85 anos de Fazendinha

23/07/2013

Ontem comemoramos 85 anos da inauguração do Estádio Alfredo Schurig, carinhosamente conhecido como “Fazendinha”.

???????????????????????????????

O jogo foi contra o América carioca e terminou empatado em 2 a 2.

O detalhe é que este foi o primeiro jogo do Corinthians realizado como mandante, já que a estreia ocorreu mesmo na condição de visitante, em 1923, em uma vitória por 1 a 0, sobre o Sírio. Comprado pelo presidente Ernesto Cassano em 1926, o terreno foi reinaugurado em 1928, após melhorias no campo e a construção das arquibancadas.

O primeiro gol do Corinthians em sua nova casa foi também o mais rápido registrado até hoje. O ponta-esquerda Alexandre De Maria marcou aos 29 segundos do primeiro tempo e aos 24 minutos. Sobral e Mineiro fizeram os gols do América-RJ.

O último jogo da equipe profissional realizado no estádio aconteceu em um amistoso no dia 3 de agosto de 2002, na vitória por 1 a 0 sobre o Brasiliense, com gol de Fabinho.

Os dados são do site oficial.

Tive a oportunidade de assistir a muitos jogos na Fazendinha, tanto dos profissionais, como das categorias de base.

Rádio Coringão transmitindo sua primeira partida na Fazendinha (Sub20 contra Santo Andre,junho 2013)

Rádio Coringão transmitindo sua primeira partida na Fazendinha (Sub20 contra Santo Andre,junho 2013)

Meu filho Guilherme (16) campeão Sub9 2012 Cifac - final realizada na Fazendinha

Meu filho Guilherme (16) campeão Sub9 2012 Cifac – final realizada na Fazendinha

Guardo na memória alguns jogos assistidos no Parque São Jorge como estes:

Nos últimos anos, a Fazendinha foi palco da apresentação de Ronaldo Fenômeno, com direito a toque de sirene e tudo mais, vale relembrar:

Você assistiu a alguma partida na Fazendinha?

Conte sua história.


Engenharia financeira de Itaquera: tudo esclarecido

27/11/2012

Uma das pautas da reunião de ontem pedia esclarecimentos sobre a engenharia financeira de Itaquera.

Pedido este feito pelo conselheiro Edgar Ortiz.

Após a explanação de Rosenberg, detalhando passo-a-passo a operação de empréstimo junto ao BNDS, ao tomar a palavra, Ortiz declarou estar satisfeito com o que ouviu, tendo esclarecidas todas as suas dúvidas.

Estes parágrafos poderiam finalizar o que significou a reunião de ontem.

Mas seria pouco. Porque a reunião foi muito mais do que isto.

Muito mais que a explanação de Rosenberg, muito mais que a manifestação do conselheiro Ortiz, dando-se por satisfeito quanto as suas dúvidas, todas relacionadas num livreto de 16 páginas enviadas a todos os conselheiros.

Foi uma das mais tensas e emocionantes reuniões daquela casa.

Estivemos diante praticamente de uma tribuna de desabafos. Onde a roupa suja foi lavada, a angústia represada toda derramada ali, diante de todos.

No início da reunião, o presidente Gobbi foi duro e direto nas palavras.

Relatou que foi procurado, por telefone, pelo associado vulgo Cyborg, que lhe disse ter documentos e queria conversar, caso contrário levaria os documentos à imprensa.

Sabe-se lá Deus o que queria ele dizer com o “querer conversar“.

O vulgo Cyborg recorreu a Edgar Ortiz. Que procurou Rosenberg e Mario Gobbi.

Não contente com a forma pela qual seus pedidos estavam sendo tratados, solicitou que o assunto fosse discutido no Conselho Deliberativo.

Agiu certo, neste caso. Mas por outro lado, o vulgo Cyborg, associado ao que existe de mais podre das tribunas de internet, passou a vazar partes do tal documento, na verdade, páginas do contrato entre o Corinthians e o Fundo criado para gerir a operação financeira que suporta a construção do estádio.

E como todo aquele que se mistura aos porcos, come farelos, Ortiz pecou neste ponto.

Mas o resultado disso tudo foi satisfatório. Pois tudo foi esclarecido aos conselheiros, basicamente o que já nos havia adiantado o advogado Dr. Luiz Santoro – https://blogdosilvinho.wordpress.com/2012/11/21/estadio-em-itaquera-a-engenharia-financeira-da-obra-por-dr-santoro/

Em rápidas palavras, o Banco do Brasil será o repassador do empréstimo junto ao BNDS. Um Fundo foi criado para gerir as receitas e despesas, com as devidas auditorias.

O Corinthians integra o Fundo como cotista e será responsável pela gestão do estádio. Esta foi uma prerrogativa imposta pela diretoria do clube, que não abriu mão de ser o gestor do negócio.

Todas as receitas geradas pelo estádio (naming rights, rendas de jogos, locação e venda de camarotes, restaurantes, demais espaços, etc) serão utilizadas para cobrir o financiamento da obra e as despesas operacionais.

O saldo será todo do Corinthians.

Garantias, óbvias numa operação complexa como esta e também como praxe habitual e legal de qualquer contrato de captação de recursos, foram dadas pelo clube.

Não se tira dinheiro de banco sem dar garantias. E ainda sobre a criação de um Fundo, que será responsável pela operação financeira, um dos motivos da sua criação é que se futuramente o Corinthians sofrer algum tipo de processo, principalmente os trabalhistas, a operação poderia ser prejudicada.

Com a criação do Fundo, este risco foi afastado.

Contratos, a disposição no departamento jurídico do clube.

Tudo muito complexo, mas também, tudo muito simples.

Nem todos se deram por satisfeitos na reunião, como o caso do conselheiro Romeu Tuma Jr, pedindo a palavra e protestando até sobre o que ele chamou de desnecessárias algumas palavras utilizadas nos discursos do presidente Gobbi e do ex-presidente Andres Sanches.

O conselheiro André Luiz de Oliveira também se manifestou, cobrando de Rosenberg projetos do marketing que não deram certo, como o Apito Promocional e a TV Corinthians. Cobrou também a parceria com instituições sociais que não são de São Paulo, como o Grupo Cultural AfroReggae e o Olodum.

Rosenberg, em tom emocionado, respondeu que estas parcerias fazem parte do processo de pulverização da marca Corinthians.

E que a aposta no projeto do Apito Promocional, que entendia-se ser uma grande ideia já que o sonho de muitos corinthianos é ir ao Japão, infelizmente não deu certo. E que a pendência financeira da empresa promotora foi escalonado. O assunto agora é com o jurídico do clube.

Porém, não se estendeu a respeito dos rumos da TV Corinthians.

E pediu que fosse cobrado e criticado sim, mas quando fosse covarde por não tentar, não por tentar e não ter dado certo.

Antes do encerramento da reunião, foi aprovado o orçamento para 2013.

Dúvidas dirimidas, é dever de todo corinthiano sério e apaixonado pelo clube, fiscalizar cada passo dos seus dirigentes.

Mas utilizando os canais e as vias corretas. Buscar a luz dos esclarecimentos, ao contrário, será relegado a escuridão da mediocridade.

Pobres daqueles que ainda recorrem a figuras como este vulgo Cyborg e sua corja. O Corinthians não precisa desta gente.

Precisa sim de gente séria e comprometida, que não queira aparecer mais do que o clube. Precisa de gente que cobre, fiscalize, critique, mas que busque a verdade, o esclarecimento dos fatos de forma honesta.

Os dirigentes do clube estão lá para isto.

O Corinthians acabou de obter seu CND (Certidão Negativa de Débitos), que possibilitou negociar com a Caixa Econômica Federal. E poderá também captar outros recursos, para a construção do CT da Base.

Não haveria “dedo” de Lula que fosse capaz de “numa canetada da Dilma”, fazer negócio com o Corinthians.

A Caixa procurou o Corinthians, não o contrário. E nos procuraram porque somos um dos maiores clubes do mundo, o maior do Brasil.

Pena que o Corinthians seja grande demais pra determinado tipo de gente tão pequena.

Vai Corinthians!

Temos um (bi) Mundial a conquistar.


Seja sócio do Corinthians você também

05/10/2012

O Corinthians está lançando iniciativas para recuperar e ganhar novos associados.

Do site oficial:

O Sport Club Corinthians Paulista segue fortalecendo o seu processo democrático para eleição presidencial. Após reunião de Diretoria, realizada na última terça-feira (02), o Timão anuncia mais iniciativas para a ampliação do quadro associativo e, consequentemente, do número de corinthianos que podem eleger o próximo mandatário do Clube, além de aproveitar toda a estrutura de lazer da Sede Social, localizada no Parque São Jorge.

Desde o registro do atual Estatuto, os associados titulares, maiores de 18 anos, admitidos no quadro social há mais de 05 anos e que estejam em dia com as contribuições sociais (mensalidades) podem votar diretamente para eleger o presidente do Sport Club Corinthians Paulista.
Para atrair mais corinthianos a ter participação ativa no destino do Clube e oferecer todos os serviços de sua Sede Social, o Corinthians anunciou a primeira iniciativa na semana passada, quando divulgou um desconto de 50% para na taxa de reativação de sócios. As próximas medidas, já válidas, foram definidas na última terça.

A segunda ação será uma campanha que aproveitará a excelente exposição do manto alvinegro. Dono do recorde de audiência no futebol em 2012, superando inclusive a maior marca da Copa do Mundo de 2010, o Corinthians utilizará a sua camisa para reforçar a importância de se associar ao Clube e participar ativamente do seu destino. As mensagens estampadas no peito e nas costas serão trocadas a cada três partidas.

A terceira ação envolve o plano do Fiel Torcedor, que conta com mais de 110 mil sócios ativos entre titulares e dependentes. Para os associados do programa com mais de 12 meses de plano ativo, o Corinthians oferece, até o próximo dia 31 de dezembro, um desconto de 50% na aquisição do título do Clube, Individual ou Familiar. Os valores são:

Título Familiar com 50% desconto

À vista – R$ 550,00 (era R$ 1.100,00)

A prazo – R$ 550,00 em 10 vezes de R$ 55,00

Título Individual c/ 50% desc.

À vista – R$ 400,00 (era R$ 800,00)

A prazo – R$ 400,00 em 10 vezes de R$ 40,00

Para os interessados que não fazem parte do Programa Fiel Torcedor, o preço está mantido em R$ 1.100,00 e R$ 800,00, respectivamente, para os títulos Individual e Familiar.

Os associados do Fiel Torcedor interessados devem procurar a Secretaria do Clube, localizada no Parque São Jorge, pessoalmente ou por telefone (2095-3000 Ramal 3002).

 

Comentários:

Sem dúvida, estão ai grandes oportunidades para você, que é Fiél Torcedor, tornar-se sócio, e pra você, que deixou de frequentar o clube, voltar ao convívio social corinthiano.

 

Não dá pra perder estas oportunidades.

 

Aproveite!


Um Busto para o Dr Socrates

24/07/2012

Neco, Luizinho, Cláudio, Baltazar e agora, Sócrates.

Os maiores ídolos da nossa história homenageados com um busto, nas alamedas do Parque São Jorge.

Sócrates foi um dos maiores craques que vi jogando com a camisa do Corinthians.

Politizado, polêmico, craque com a bola nos pés e nas palavras.

Líder dentro e fora de campo, um dos idealizadores da Democracia Corinthiana.

Homenagem justíssima a um dos nossos maiores ídolos.

 

Memorial: Mais de 10 mil já visitaram a Taça

Mais de 10 mil pessoas já passaram pelo Memorial nos últimos dias para a ver a Taça Libertadores.

O troféu ficara exposto por tempo limitado (clube não informou data) e para quem ainda não foi, seguem preços e horários:

Horário de funcionamento
De terça a sexta, das 10h às 17h
Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h

Valores
De terça à sexta-feira: R$ 6,00 (inteira) / R$ 3,00 (meia)
Sábados, domingos e feriados: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).
Crianças até cinco anos: grátis
Crianças de seis a 14 anos: R$ 5,00
Acima de 65 anos: grátis

OBS: para sócios, estudantes, crianças até cinco anos e pessoas acima de 65 anos é necessário apresentar documento de identificação.

 

Lula recebe réplica da Taça Libertadores

O velho “Barba” recebeu a visita do presidente Mário Gobbi Filho, do técnico Tite, do capitão Alessandro, Luis Paulo Rosenberg (Primeiro Vice-Presidente da Diretoria), Eli Werdo (Segundo Vice-Presidente da Diretoria), Ronaldo Ximenes (Secretário Geral), Roberto de Andrade (Diretor de Futebol Profissional), Duílio Monteiro Alves (Diretor Adjunto de Futebol) e Edu Gaspar (Gerente de Futebol).

 

Lula recebeu uma réplica em miniatura da Taça Libertadores, além de uma medalha comemorativa.

O encontro aconteceu no Instituto Lula.

 


Andres Sanches negra migração para Oposição em nota oficial

08/06/2012

Do site oficial:

Fiel Torcida,

Após alguns meses, volto a falar com vocês pelo site oficial do Sport Club Corinthians Paulista. A menos de uma semana de dois dos jogos mais importantes da história do nosso querido Corinthians, é hora de todos estarmos unidos para que a conquista da Copa Santander Libertadores de 2012, um sonho da República, se torne realidade. E esta união entre os mais de 30 milhões de loucos obviamente se estende à minha estreita e fiel relação com o amigo e atual Presidente Mário Gobbi Filho.

Somos companheiros de longa data na vida política do Clube e jamais iremos nos separar. Não tenho nenhum problema político ou conceitual com a atual gestão, comandada por ele, e garanto que estaremos sempre juntos para tornar o Corinthians o maior time de futebol do mundo.

Andrés Navarro Sanchez
Conselheiro Vitalício e ex-presidente do Sport Club Corinthians Paulista

O presidente Mário Gobbi, em entrevista coletiva, também falou sobre o assunto.

Disse Mário Gobbi: “Existe um entorno que vocês conhecem bem e que nem todos foram agraciados com algum cargo, ou função ou algo do gênero. E eles ficam como maritacas o dia todo, vivem do Corinthians. Se tirar o Corinthians da vida deles, a vida deles perdeu o sentido”.

Continuou Mário Gobbi: “Essas pessoas que eu chamo de centro nervoso ficam criando factóides. O mal das pessoas é que acham que são diretores e têm cargo vitalício. Nunca vão deixar e, quando você explica que é passageiro, não têm preparo emocional para deixar o cargo. Então se desequilibra e cai num buraco sem fundo”, disse.

O recado foi dado, as devidas carapuças, que sejam vestidas.

Ou não.

A verdade é que uma resposta deveria de fato ser dada. O silêncio alimentaria ainda mais as turbulências.

Agiram certo o presidente e também o ex-presidente, agora diretor de seleções da CBF.

Juntar Andres Sanches a Antonio Roque Citadini, por exemplo, é algo descabido.

Na política, seja na tradicional, seja na dos clubes, tudo é possível. Mas existem coisas, que como água e óleo, não se misturam.

Já dizia o finado Nesi Curi, que o santos de Andres e Citadini não se cruzavam desde os tempos de Dualib.

Alguns anos depois, Citadini passaria a usar terceiros para atingir Sanches através de blogs.

Portanto, uni-los é algo surreal.


As razões do agitado ambiente político

08/06/2012

Muitos torcedores perguntam as razões do ambiente político corinthiano estar tão agitado, há 4 meses da última eleição e a 5 anos da próxima.

Matéria de hoje no Lancenet apaga o incêndio com querosene

E por incrível que possa parecer, as razões deste agito estão distantes – ainda – do futebol.

Na verdade, os primeiros pequeninos focos de agito político na base de sustentação política à atual gestão, iniciaram exatamente na definição dos nomes que comporiam a Chapa que disputaria a última eleição.

Muitos eram os nomes, poucas as vagas, vários os insatisfeitos. Mesmo assim, foram poucas as ovelhas descontentes que se desgarraram e migraram para o lado oposicionista.

Vencida a eleição, passada a festa, empossados os conselheiros, a primeira situação de, digamos, “desconforto” na relação entre os aliados, com a escolha dos nomes que comporiam as comissões no Conselho Deliberativo.

Quando questionados dos critérios para a composição das composições, a resposta não agradou a muitos: o “Grupo” escolheu os nomes.

Muitos não entenderam, por exemplo, a escolha de dois ícones oposicionistas para a Comissão de Revisão Estatutária, Emerson Piovesan e Rachid.

Alguns interpretaram como sendo uma forma da atual gestão tentar causar fissuras na espinha dorsal da Oposição.

Ao mesmo tempo, velhos aliados, que batalharam muito para que a nova gestão vencesse o pleito, passaram a ser preteridos.

O Corinthians, que internamente se assemelha a uma cidade do interior, que tem até Capela e agência bancária e toda a atmosfera reinante neste contexto, neste ambiente, não estavam preparados para o novo “choque cultural” implantado pelo staff do presidente Mario Gobbi. Muitos passaram a se queixar da forma como vinham sendo tratados e preteridos, desacostumados com o novo “conceito”, com as novas diretrizes, com o novo jeito de administração.

As queixas de ouvido em ouvido passaram para as conversas, das conversas para reuniões e destas reuniões, a formação de grupos.

André Luiz de Oliveira, peça fundamental nos dois últimos pleitos e responsável pela indicação de vários nomes para a formação da Chapa do atual Conselho Deliberativo, afastado da vida administrativa do clube, passou a utilizar o Facebook para metralhar alguns de seus ex-aliados, utilizando de metáforas.

Enquanto isso, o caldeirão político foi fervendo, muitos insatisfeitos se reposicionando politicamente e o que vemos é isso que o torcedor acompanha diariamente em alguns espaços das redes sociais e sites.

Desde o princípio, alertei que estava faltando habilidade e sensibilidade política ao novo staff para conduzir as mudanças.

Um certo ar de prepotência, arrogância e jeito rompante não combinam com o jeito de ser das pessoas que fazem parte do dia-a-dia político.

E isso não foi levado em conta.

E reitero, como venho dizendo há tempos: O Corinthians é um clube que nasceu de operários, à luz de um lampião e tentaram refundá-lo num escritório de advocacia.

Dos motivos acima apresentados, percebam, não se falou em futebol.

Mas é claro que os resultados do futebol servem como agente catalisador da atmosfera política do clube.

Portanto, tudo é questão de tempo, pra sabermos onde é que tudo isso vai dar.


A Marginal é nossa

14/05/2012

O Corinthians conseguiu na Justiça o direito de seguir como “proprietário” de um trecho da Avenida Condessa Elizabeth de Robiano, localizado em frente ao Parque São Jorge. O processo movido pela Prefeitura para reintegração de posse foi suspenso por seis meses por determinação da Justiça.

O período de seis meses de suspensão do processo foi estabelecido para que Corinthians e Prefeitura finalizem acerto para que parte da avenida seja definitivamente do clube.

“Estamos negociando com a Prefeitura a posse em definitivo. É um local em que o trânsito não é prejudicado e a própria CET não tem intenção de utilizar a área. Nesses seis meses de suspensão do processo vamos definir o acerto, seja de forma financeira ou oferecendo contrapartidas à prefeitura”, explicou o advogado do Corinthians, Luiz Felipe Santoro.

No local funciona, há anos, o estacionamento do clube.

O logradouro de 18 mil metros quadrados foi concedido sem concorrência e gratuitamente ao clube em 1996, na gestão Paulo Maluf. O prazo de cessão é válido até 2095. No entanto, a Prefeitura ajuizou ação de reintegração de posse em 2009, levando o caso à Justiça.

As informações são do site Abutre, Uol, na página de Esportes.

No meu entendimento, de leigo, mas de corinthiano, bastaria repararmos algumas questões históricas para resolver a contenda.

Atrás do Parque São Jorge, entre o Rio Tietê e os limites do nosso clube, existem pistas da Marginal Tiete.

E esta aréa sempre foi nossa.

Lá nossos ancestrais aprenderam e ensinaram a nadar.

Assim aconteceu com meu avô, tios e pai.

Imagem do velho “cocho” do Corinthians onde nossos ancestrais praticavam esportes aquáticos

                               

Este trecho da Marginal deveria ser devolvido ao Corinthians.

Com o Rio limpo, é claro.


%d blogueiros gostam disto: