutões e se meter a lançamentos de 59 metros, é chamar a nós de idiotas.
    E mais, com esse script de que jogando fora, a gente se defende, e em casa ataca, pra que assistir, se já se conhece o fim do filme?
    E, podem escrever, de todos os clubes, já fodidos por dívidas, e na mão de empresários, quem vai pagar o pato será o…….
    Isso mesmo, o Corinthians.
    Estão reclamando que a audiência caiu não é?
    Pergunta :”qual audiência caiu?”
    Dos Bambis?, dos sardinhas ? Da ponte preta?
    Ora bolas! Tudo pra enfiar no nosso.
    E, depois da mídia, das organizadas, detonando nossa imagem em todos os sentidos e enfiarem tubo no nosso, está faltando o golpe de misericórdia, ou seja, detonarem a distribuição de cotas da TV, que “aszelites” não engoliram com a implosão do bolsa quota dos 13, onde mamaram décadas na teta do Corinthians, até então o “faz me rir”, ou a Gêni do futebol, líder em esposicao.
    Se caísse a audiência do Botafogo, das Marias, do Gaymeio, haveria essa comoção geral?
    Claro que não. É a nossa. O ferro vem grosso, se a gente não se cuidar, como sócio fiel torcedor contribuinte.

    Curtir

    • RENATO77 disse:

      Pra se pensar, hein?
      Não dá pra confiar nas informações que nos apresentam e muito menos nas conclusões apressadas que muita gente chega.
      Boa analise.
      Abraço.

      Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Tambem precisa ver se não é uma pegadinha da Globo essa polemica toda sobre audiencia, só pra, la na frente, reduzir as cotas, contando com o auxilio do instituto ibope, rei da maracutaia

      Curtir

  20. Rafael disse:

    Futebol de resultados…esse é o problema…Gil…Ralf que tá melhorando…Cléber…Fábio Santos…são jogadores avaliados por metade do serviço , não sabem passar a bola , só balão , enquanto se cobra dos atacantes participação na defesa , não se cobra dos defensores que passem bem a bola , domingo Jadson ficou olhando a bola passar por cima da cabeça dele , pode colocar o Zidane…se não recebe a bola não tem como jogar , na Arena isso me irrita muito , na minha pelada de domingo se troca 20 , 25 passes em seguida , como um profissional que treina todo dia não se atenta a isso , nós temos culpa…não a tv , o jogo de toques morreu por nossa culpa , se o Mano tirar o Ralf e o Gil por causa da saída de bola e perder dois jogos em seguida tá na rua , só aplaudimos quem ganha…quer uma prova? dois times nossos…1999…2012 , você trocaria a libertadores de 2012 pelo futebol lindo do time de 1999?

    Curtir

    • Celso 1º disse:

      A mesma impresna que cobra os treinadores é a mesma que os pressiona.
      A globo também entra na onda e não defende, na prática, as boas idéias e trabalhos no futebol.

      É a mesma imprenssa que estimula entregadas, por ex.

      Curtir

  21. Stephane disse:

    Silvio, o pior é ver a Rede Globo querendo dar “bronca” nos times por conta da baixa audiência… Os clubes e a CBF tem culpa? Com certeza. Mas a principal culpada é a Globo, com as palhaçadas de jogos as 22:00, divisão desigual das cotas de televisão entre outras…

    Curtir

    • Celso 1º disse:

      Divisão das cotas tem que ser desigual mesmo, os grandes tem que ganhar mais, eles são o foco da mídia e atraem mais patrocinadores e audiência.FUTEBOL NÃO É SOCIALISMO! Além disso todos são contra o corinthians, se fosse os bambis ganhando mais ninguém dava um pio.

      O problema é que no Brasil vários clube, com apoio da mídia, tem MANIA DE GRANDEZA (ex, vasco e bambis) e achavam que deviam ganhar igual ao corinthians, mamaram por anos, seus direigentes comandando o C13 e ninguém “ligava”, mas bastou o corinthians sair “vencedo” na negociação de contratos que começou a choradeira, muito por causa do posicionamento da mídia anti formadora de opinião.

      Em todo lugar do mundo existe times gigantes, grande, médios e pequeninos, mas no Brasil inventarm a falácia de “12 times grandes” que caiu por terra com o capitalismo, que predomina no futebol mundial, chegando ao Brasil pra valer. E a coisa sufocou a rapa anti de vez porque o GIGANTE corinthians acordou e incomodou todos.

      Curtir

      • O Dani L disse:

        Compartilho da sua opiniao.

        Na epoca que o Corinthians alugava o Morumbi nao escutava nada para que houvesse uma distribuicao das rendas dos camarotes do estadio.

        So faltam criar uma regra para que a cota master seja igual.

        Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: