Surge um grupo de protesto contra o preço dos ingressos

Um grupo de torcedores decidiu se organizar e alavancar o protesto contra os preços dos ingressos na Arena Corinthians.

Intitulado de “Por um Corinthians Popular”, foi lançada uma página no Facebook.

protesto

O texto acima é assinado por “Corinthianos”, não relevando a liderança do movimento, bem como quem são efetivamente seus participantes.

Basicamente, o texto protesta contra os preços praticados na Arena Corinthians e pleiteia a extensão da lei municipal, aplicada ao equipamento municipal – Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu) – a Arena Corinthians.

E pleiteia também a abertura das contas e quantidade de ingressos colocados a venda, em cada partida.

Um manifesto popular, direcionado ao clube e aos gestores do estádio. Legítimo, pelo que pleiteia. Porém, seria interessantes que o grupo apresentasse sua liderança e seus membros, conquistando respeitabilidade dos gestores do clube e da Arena.

Além dos manifestos em redes sociais, faixas estão sendo colocados em frente a sede do Corinthians e também em frente a sede do comitê político de Andres Sanches, ex-presidente do clube e ainda, pelo menos até o dia 18 de agosto, oficialmente, líder da gestão do estádio.

Respeitamos os pleitos. E sugerimos aos líderes (ainda não declarados) do movimento, que além da gratuidade aos menores de 12 anos e aos idosos acima de 60 anos e o fim das “carteiradas”, protestem também contra o que classifico de “crachazadas”.

Um festival de crachazados circulam pelo interior da Arena em dia de jogos.

Também sob nossa ótica, não acreditamos que os preços baixem o suficiente para que atenda aos interesses de quem protesta. Vivemos sob uma nova tendência, novos tempos, o futebol deixando de ser um esporte popular, já que nem os velhos campinhos de terra temos a disposição. Hoje, ou o garoto joga nas quadras dos prédios de baixo, médio ou alto padrão (há quadras desde o Singapura até os condomínios de 5 mil reais / mês) ou jogam nos “sintéticos’ espalhados pela cidade.

As arenas, todas elas, custaram caro, compromissos financeiros a longo prazo foram assumidos, os clubes estão quebrados, devedores e manter equipes competitivas, custa tão caro quanto manter uma Arena.

É apocalíptico, porém, real.

Conheço muitas pessoas que acompanharam a obra da Arena Corinthians do lado de fora, do mezanino da estação Itaquera ou do Morro do Sofá, na Cohab, e já se conscientizaram que a visão que terão da Arena, será a de longe.

O que fazer?

É preciso encontrar uma formula. Existe luz no fim do túnel e esperamos que assim que a Arena estiver de fato pronta, com todas as áreas de entretenimento e restaurantes aptas a receberem eventos, devidamente nominadas e geradores de receitas, além é claro, da receita principal, os naming rights, a conta se torne menos indigesta e o torcedor de pé rachado possa voltar a sonhar um dia poder ver o Corinthians jogar na sua casa.

43 respostas para Surge um grupo de protesto contra o preço dos ingressos

  1. Marcelo disse:

    Esse maniste esta me cheirando coisa teleguiada sobre as eleiçoes de outubro, e se tiver torcida organizada no meio pior ainda.

    Curtir

  2. Eduardo - Itajaí - SC. disse:

    Tenho que concordar com pelo menos um item discutido aqui, a liberação de ingressos populares para os q. não são FT.
    Explicarei minha situação e de milhões de corinthianos.
    Moro a +/- 800 km de Sampa, então vejam meus gastos aproximadamente:
    – passagens de ônibus, ida e volta: R$: 180,00
    – gasto com metro ida e volta R$: 30,00
    – gasto com alimentação e bebida R$: 80,00 (contando ida, volta e estadia na cidade)
    – Dependendo do jogo, ingresso somente a R$: 180,00
    Total: R$: 470,00 – isso sem comprar um suvenir como lembrança e sem levar meu filho…
    É uma vez ao ano ou a cada dois anos ou mais…

    Eduardo – Itajaí – SC. – Sul do Brasil.

    Curtir

    • Anderson disse:

      Sugestão. Seja fiel torcedor, e filie-se a uma organizada .
      Sei que é errado, mas infelizmente o sistema permite.
      Não deveria.

      Curtir

    • Leandro disse:

      Mano, entendo a sua situação, mas o dia que isso ocorrer eu cancelo o meu ft, porque aí já não tem benefício nenhum. Além disso, doce ilusão que vc vai conseguir comprar este ingresso, porque certamente haverá filas imensas para adquirir ingresso, que era a realidade antes do FT.
      Sou a favor de uma cota de ingresso para quem vem de outros estados ou interior e estrangeiros, mas simplesmente liberar os ingressos populares vai arrebentar com o FT.

      Curtir

  3. Cesar disse:

    Ah, sei… esse movimento é o mesmo que colocou uma faixa lá no clube sábado, escrita “cadê o balaço do ITAQUERÃO”?

    Se for, quero que eles se danem, porque itaquerão só se for a mãezinha deles.

    Curtir

  4. Santiago disse:

    ENQUANTO PERDURAREM ESSES PREÇOS……….Pay-Per-View neles !
    a) lanchonete a 6 mts.,(geladeira, fogão, forninho e micro-ondas)
    (água, refrigerantes,sandubas, petiscos, cerveja, uisque e o escambau …tudo sem fila )
    b) protegido pelas intempéries do tempo.
    c) sofá, travesseiros, almofadas, etc
    d) custo transporte ZERO
    e) custo ingresso ZERO
    f) custo estacionamento/flanelinhas ZERO
    g) trânsito ZERO
    h) volume ambiente ao seu gosto
    i) riscos de brigas/assalto ZERO.
    j) cheiro de fumaça de cigarros, tanto o industrial como o artesanal ZERO
    k) E PRA FECHAR COM CHAVE DE OURO : cânticos de organizadas nem f……..!!! aí quem agradece é o meu ouvido…

    Curtir

  5. Mauro Oliveira Ben Yosef disse:

    Precisa vender os camarotes, ter renda fixa dos setores mais caros e aí sim colocar preços mais baixos nos setores mais populares.

    EU particularmente acho os preços salgados,os gestores devem encontrar um meio de tornar a arena sustentável e acessível.

    Curtir

  6. Celso 1º disse:

    Primeiramente temos que observar que os protestos contra os preços ja vinham desde à época do pacaembu.

    Segundo, os preços dos setores norte e sul equivalem ao dos setores atrás do gol praticados no paca, assim como o da Leste inferior que tem uma diferença de apenas 10,00 com relação a antiga amarela.

    O que ocorre é que os setores populares (norte e sul) da nova arena chegam a 12 mil lugares (descontado parte da sul para os visitantes e para divisa de torcidas), enquanto no paca o número era de 22.000 lugares, ou seja diminuiram o total de ingressos populares.
    Acho que para compensar isso a diretoria poderia baixar o Setor leste inferior para 60,00 e o superior para 120,00.

    Os setores oeste são luxuosos e serão caros, todo empreendimento tem setores diferenciados, na nossa arena, a mais luxuosa do mundo o futebol, não poderia ser diferente.Além disso a arena precisa ser lucrativa e se pagar também.
    Gratuidade não dá né, o estádio é privado.
    O certo é que a crítica é valida mas não da forma que muitos falam como se tudo fosse uma merda, como se o estádio estivesse às moscas.
    Infelizmente os setores populares se esgotarão sempre na MECA, quem não for sócio não comprará. Imaginem se fossem mais baratos??
    Outra sugestão que tenho é do clube reservar no mínimo 2.000 ingressos populares para sorteio para os não sócios, isto faria com que um torcedor “comum” sem grana apra pagar pelos ingressos que sobram após as vendas para os sócios tivesse chance de ir a MECA.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Entendo que em meio as varias reclamacoes, aumentar as chances de compra dos demais fieis torcedores, aqueles que não são ranqueados, seja uma das iniciativas necessárias

      Curtir

      • Leandro disse:

        Silvinho,aumentar as chances daqueles que não são ranqueados é privilegiar os que vão menos em detrimento dos que vão mais e dão renda inclusive em jogos “menos importantes”. Sou a favor de níveis de ranqueamento, com datas/horários diferentes para compra.
        abs

        Curtir

  7. Ernesto de Minas disse:

    Eu acho AS um falastrão e já o critiquei muito aqui. Mas ultimamente vejo que ele vem sendo atacado por uma campanha armada contra a sua eleição.
    Esse “grupo de oposição” usa o mesmo desenho do “fora Dualib”, o que mostra a política interna do clube.
    Só que isso não tem importância ; o que importa mesmo é o conteúdo da nota. E eu discordo dessa pressão por preços baixos nos ingressos. Primeiro porque não é com preço de 1 pé de alface que vamos pagar esse estádio. Segundo porque a soma FT + preços baixos é elitista e excludente pois colocará no estádio sempre os mesmos torcedores, ou seja, aqueles que podem estar toda quarta-feira a noite no estádio e deixará de fora os que trabalham/estudam a noite e poderiam eventualmente ir ao estádio , os que moram no interior ou em outro estado como é meu caso.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Tenho (quase) absoluta certeza que este movimento não vem sendo incentivado por politicos corinthianos

      Curtir

    • Luís Carlos disse:

      Acho que cada torcida organizada tem seu candidato próprio, que, se eleito, tratará de legislar para eles. Quem pode alterar política de preços, se pode, é o presidente do clube, e o presidente do Corinthians é o Mário Gobbi e não o Andrés. E o Andrés não é candidato a presidente do Corinthians.

      O que me parece estar em disputa é o voto do torcedor Corinthiano que vota em gente que se aproveita do nome do clube em proveito próprio e não o voto dos sócios.

      Curtir

  8. mano disse:

    nem tanto ao céu, nem tanto ao mar, já dizia um antigo provérbio popular; acho que dá para alterar a política de preços, dependendo do setor. Acho que melhoraria a frequência ao estádio e a renda total não sofreria queda e talvez até melhorasse com público maior. Outra questão é que até 1 ano atrás ninguém reclamava de pagar mais pelo ingresso no futuro desde que a ‘casa nova’ ficasse pronto, bonita, confortáve, etc,etc. Tudo isso agora está a disposição da torcida, tem custos de manutenção e terá que ser pago(sim, esse estádio não foi de graça como sugerem os antis) muito caro por ele. Então tem que se achar uma fórmula que equilibre isso. Mas achar que o preço vai cair a nível do que cobra os outros times, é só pra quem não entende nada, nadinha mesmo, de economia. Agora, que esse movimento é político, não tenham a menor dúvida. Quem já bebeu daquela água, gostou do saber e vai querer voltar. É só ver o símbolo do movimento que vc já tem noção de quem está por trás disso. Abraços

    Curtir

  9. Anderson Silva disse:

    PRA MIM TA CLARO QUE ESTA MERDA DE OPOSIÇÃO TA POR TRAZ DISSO
    OS CARA QUEREM O PODER. NÃO QUEREM O BEM DO CORINTHIANS
    OS CARA NÃO FALAM : CONTRATA QUE NOIS PAGA?
    AGORA NÃO QUER PAGAR INGRESSO ?
    É MEIA DUZIA DE GATO PINGADO QUE TA AGITANDO
    VAI PRO OUTRO BLOG

    Curtir

  10. Carlos Roberto disse:

    Tudo na vida tem que ter um ponto de equilibrio.
    O Setor Norte e Sul e até acho razoavel, com desconto do FT fica em $ 35,00; o que precisa mudar é acabar com a area destinada as torcidas adversárias, acho que deveria ser toda area dos FT e organizadas e isso ainda poderia ajudar evitando depredações.
    O Setor Leste inferior poderia ter desconto maior, de 40% para o Fiel Torcedor-FT, ficando a $48, valor razoável para esse local e que já poderia lotar na compra pela internet.
    Se os ingressos no Setor Leste superior e Setor Oeste inferior e superior não vende é porque estão muito acima da realidade.
    Pra mim esses setores citados deveriam ter um desconto de 50% para os F.F. nos jogos do Brasileirão e Campeonato Paulista, estimulando a lotação dessas areas.
    Assim o Leste Superior ficaria a $90 e Oeste inferior a $125 e Oeste Superior a $200 para os F.T. e quem não quiser ser FT que pague o preço normal.

    Curtir

  11. Anderson disse:

    Até o símbolo do “Fora Dualib”, copiaram. Está na cara que é político (mas não politico, pt, psdb), politico eleitoral no clube.
    É só ler o blog do Citadini e ver a euforia que reina na oposição com os últimos fatos.

    Curtir

    • Marcio Silva disse:

      Veja o manifesto do Lançamento do Movimento Fora Dualib

      Qualquer semelhança é mera coincidência ?

      MANIFESTO

      A idéia deste movimento surgiu durante uma reunião de corinthianos, realizada para discutir questões envolvendo o cotidiano do Sport Club Corinthians Paulista. Foi uma iniciativa de torcedores, organizados e não-organizados, que estão descontentes com a atual fase, a má gestão do clube e o continuísmo dentro do Parque São Jorge. Com o objetivo de lutar contra essa péssima administração – que tem como figura central o presidente Alberto Dualib -, criamos este movimento, totalmente independente, mantido pela nação corinthiana e sem nenhuma ligação com o grupo de oposição do clube.

      Nós exigimos a saída de Dualib da presidência do Corinthians e o fim da ditadura no clube! Para isso, organizaremos uma série de manifestações pacíficas nas ruas, nos estádios, no clube e via internet. Cumprindo seu dever histórico, a nação corinthiana se reúne para uma luta que pertence a cada um dos 30 milhões de apaixonados pelo Sport Club Corinthians Paulista.

      Desde o ano passado, o futebol do Corinthians enfrenta uma crise sem tréguas. Ao invés de ocupar seu lugar entre os primeiros, teve desempenhos medíocres nos dois últimos campeonatos Paulistas e brigou para não ser rebaixado no Brasileirão. Isso sem falar na falta de resultados em outras disputas, como Libertadores da América e Copa do Brasil. A má situação do Corinthians dentro de campo é reflexo dos transtornos administrativos do clube, que vem se afundando em problemas nos últimos seis anos.

      A MSI surgiu para estancar a crise financeira do Corinthians. Mas, como todas as parcerias firmadas na era Dualib, foi assinada e gerida de forma obscura. A suspensão dessa última parceria, há cerca de um ano, fez com que o clube mergulhasse ainda mais em dívidas, já que sua arrecadação não é suficiente para sanar todos os gastos. Os gastos, por sua vez, são excessivos, o que comprova a má gestão do atual presidente, seus vices e diretores. Como se não bastasse, são cada vez mais freqüentes as denúncias de fraudes, desvios de verbas e nepotismo. Processos contra o presidente, movidos por associados do clube e torcedores se amontoam nos tribunais aguardando julgamento. Além das ações movidas por ex-técnicos e jogadores, que não receberam o previsto em contrato.

      E assim é que Dualib vem se mantendo no poder há 14 anos, a um preço alto demais para o Corinthians e especialmente alto demais para os milhões de torcedores apaixonados pelo time do Parque São Jorge.

      A ditadura deve terminar! Os associados precisam ter o direito de eleger seu presidente, assim como escolhem o conselho que representa seus interesses. Mais que isso: a nação corinthiana precisa se unir para tirar do poder um grupo de pessoas que ao invés de pensar no bem do clube, se preocupa unicamente com favorecimento próprio e disputas de poder.

      Chega de conivência, chega de passividade! O Corinthians precisa ser administrado de forma clara e honesta para voltar a ser grande. E para honrar a sua história e o próprio hino.

      “Seu passado é uma bandeira, SEU PRESENTE, UMA LIÇÃO.”

      “O Corinthians vai ser o time do povo e o povo é quem vai fazer o time”

      (Miguel Bataglia, primeiro presidente do Sport Club Corinthians Paulista)

      Curtir

  12. Eduardo disse:

    Que vergonha, o clube se vangloriando em ser o mais rico do brasil e ta quebrado…e ninguem assume!

    Curtir

  13. Corinthians não construiu Arena pra 50.000 pessoas pensando em deixar lugar vazio, a busca é claro vai ser sempre pra ter o máximo de torcedores no estadio.

    Equação mágica pra mim é publico de aproximadamente 35.000 pessoas e ter R$ 2,5 milhões de renda
    E com 42.000/45.000 pessoas, ou seja finais e jogos decisivos, ai sim, arrebentar a boca do balão e chegar a mais de R$ 4 milhões de renda.

    Minha ideia, já considerando descontos FT:

    Norte/Sul -12.000 pagantes x R$ 35 = R$ 420.000

    Leste Sup. – 8.000 pagantes x R$ 65 = R$ R$ 520.000

    Leste Inf. – 8.000 pagantes x R$ 105 = R$ 840.000

    Oeste Inf – 4.000 pagantes x R$ 150 = R$ 600.000

    Vip – 1000 pagantes x R$ 200 = R$ 200.000

    Total – Publico: 33.000 pagantes – Renda: R$ 2.580.000

    Acho possivel.

    Curtir

    • Luciano disse:

      Concordo com seus cálculos e acrescento: à medida que a arena for ficando pronta, outras fonte de receita poderão subsidiar os ingressos, pois o mais importante, a meu ver, é levar público à arena e assim, fazê-los consumir produtos e serviços dentro da arena. Se for cobrar ingressos muito caro, o torcedor vai pensar 2 vezes antes de ir, pois não teria condições de consumir produtos e serviços dentro da arena.

      Curtir

  14. Jorge disse:

    Esse é o preço iremos pagar pela entrega do projeto da Arena ao megalomaníaco pilantra do Andres Sanchez e pela imbecilidade de realizarmos essa merda de Copa do Mundo.

    Hoje temos uma conta absurda em função dos luxos e devaneios de um projeto mal feito, não havia necessidade de tanta frescura, de mármore no teto, de banheiro climatizado, e isso e mais aquilo,

    Um estádio projetado para a nossa realidade, privilegiando setores populares e com capacidade maior custaria a metade do que foi gasto e provavelmente nenhum torcedor sofreria com chuva.

    A conta de 1 bilhão está nas nossas costas para a nova etite usufruir de luxo e requintes.

    Enquanto isso o canalha do Sanchez dá risada e de bolsos cheios e ainda tem corinthiano que acredita no Naming Rights, na venda de camarotes, nos restaurantes de luxo e pior de tudo, em votar nesse salafrário.

    O futuro é incerto, não imagino que a Arena irá se bancar sozinha e muito menos pela nova elite corinthiana, passada toda essa euforia não mais frequentarão Itaquera.

    Curtir

  15. PAULO disse:

    EM PRIMEIRO LUGAR ESSE PESSOAL TEM QUE SE IDENTIFICAR, SENÃO PODE PARECER OBRA DE ANTICORINTHIANOS PARA INVIABILIZAR AS NOSSAS ARRECADAÇÕES.
    EM SEGUNDO LUGAR QUANDO FALEI AQUI QUE ESSE ESTÁDIO DEVERIA ESTAR COMPLETO COM AS ARQUIBANCADAS SUPERIORES ATRÁS DOS GOLS E AÍ SEPARAREM UM SETOR GRANDE DO ESTÁDIO E COBRAR PREÇOS MAIS POPULARES NINGUÉM ME OUVIU.
    AGORA QUE O DEUS ANDRÉS RESOLVA ESSA QUESTÃO…

    Curtir

  16. Luciano disse:

    Acho que futebol não se faz com ingressos a R$ 5 como alguns clubes “modelos” daqui de SP vem fazendo. Nossa arena, que alguns insistem em dizer que foi “dada” “doada” e querem fazer que outras pessoas acreditem nisso, tem que ser paga. Para isso, não dá para vender ingressos a R$ 10 ou R$ 20. Acho que os setores norte, sul, leste (inferior e superior) e oeste (inferior) devem ter preços no máximo a R$ 100 (o setor mais caro, claro). Os setores oeste superior e VIP devem ter preços mais caros. Acho também que o Corinthians precisa encontrar receita que viabilize os ingressos mais baratos. Do jeito que está, eu e muitos torcedores não conseguiremos ir na arena.

    Curtir

  17. Luís Carlos disse:

    Eu acho que os preços de qualquer coisa sempre encontram seu equilíbrio e não será diferente para os ingressos. Acho que o Corinthians é uma empresa, e empresa não tem coração.

    Mas agir como empresa significa tirar o máximo de todos e não só de alguns. Não faz sentido que alguns que queiram pagar fiquem de fora enquanto outros possuem cadeira cativa sem pagarem nada. Entendo que o clube deve cobrar o máximo das rádios, portais de internet e tvs que não pagam direitos de transmissão. Deve cobrar dos torcedores organizados o mesmo que cobra dos demais torcedores. Deve rever a política de distribuição de ingressos para conselheiros, no mínimo para conselheiros que não conseguem chegar à sede do clube sem um GPS no carro, que vestem camisas de outros times ou que chamam o estádio por outro nome. Deve rever a política de distribuição de ingressos para celebridadezinhas de tvs de quinta, para políticos, barnabés, marias-candelárias e para outros lambe-bolas.

    Quanto aos protestos e manifestações, entendo ser de direito. Desde que o objeto seja realmente o objeto e que nenhum manifestante esteja sendo remunerado por torcidas organizadas, remuneradas por sua vez por partidos políticos, remunerados por sua vez por dinheiro roubado.

    Curtir

  18. Marcos ZZ disse:

    Essa geração que deixa a barba crescer, as meninas usam óculos grandes e fazem algmas tatuagens são umas bestas humanas. Me lembra a geração cara pintada, manipulada pela mídia.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Acredito que esse grupo até tenham alguns integrantes com esta categoria, mas no geral, fogem deste prototipo. Na verdade, a gente não sabe bem quem é quem no grupo

      Curtir

  19. Samuel disse:

    Silvinho, as lideranças deverão aparecer, mas isso não é o mais importante, e sim a legitimidade e apoio da cobrança, que com certeza tem de boa parte da Fiel. Eu sou um dos que apóiam, e se convidado a fazer parte oficialmente iria com certeza.
    Todos nós sabemos que as arenas custaram muito dinheiro, que o futebol mudou, que não dá para ter ingresso baratinho, mas isso não justifica cobrar valores exorbitantes como os que estão sendo praticados pelo nosso clube.
    Já tinhamos os ingressos mais caros antes da arena, e agora atingimos um patamar que faz inveja aos mais segregadores e elitistas clubes do mundo. Nem o Paulistano seria capaz de tal proeza.
    Contra o Bahia, 22 mil ingressos já esgotados. Os mais baratos, que não são baratos diga-se de passagem, custam o dobro ou o triplo da média das outras equipes. Os outros 26 mil não serão vendidos, porque esses são feitos para reis e imperadores, variando de R$ 180,00 a R$ 450,00.
    Sanchez prefere ver esses setores vazios e responder de forma estúpida a sua torcida, quando qualquer pessoa mais sensata atenderia os anseios do seu público, seu cliente, sua sustentação, e colocaria preços que permitiria encher o estádio.
    Sanchez, até ontem nosso maior presidente, cai desgraçadamente no conceito da Fiel, no meu particularmente, com essa política burra, elitista e arrogante, com o brilho ainda da “genialidade de gestão” de sonegar impostos, transformando dívida de 34 milhões em 180 milhões, além de jogar o seu nome e do clube na lama. Sinceramente, se depender do meu voto ele já pode ir dando adeus ao sonho de ser deputado.
    Valeu!

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Reitero que há luz no fim do tunel. A Arena se tornando rentável, agregando valores com nominação de áreas como camarotes e restaurantes, visitação, eventos, etc, além, claro da maior receita que são os NR

      Isso tudo, só no primeiro trimestre (ou semestre) de 2015. Até lá, não acredito que mude alguma coisa. Pra quanto deveria cair o preço de um ingresso hoje de 180 reais de modo que atenda a possibilidade das camadas mais pobres ? Respondo, nem pela metade.

      A solução seria o que em tese nem iria existir, como de fato, não vai existir. As provisórias, de alguma forma se tornando permanentes (hipótese tecnicamente descartada pelos engenheiros), cobrando ingresso entre 10 e 20 reais.

      Curtir

      • Samuel disse:

        Silvinho, o protesto já surtiu um pequeno efeito, a diretoria baixou os ingressos de 180,00 para 150,00 e aumentou o desconto do FT.
        Ok, já é alguma coisa, pelo menos mostra sensibilidade aos apelos da torcida, que deve ser tratada com consideração sempre,e não ligado o foda-se como estava acontecendo até então.
        Concordamos em pagar mais, não precisamos de esmolas e promoções de 5 reais como as torcidas de modinhas, mas não por isso seremos explorados sem dó nem piedade.
        No futuro quando tudo estiver funcionando também acho que vai melhorar, mas dá para melhorar agora, e essa redução é a prova disso.
        Valeu!

        Curtir

  20. O Dani L disse:

    Nao apoio o manifesto por ser anonimo.
    Nao concordo com a gratuidade pelo mesmo fato de nao existir isso em outros eventos privados seja show, seja teatro, seja cinema.
    Nao concordo com o argumento de que o estadio estava vazio no classico. (lembrando que tem setores em obras e reformas apos a copa)
    Nao concordo no argumento de que rico paga R$ 18, ate porque nao existe ingresso nessa faixa de valor. E o “rico” nao vai pagar para ficar no meio de organizada que sao os setores com maior carga de ingressos populares.
    Sou a favor da redução apenas do leste superior o que ja foi falado pela diretoria que deve acontecer.
    Sou a favor da abertura das contas do estadio e da divulgação das cargas de ingresso (solicitadas no manifesto)
    Sou a favor do fim das carteiradas e crachazadas.
    Sou a favor da redução das taxas pagas a federação paulista.
    Sou a favor da redução das taxas pagas a policia.

    Deixo uma sugestão:
    Uma coisa que poderia ser feita é o Corinthians realizar um treino semanal ou mensal, preferencialmente de fds, aberto e gratuito (obviamente com quantidade limitada de ingressos).

    Curtir

  21. Quando se mistura politica com futebol da nisso, adoro o Andrés como cartola do Corinthians, mas foi só misturar com politica da nisso, pode escrever ele vai se arrepender de ter entrado na politica, ele devia ter ficado só no futebol.

    Curtir

  22. Alvaro disse:

    Sempre sonhávamos com nosso estádio, mas como o Andrés disse o estádio pro Corinthians custaria 400 milhões, mas para ajudar a cidade vamos cede-lo para a abertura da copa e por conta disso o valor gira em torno de 1 bi,,, o “F…” é isso,, a Fifa exigiu muitas coisas e quem vai pagar a conta é o torcedor?
    O mais estranho é que nos outros estádios o padrão Fifa não foi visto, ou seja só exigiram no nosso?
    Um estádio de 1 bi onde o único torcedor que não toma chuva é o que fica na leste ou oeste superior.
    Realmente o acabamento é de 1º mundo, banheiros, lanchonetes, corredores, escadas, gramado, só que onde o torcedor fica mesmo……..

    O que eu acho estranho é que fizeram uma estádio quadrado justamente para baratear a obra, fora as acusações que caíram no esquecimento que a construtora atrasou a obra propositalmente
    Idosos e Crianças não devem entrar de graça pq é um estádio particular, mas no mínimo pagar meia isso deveriam sim

    Curtir

  23. Fabiano disse:

    Já obtive informação que se comprada uma marmita, fulano de tal coloca a pessoa dentro do estádio. Absurdo.

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: