O que fazer com 2 reais ?

14/08/2013

Hoje em dia, pouco se faz apenas com 2 reais no bolso.

Pode-se por exemplo, comprar 2 garrafinhas de guarana “Caçulinha”, que custa 0,99 a unidade.

Ainda na onda da sede, com sorte você encontra alguns lugares que cobram 2 reais por uma garrafinha do suco (é ruim, antecipo, porém…) Tampico

Alguns pacotes de salgadinhos, balinhas, guloseimas em geral, tudo isso pode-se fazer com 2 reais também.

Agora, se você for sócio-torcedor do SPFW…

Pode assistir ao jogo do seu time.

Mais uma sacada inteligente do Marketing de Casares.

 


A “mentirinha” não durou muito tempo

09/01/2013

A informação tem link, autoria e tem credibilidade.

Vem da Revista Época Negócios.

Recentemente a mídia comprometida com o clube do Jardim Leonor Mendes de Barros propagou aos 4 ventos que o contrato assinado entre Penalti e o time do Convento da Barra Funda seria o maior do futebol brasileiro.

“35 milhões anuais, muito acima dos valores pagos ao Corinthians”, cantaram sinfonicamente a claque de 3 cores da crônica esportiva.

Pois é.

Nem sempre uma mentira contada tantas vezes se transforma em verdade.

Bastou alguém realizar um verdadeiro trabalho jornalístico, a principio, sem comprometimentos e o rabo preso, para que a verdade viesse a tona.

Segundo matéria publicada na Revista Época Negócios, Penalti e SPFW inflacionaram o valor do contrato assinado entre as partes.

Diz a  matéria “O São Paulo não ganha mais do que o Corinthians. A Penalty irá pagar, em dinheiro, R$ 13 milhões anuais aos cofres do São Paulo como patrocínio. E não mais. Em quantidade de peças fornecidas no mesmo período, serão cerca de 110 mil. As informações, não confirmadas oficialmente, foram obtidas pelo NEGÓCIOS FC com fontes próximas à fabricante e ao clube.”

Prossegue a matéria: “A dupla multiplicou a quantidade de peças fornecidas, 110 mil, pelo preço que elas teriam no varejo, R$ 200. R$ 22 milhões. Mais os R$ 13 milhões que são pagos em dinheiro, voilá, R$ 35 milhões.

A conta matemática parece estar correta, mas não está. A Penalty não irá fornecer somente camisas de jogo, que custam R$ 200. Dos 110 mil, também há meias, calções, uniformes de treino, uniformes de goleiro, uma série de outros materiais que têm valor de varejo muito inferior ao preço de uma camisa titular ou reserva.

E, ainda, nenhum clube usa o varejo para calcular o valor dos materiais fornecidos, e sim o atacado, aquele que é recebido quando os produtos são vendidos para lojistas. Em média, R$ 70 por peça”

Analisou o titular da matéria que A empresa, ao dizer que assinou um contrato de R$ 35 milhões anuais com o São Paulo, aparenta ter maior poder de investimento para o mercado. Em um momento no qual Nike e Adidas ampliam a quantidade de clubes patrocinados no Brasil, estimuladas pela Copa do Mundo de 2014, é fundamental para a Penalty permanecer no jogo.

E o clube tenta convencer o torcedor de que tem um contrato que está entre os maiores do país”.

O negócio fechado entre as empresas não é ruim.

Longe disto.

Bom demais para um clube que tem apenas a 3ª maior torcida do país.

Porém, muito aquém do contrato assinado pelos 2 maiores clubes em torcida e em mídia no Brasil.

É, Convento.

Não foi desta vez.

Você pode acessar a matéria clicando neste link:http://colunas.revistaepocanegocios.globo.com/negociosfc/2013/01/09/penalty-e-spfc-inflam-valor-de-novo-contrato/

 


Sugestões: o que fazer com esta faixa ?

16/12/2012

1131000608_f


E que golaço

16/08/2012


Os números de Madame: Quem acredita?

14/08/2012

Há poucos dias a mídia anunciou com tentativa de provocar grande estardalhaço, uma negociação envolvendo o atleta Marcelinho, atual Lucas, para o clube francês Paris Sant-Germain pela bagatela de 108 milhões e trezentos mil reais.

A notícia foi divulgado no site do Convento, contrariando as práticas dos clubes brasileiros, que raramente divulgam valores finais das negociações.

O intuito do anuncio oficial foi enaltecer o maior valor já pago a um clube brasileiro pela transferência de um atleta profissional de futebol.

Mídia bambi vaporosamente entrou em ação destacando o grande negócio.

Alguns, timidamente questionaram se o atleta valeria tanto assim.

O fato é que ninguém colocou em dúvida estes números.

Ninguém não, pois pela primeira vez será debatido se estes valores são de fato verdadeiros.

No último domingo, em entrevista, a diretoria tricolor bateu cabeça quanto ao fato do valor já ter chegado à conta do clube do Jardim Leonor. Enquanto o marqueteiro Casares dizia que sim, a diretoria de futebol informava que não.

Será que o clube das Madames publicará a evidência objetiva dos valores depositados, postando imagem do extrato bancário?

Estes 108 milhões, seriam de fato cento e oito milhões e trezentos mil reais ou foram espertamente maximizados?

Se o atleta vale ou não vale tanto assim, isso é o que menos importa.

O que importa mesmo é se o valor informado, de fato é verdadeiro.

Se o clube do Convento comprovar a operação financeira através de provas irrefutáveis, não está mais aqui quem falou.

Enquanto isso, fica o exercício da dúvida.

E você, o que acha?

 


Memórias do futebol: Uma das maiores vergonhas do futebol brasileiro

06/04/2012

A mídia abutre, vendida e comprometida, pouco explorou esse fato.

É lógico, os chefes de redação sempre com seus rabos presos com o time das madames, jamais poderia explorar, como se deveria, tal vergonha.

Em 2003 jogaram Sao Paulo e Santo Andre, no Morumbi.

O empate era favorável às duas equipes.

O time do Jardim Leonor saiu na frente em considerável vantagem, 2 gols.

Mas a partir dos 25 minutos do segundo tempo o que se assistiu foi uma das maiores vergonhas do futebol brasileiro.

O time das Madames permitiu que a equipe do ABC chegasse ao empate, no primeiro gol praticamente deixando que os jogadores andreenses invadissem a área.

E no segundo, falhas bisonhas, claramente produzidas, um show de horrores.

Na época, até Flávio Prado se revoltou contra a marmelada.

Repórteres da Rádio Jovem Pan, a mais tricolor das emissoras paulistas, também revelaram sua indignação com o que se viu ali.

Mas essa não seria a última marmelada em que a equipe de madames se envolveria.

Anos depois, entregariam um jogo ao Fluminense, no campeonato brasileiro, objetivando prejudicar o Corinthians.

Assim é a história, que insistem em apagá-la.

E assim vai construindo a sua história o clube que se julga de vanguarda, mas não passa de um mero produto da mídia.

 

Em tempo: Continuo com o firme propósito que neste ano, conquistaremos mais um Paulistão a ser comemorado no velho São de Festas, como nos velhos tempos, jogando como visitante, é claro.


Vai pra cima delas Timão

25/06/2011


Morumbi preparado para o Mundial de Natação

27/02/2011


 

Colaborou: Paulo Monteiro do Blog http://paulomonteiro.wordpress.com/


Soberana e Absoluta

16/09/2010


BMG, o novo patrocinador do SPFW

06/09/2010


Torcedor Bambi invade o campo na Vila Belmiro

26/07/2010

E ainda perseguem o Richarlyson:


Torcedor do São Paulo recepcionará Ronaldo no Rio de Janeiro

26/04/2010

Os torcedores rubronegros querem contratar o ex-BBB Di Cesar para recepcionar o craque Ronaldo na porta do Estádio do Maracanã.

Muitos ainda estão revoltados com o fato de Ronaldo ter ido jogar no Corinthians no ano passado, principalmente depois dele ter feito todo o tratamento para se curar da lesão no Rio de Janeiro e no CT do Flamengo.

DiCesar, assumidamente sãopaulino, diz que aceita a proposta.


%d blogueiros gostam disto: