Manifesto

12/09/2014

manifesto


Ole Brasil se desculpou com Elias.Mas só isso adianta?

10/09/2014

Maicon foi dispensado da seleção brasileira, por indisciplina.

Até ai, tudo bem. O fato é que o inábil novo coordenador da CBF, Gilmar Rinaldi, conduziu o processo tal e qual o seu nariz.

Convocou uma coletiva, rápida, curta e grossa, cheia de mistérios e o desfecho, de forma lamentável, pedindo aos jornalistas que não exercessem seu ofício, que é o de perguntar, questionar.

Afinal, quais foram os motivos da saída de Maicon? Pelo que parece, Maicon se atrasou na reapresentação da folga e foi cortado por indisciplina.

E ai entrou em cena aqueles que se utilizam da ferramenta digital de forma bandida.

Um suposto “amigo pessoal” de um atleta da seleção, utilizando-se de um perfil falso na internet, propagou um maldoso boato que atingiu diretamente o atleta Elias, além de Maicon.

E o tal site Olé Brasil, entrou na onda, dando ares “oficiais” ao boato.

Ameaçados por processos, resolveram se retratar, dirigindo-se ao procurador de Elias, seu pai, Eliseu.

Boa tarde, Sr. Eliseu.

Primeiramente, conforme solicitado, já retiramos a matéria do ar.

Bom, não sei se já conhece o Olé do Brasil, mas trata-se de um site de notícias fictícias e sátiras de notícias esportivas. Não trata-se de um veículo de comunicação, mas um blog de entretenimento feito por amigos.

Como o Sr. deve ter acompanhado, desde a dispensa do jogador Maicon, algumas brincadeiras (de péssimo teor) começaram a surgir na internet envolvendo o jogador Elias.

Depois de ver como esses boatos disseminam na internet, de forma que as pessoas compartilham coisas absurdas e sem fundamento, como já aconteceram de teorias de venda da Copa do Mundo, etc., resolvemos fazer uma crítica ao boato, criando uma notícia sem qualquer possibilidade de ser real para fazer com que as pessoas refletissem como algo absurdo muitas vezes é compartilhado, e as pessoas fazem daquilo uma verdade, mesmo que seja algo impossível.

Nossa intenção nunca foi criar um problema para alguém, tanto que colocamos no final da matéria que era brincadeira, que o texto era fictício, no canto inferior direito, em crítica aos boatos.

Pelo contrário, nossa intenção era fazer com que boatos pesados como os que estavam acontecendo na internet fossem amenizados à medida que as pessoas vissem como algo pode ser inventado sem nenhum fundamento e que deveriam refletir melhor sobre o que compartilham.

Pedimos desculpas se causamos problemas ao Elias, que é um jogador que admiramos e estamos acostumados a ver jogar.

Caso ache interessante, podemos fazer algo para ajudar na queda do outro boato infeliz que surgiu na internet e que todos sabemos que trata-se de uma brincadeira de mau gosto.

Mais uma vez lamentamos que tenham sentido-se ofendidos, pois de forma alguma era a intenção.

Equipe Olé do Brasil

 

Isto basta ?

Não.

Os prepostos de Elias devem prosseguir com as medidas jurídicas e as autoridades investigarem a origem dos boatos.

Não é difícil, basta um minucioso trabalho de rastreamento pela rede mundial de computadores.

No Brasil, especificamente, inúmeras reputações vêm sendo destruídas por publicações na internet. Vídeos, fotos, textos, compartilhados nas mais diversas redes sociais.

Já existem órgãos oficiais especializados no combate a este crime. Recentemente prestamos consultoria a uma advocacia que defendeu um casal, que teve fotos manipuladas e montadas e posteriormente compartilhadas em redes sociais com o intuito de difama-los. Uma investigação da delegacia de crimes digitais chegou rapidamente aos envolvidos, no caso, uma ex-colega de trabalho da vítima.

Mas e os danos psicológicos causados as vítimas? As vidas destruídas, os transtornos, os prejuízos morais e materiais?

Irrecuperáveis.

Lamentavelmente.


Uma segundona de boas notícias

09/09/2014

A primeira:

Na noite desta segunda-feira (08), o atacante Paolo Guerrero foi absolvido por unanimidade em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. A promotoria do STJD havia denunciado o peruano.

Os relatores não viram intenção do atacante em empurrar o árbitro Leandro Bizzio Marinho na derrota para o Bragantino por 1 a 0 na primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, realizada no dia 27 de agosto.

 

Ainda do STJD:

Expulso no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil por dar um carrinho no atacante do Bragantino, o lateral-direito Ferrugem foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na noite desta segunda-feira (08). Os relatores do processo entenderam que um jogo de suspensão era pena suficiente.

Ferrugem recebeu cartão vermelho na partida realizada no dia 27 de agosto e já cumpriu a suspensão automática na partida de volta, na última quarta-feira (03).

 

E a outra boa notícia:

A Fiel mostra mais uma vez o amor incondicional que tem pelo Corinthians. Com a força da torcida, o Timão fechou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2014 com a melhor média de público pagante. Nos 10 jogos disputados em casa, o Alvinegro teve média de 29.634 pagantes por partida (mais de 296 mil no total).

Nas 10 partidas do Corinthians em casa no primeiro turno do Brasileirão, sete foram disputadas na Arena Corinthians, duas no Canindé e uma no Pacaembu. Sem os dois jogos realizados no estádio da Portuguesa, que tem capacidade menor, a média é ainda melhor: 33.189 pagantes por jogo.

Arena Corinthians
Inaugurada no dia 18 de maio deste ano, a Arena Corinthians recebeu sete partidas do Corinthians neste Brasileirão. Nos jogos disputados apenas no estádio, a média é de 32.730 pagantes.

Domínio
Nos últimos anos, o Corinthians tem dominado a liderança da média de público do Campeonato Brasileiro. O Timão terminou as edições de 2010, 2011 e 2012 na frente dos demais clubes da Série A.
Confira as melhores médias de público pagante do primeiro turno
Corinthians: 29.634
São Paulo: 29.491
Flamengo: 28.242

 

Jogos do Corinthians como mandante
Corinthians 2×0 Flamengo (Pacaembu)
Público: 36.402
Corinthians 0x1 Figueirense (Arena Corinthians)
Público: 36.123
Corinthians 1×1 Atlético-PR (Canindé)
Público: 13.137
Corinthians 0x1 Figueirense (Canindé)
Público: 17.696
Corinthians 1×1 Botafogo (Arena Corinthians)
Público: 37.119
Corinthians 2×1 Internacional (Arena Corinthians)
Público: 32.644
Corinthians 2×0 Palmeiras (Arena Corinthians)
Público: 31.031
Corinthians 1×1 Bahia (Arena Corinthians)
Público: 30.819
Corinthians 5×2 Goiás (Arena Corinthians)
Público: 26.486
Corinthians 1×1 Fluminense (Arena Corinthians)
Público: 34.889

 

Fonte: Site Oficial

Opinião:

São, de fato, excelentes notícias.

No caso de Guerrero, num lance quase semelhante ao de Petros, desta vez o Tribunal entendeu que não houve intenção.

E um alerta aos árbitros, se estiverem mal posicionados nos lances, o risco de levar um “encontrão” é grande.

Sobre Ferrugem, nada a acrescentar.

E a melhor média de público no primeiro turno. Média prejudicada pelos dois jogos realizados na boate portuguesa, escura e em estado de abandono. Uma pena o que estão fazendo com a Portuguesa.

Mesmo diante das reclamações sobre os preços dos ingressos e direito a gratuidade a menores e idosos (lei municipal aplicada ao Pacaembu), o público vem comparecendo.

Alguns ajustes nos preços já vem sendo realizados e ainda há como encontrar um ponto de equilíbrio satisfatório.

Sobre a gratuidade, acredito que com a retirada das cadeiras dos setores norte e sul, que deverá ocorrer ano que vem, o clube possa praticar este formato, mesmo sendo uma lei municipal aplicada ao equipamento público, no caso o Pacaembu.

Mas isso é opinião e não informação.

Sobre os protestos, pertinentes, sob nosso entendimento, desde que sejam pacíficos e organizados, alguns fatos lamentavelmente já depõem contra a ação.

Intimidar dirigentes e conselheiros do clube não é o melhor caminho. Que continuem protestando pacificamente e de forma organizada.

 

 


Romarino não vai mais “faser iso”

05/09/2014

ROMARINO

Romarinho está indo embora.

O atleta, que de tanto marcar gols no rival Palmeiras, acabou se transformando em “meme”, um personagem criado nas redes sociais, por Kelvin Thiago.

Romarinho ganhou notoriedade não só pelos gols contra o Palmeiras, mas principalmente pelo golaço marcado contra o Boca Jrs, no primeiro jogo da final da Copa Libertadores, em 2012.

Mas agora, seduzido por uma proposta do mundo árabe, é quase certo que Romarinho está dando adeus.

A proposta é boa para o atleta, que poderá embolsar mais de 2 milhões e principalmente ao empresário Carlos Leite, que ficará com a singela quantia de quase 11 milhões.

Ao Corinthians, restará quase 9 milhões.

Os números são especulativos. E se confirmados, excelentes.

E diante destes números, fica difícil dizer não ao El Jaish, dos Emirados Árabes.

Entre altos e baixos, é sempre uma boa opção, seja reserva, como titular.

Nos próximos dias teremos uma definição sobre o caso.

E Romarinho, no próximo domingo, poderá vestir pela última vez a camisa corinthiana.


Eles foram desclassificados. E deram graças a Deus

05/09/2014

O Guarani da Água Branca, outrora Palestra Itália, também conhecido como Palmeiras, foi desclassificado da Copa do Brasil.

E tem palmeirense dando graças a Deus.

Porque se passassem, teriam que enfrentar o Corinthians. Mas deu Atlético Mineiro.

E num ano em que as coisas não estão dando certo e o rebaixamento assusta, ser humilhado mais uma vez pelo maior rival, seria catastrófico para os palestrinos.

Por esta e outras, agradeceram aos céus a desclassificação.

O jeito agora é focar na tentativa de se livrar do rebaixamento.

 


De um lado, Bragantino. Do outro, time grande. Deu a lógica

04/09/2014

Vencemos o Bragantino e estamos classificados para a próxima fase da Copa do Brasil.

3 a 1, com direito a uma bela exibição de Renato Augusto.

Foi uma bela exibição de Renato Augusto (créditos: Marcos Ribolli)

Foi uma bela exibição de Renato Augusto (créditos: Marcos Ribolli)

O Corinthians procurou o gol desde os primeiros minutos da partida.

Como vem fazendo quando joga em casa. A diferença, é que desta vez a bola foi para o fundo das redes.

Em menos de 20 minutos, tudo estava resolvido.

Um belo chute de fora da área de Renato Augusto, oportunismo de Ralf e bela cabeceada de Felipe.

E nos gols de Ralf e Felipe, Renato Augusto participando dos lances.

Precisávamos de dois gols para nos classificarmos para a próxima fase, sem precisar passar pelo sofrimento da disputa por pênaltis.

Antes do final do jogo, o Bragantino marcou o seu, mas sem tempo para reação.

Jogamos bem, mesmo desfalcados e agora enfrentaremos o vencedor da disputa entre Atlético Mineiro e Palmeiras.

Que cravo, sem pestanejar, vai dar Atlético.

Vamos debater esta importante vitória.

E deu a lógica. Porque time grande não é desclassificado pelo Bragantino.

Vai Corinthians!

***

Imagens registradas na Arena

DSCN6491

DSCN6492

DSCN6493

DSCN6494

???????????????????????????????

 


Pra que serve o SEV ?

02/09/2014

Social Esportiva Vitória.

Você já ouviu falar neste clube ?

Segundo o Wikipédia, Social Esportiva Vitória (conhecido como SEV Hortolândia e cujo acrônimo é SEV) é um clube brasileiro de futebol da cidade deHortolândia, interior de São Paulo. Foi fundado em 10 de maio de 2001 como Sociedade Esportiva Votuporanga na cidade deVotuporanga, onde esteve sediado até 2005. Iniciou suas atividades na nova sede em janeiro de 2006. Manda seus jogos no Estádio Municipal José Francisco Breda, que tem capacidade para 10.002 pessoas.

Não obtive dados se este clube participa de competições e em qual divisão.

Mas dois detalhes nos chamaram atenção, especialmente quando fomos informados pelo leitor Luis Carlos, a respeito dos trâmites burocráticos da rescisão contratual de Cleber, ex-zagueiro corinthiano.

A rescisão de Cleber com o Corinthians foi registrada no BID da CBF no dia 25 de agosto.

No dia 26 de agosto, Cleber aparece no BID inscrito no SEV Hortolândia.

Cleber, que foi negociado com o Hamburgo, da Alemanha.

E no dia 28 de agosto, o BID publica a rescisão de Cleber, com o SEV Hortolândia.

E hoje nos deparamos mais uma vez com o SEV na nossa vida.

Petros, que foi atleta do Penapolense, teve seu registro de rescisão contratual publicado no BID, no dia 01 de agosto, mas pelo mesmo SEV.

E no mesmo dia, aparece inscrito pelo Corinthians, sendo que consta a data de 02 de agosto no registro do seu contrato na Federação Paulista, situação que, segundo matéria do Diário Lance, pode gerar problemas para o Corinthians.

Confesso que não compreendo toda essa movimentação. Não sou especialista na área, tão pouco tenho conhecimento mais apurado, mas tudo me soa estranho.

A princípio, a impressão que fica, é que este clube de Hortolândia é daqueles montados por empresários para servirem de barriga de aluguel.

No caso da negociação de Cleber, como o Corinthians não exerceu a opção de comprar 20% dos direitos econômicos do atleta, teve que libera-lo sem multa contratual e sem receber nada pela negociação.

No mínimo, além de não ganharmos nada, saímos perdendo.

No caso do Petros, quando a gente imaginava que este jogador só nos daria alegrias, o que mais vem dando é dor de cabeça.

 


A bipolaridade nas palavras do presidente

01/09/2014

Palavras do presidente Mario, em nota oficial no site do clube, em comemoração aos nossos 104 anos.

Palavras do presidente Mario, em entrevista exclusiva ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta.

Salvo alguma crise de bipolaridade momentânea, a gente tem que escolher em qual das palavras a gente se apega.

Porque elas são absolutamente contraditórias.

Eu fico com as palavras da entrevista. Mais realistas, de corpo e alma, para as câmeras e os microfones, de cara limpa.

Na entrevista, Mario Gobbi trouxe ao conhecimento do torcedor um quadro estarrecedor da situação financeira do clube.

A dificuldade para honrar com a folha salarial dos próximos meses, resume bem o que foi a entrevista.

Ai você, o torcedor, a mídia ou qualquer um que tenha assistido à entrevista, pergunta: “Como pode o clube tido como a maior marca do futebol brasileiro, da maior torcida, de um patrimônio inigualável, o que mais fatura, o que mais rende audiência, dono do estádio da abertura da Copa, um dos únicos clubes com patrocinador master, costas e omoplata da camisa, chegar a esta situação ?

Não é contraditório ?

Alguns ressaltaram a coragem do presidente Mario Gobbi em ter concedido esta entrevista e por tudo que nela declarou.

Concordo.

É preciso ter muita coragem para declarar que, com tudo isso, com tanto dinheiro, com tantos recursos,  não sabe como honrar com a folha salarial dos próximos meses.

É atentar a própria incompetência. 

A gente que acompanha as coisas por dentro, sabe que muita coisa poderia ter sido evitada. Faltou pulso, coragem e sobrou incompetência.

Experiência se adquiri.

Errar, acertar, faz parte do jogo. É natural. Mas a soberba, a arrogância, não podem suplantar a incompetência.

Apoio, teve de sobra. Se em algum momento houve abandono, não foi dos seus pares, principalmente daqueles que efetivamente trabalharam para que ele ocupasse o cargo mais desejado do país.

De fato, é preciso ter coragem para ir às câmeras de televisão dizer que não sabe como honrar folha de pagamento, tendo um dos maiores orçamentos do futebol brasileiro.

E enalteceria ainda mais a coragem de Mario Gobbi, se fosse ele presidente do Comercial de Ribeirão Preto, do Grêmio Barueri ou da Catanduvense.

 

 

 

 

 


Somos todos macacos ? Perguntas e respostas do caso “Aranha e Arena Grêmio”

30/08/2014

Macaco-com-microfone

Recentemente a mídia foi bombardeada com a campanha #SomosTodosMacacos, uma ação mercadológica oportunista lançada por Luciano Huck quando uma banana foi atirada em direção de Daniel Alves, num jogo do Barcelona.

Sempre lembrando que a imagem acima é utilizada por um famoso blogueiro em vias de ser preso, quando tenta me atingir.

Nesta semana, o ocorrido foram as ofensas dos torcedores gremistas ao atleta santista, Aranha.

Imagens e vídeos varreram as redes sociais e portais de internet flagrando torcedores gremistas imitando macaco e xingando o goleiro Aranha.

Uma torcedora foi identificada e a sua imagem correu o mundo.

O STJD já se manifestou previamente, adiando o duelo de volta entre Santos e Grêmio, semana que vem, na Vila Belmiro.

Medida preventiva que têm alguns objetivos, entre eles, arrefecer os ânimos da torcida, da mídia e dos clubes e também analisar o caso e decidir quais penas deverão ser aplicadas, ou não, ao clube gaúcho.

Algumas perguntas e respostas sobre o caso e a nossa opinião.

Deve um clube ser responsabilizado pelos atos da sua torcida dentro e fora de campo ?

Sim. E a própria justiça desportiva responde que sim. O próprio Corinthians, penalizado duramente quando do episódio em Oruro.

Como no caso Coritiba-Couto Pereira, há alguns anos.

Sim, um clube deve ser punido pelos atos da sua torcida. Existe uma relação umbilical entre clube e torcida, seja organizada, ou não, que rende bônus e ônus aos dois lados.

No caso em específico, o gremista, acredito que o clube gaúcho deve ser punido exemplarmente. Isto mesmo, uma punição severa e exemplar. Uma resposta do futebol a esta excrescência moral chamada preconceito racial.

Os torcedores, principalmente a garota, maior envolvida no caso, devem sofrer ações penais. Obviamente que sim.

Existe lei contra esse tipo de coisa. Basta aplicar a lei.

Qualquer tipo de ação contra clube e torcida elimina o racismo, o preconceito racial ? Evidente que não. Todo tipo de preconceito está enraizado no dna da sociedade. Que não se resolve com processo. É questão de cultura, educação, vem do berço. Depende de como você foi criado e como cria. Depende de como a mídia trata as desigualdades.

A garota, por exemplo. Vai passar a amar os negros de paixão ? Com certeza, não. Lá no quartinho escuro e acuada onde ela deve estar curtindo os últimos dias, muito mais por medo de enfrentar as ruas, do que de peso na consciência, deve estar gritando MACACO FILHO DA P… cada vez que relembra do fato.

Lembrando que a garota foi execrada nas redes sociais e certamente terá problemas se voltar as ruas e ser reconhecida.

Não terá paz por algum tempo.

O Grêmio divulgou um vídeo relembrando seu histórico ligado aos atletas negros. Uma estratégia de defesa, logicamente, orientada por advogados e marqueteiros.

Ah sim, também se manifestou dizendo que afastará os torcedores identificados do seu estádio e do clube social, se forem associados.

O vídeo é piegas. As ações, são interessantes. 

Finalizando e reiterando, o Grêmio deve sim ser exemplarmente punido. 

Afastaria o Grêmio das competições em 2014 e interditaria o estádio até o retorno da equipe as competições.

Punir o Grêmio e prender os racistas não erradica o racismo.Mas será a resposta dura do esporte a esta demência moral que assola humanidade.

Há anos a torcida do Grêmio se envolve em atos assim e o clube nunca tomou uma atitude.

Além disto, o sentimento separatista gaúcho, levado as arquibancadas, já extrapolou os limites.Julgam-se raça superior. As autoridades precisam começar a agir.

Até porque, daqui a pouco a mídia e o público esquecem o caso e a vida voltará a sua normalidade.

Portanto, devemos nos manifestar enquanto os fatos ainda estão acalorados.

 

 

*Em tempo: Ontem, num restaurante, no horário do almoço, televisão ligada no Globo Esporte, matéria sobre o que ocorreu na Arena Grêmio. Uma moça negra, assistindo a matéria, emociona-se. Seus olhos cheios de lágrimas, volta-se a mim e pergunta: Até quando a gente vai sofrer com isto ? Não soube o que responder. Até porque eu não sofro com isto, tiro de letra. Mas não deixo de enfiar o dedo na ferida quando uma coisa dessa acontece.Porque fui criado e educado a lidar com isso, fui bem preparado, especialmente pela minha bisavó, para o que teria que enfrentar na vida, em relação ao racismo.

 

 


Procura-se uma racista.Recompensa: 1 cacho de bananas

28/08/2014

racista

Patricia Moreira, ou, Patricia Gremista.

Para ela (e milhares de brasileiros), negros são macacos.

Nossa solidariedade ao goleiro Aranha.

racista2

racista3


Nilmar ? Não!

27/08/2014

A imprensa especula. Está no seu papel.

Especular negociação de jogador é o tipo de notícia que mais rende audiência.

Contratação de jogador e fofoca de bastidores, são os temas que mais chamam a atenção do torcedor.

A bola da vez, Nilmar.

O Corinthians estaria (está?) interessado na contratação deste atleta.

Aliás, deve estar mesmo. Porque em meio as especulações, ninguém da diretoria se pronunciou oficialmente negando qualquer tipo de interesse.

Há duas semanas, quando entrevistado pela Radio Bandeirantes, em programa apresentado por Leandro Quesada e Alexandre Praetzel, Roberto de Andrade, ex-diretor de futebol do Corinthians, foi incisivo na sua resposta, a respeito do assunto: “Mesmo que não houvesse no passado qualquer tipo de problema em relação ao atleta, não o traria por se tratar de um jogador que já sofreu cirurgias e vem de um mercado de futebol pouco competitivo”.

Há alguns anos, o Corinthians pagou quase 10 milhões de euros para “NÃO” ter o jogador.

Recentemente, quando entrevistado em relação ao processo movido contra os dirigentes corinthianos, pelo não repasse dos IR, Andres Sanches apresentou como uma das justificativas do clube não ter feito esses repasses, a precária situação financeira do clube, exatamente por dividas herdadas da gestão Dualib, como o caso Nilmar.

Não existe e acredito que não existirá, no mundo, um caso, uma situação semelhante como esta que vivemos em relação ao Nilmar.

E agora, ao lermos sobre um possível interesse do clube neste atleta, externamos nossa indignação.

Em tempo, atleta brasileiro bem, em atividade, jogando e produzindo, interessa a times de primeiro escalão do futebol europeu.

Que o Corinthians não cometa esta loucura.

Mais uma.


Corinthians paga 15 milhões ao Governo

26/08/2014

Do Painel da FalhaSP:

O Corinthians pagou na sexta-feira (22) R$ 15 milhões ao governo federal para tentar inocentar o ex-presidente Andres Sanchez e outros três cartolas da ação criminal que o Ministério Público Federal move contra eles. A dívida, de impostos não pagos, era de R$ 31,8 milhões, mas o clube obteve desconto de R$ 16,8 milhões para a quitar o débito. A defesa dos cartolas pediu ontem à Justiça Federal o cancelamento da ação.

Referência. Esse valor pago pelo Corinthians corresponde às dívidas fiscais de julho a dezembro de 2010, período em que o Ministério Público Federal apontou que havia sonegação de imposto.

Pague por mim. No Corinthians, causou estranheza o clube não ser réu na ação e assumir a dívida para inocentar o ex-presidente Andres Sanchez e os cartolas.


%d blogueiros gostam disto: