A meta: 40 pontos no segundo turno

“O time precisa fazer 40 pontos no segundo turno para brigar para ser campeão. “Fazendo uma conta rápida, com algo em torno de 66, ficaremos no G-4. Com 70, podemos disputar o título”

A frase acima foi dita pelo nosso zagueiro e atacante, Paulo André.

O discurso, certamente alinhado ao da comissão técnica.

40 pontos em 19 jogos, um pouquinho só acima da média de 2 pontos programada pelo treinador.

Vencer dentro de casa e empatar fora. 4 pontos a cada dois jogos.

Seria elementar, matematicamente falando. Porém, dentro de campo, as coisas não vêm acontecendo desta forma.

Nosso treinador declarou após o empate de domingo que o time precisa encontrar o padrão normal de jogo.

Estamos praticamente na metade de setembro e ainda não encontramos o tal padrão normal de jogo.

O fato, é que o nosso treinador vem se especializando e se aperfeiçoando cada vez mais na retórica, no discurso e nas justificativas.

Deveria falar menos, principalmente após os resultados insatisfatórios. Quanto mais fala, mais se enrola.

Falar menos e exigir mais afinco e dedicação dos atletas nos treinamentos.

Contra o Internacional, por exemplo, o gol perdido por Emerson poderia nos garantir uma importante vitória fora de casa.

Por outro lado, algumas dúvidas, alguns questionamentos vêm povoando a mente dos corinthianos: temos, de fato, um forte elenco? O clube acertou no planejamento? Como não temos até hoje um reserva a altura para Fábio Santos, já que a oportunidade a garotos vindos da base não é o forte do treinador?

Se o elenco precisa ser renovado, porque a contratação de veteranos como Ibson e Maldonado?

Ainda por outro lado, uma corrente defende uma tese: Estaríamos sendo excessivamente rigorosos, intransigentes e intolerantes com a situação do time, se afinal de contas conquistamos 2 campeonatos neste ano, fomos desclassificados no apito de outro e estamos ainda fortes na disputa de 2 torneios?

Estamos sendo injustos com o treinador?

Pois é, caros amigos. Diariamente debatemos este assunto e acredito que não nos cansamos disto.

Mesmo conquistando dois campeonatos neste ano, o time já não vinha jogando bem.

Porém, não entendo como intolerância ou excesso de rigor nas cobranças. Cobranças, diga-se de passagem, que muitos torcedores reclamam a ausência de cobrança por parte da torcida e pela diretoria quanto ao desempenho da equipe no Brasileirão.

Sim, no Brasileirão. Porque é o campeonato em disputa. É o que está valendo, é o que temos para o momento e o time não vem jogando bem, perdendo pontos preciosos dentro de casa.

Amanhã enfrentaremos o Botafogo, no Rio de Janeiro. O time carioca é uma das sensações do momento, comandado dentro de campo pelo holandês Seedorf.

Um empate amanhã cairá do céu. Mesmo assim, é possível acreditar em vitória, mesmo com todas as dificuldades, com os desfalques e a falta de “um padrão normal de jogo”.

Se dizem que este time costuma reagir em ocasiões especiais, vencer o Botafogo dentro da sua casa, conquistar 3 importantes pontos fora, readquirir a confiança e a tranquilidade para prosseguir forte no torneio, torna-se a ocasião mais do que especial.

 

Anúncios

45 Responses to A meta: 40 pontos no segundo turno

  1. Cesar disse:

    Meus parabéns a Mário Gobbi, Roberto de Andrade, Duílio Monteiro Alves, Edu Gaspar e, principalmente a Tite: vocês acabam de conseguir a proeza de serem superados pelo time do Santos NPSM na tabela, inacreditável! Por essa eu não esperava mesmo.
    Só lembrando, o jogo a menos que o Santos NPSM tem que fazer é contra o rebaixado Náutico na Vila, ou seja, o Santos NPSM tem na verdade 31 pontos, contra 30 do Corinthians.

    Curtir

  2. Vinícius disse:

    Tite disse q o objetivo é a libertadores em comum acordo com a diretoria

    Pra min enquanto esses coxinhas tiverem no comando o corinthians acabou

    Curtir

  3. Rogério disse:

    Silvinho, esse negócio de projetar pontos não dá certo. Todos nós vimos o que aconteceu no começo antes da parada da copa das confederações. Tem que pensar jogo a jogo, vencendo sempre.

    Curtir

  4. Rodrigo disse:

    Eu tenho sérias dúvidas sobre nosso elenco, se é tão forte assim como a imprensa diz. Gostaria de acreditar no que diz o Paulo André e na conversa fiada do Adenor, será muito difícil chegar no G4 e o time conquistar a vaga para a Libertadores via campeonato brasileiro. O ano está no fim e se até agora não conseguiu encontrar a tal “normalidade” no jogo do corinthians não encontrará uma vez que foram pouquissimos os jogos em que a equipe mostrou um bom futebol, logo as desculpas por maus resultados do Tite será o cansaço, jogos 2 vezes por semana. Nossas reais chances de conquistar a vaga para a Libertadores com esse time acomodado será a Copa do Brasil. É muito bom conquistar titulos, seja paulista ou a supercopa, mas a diretoria deveria ter pensado e conversado com o elenco de que esses 2 titulos não nos garante vaga para outra competição. Quanto ao planejamento do time para esse ano, pessoas deveriam ser cobradas pela contratação de Ibson, Maldonado e deixar de lançar jogadores da base que seriam muito mais baratos e teriam mais dedicação do que esses lixos demonstraram.

    Curtir

  5. O Dani L disse:

    O proprio Tite numa entrevista a cerca de um mes disse que a meta para esse semestre era a vaga na Libertadores. Se viesse o título seria melhor ainda.

    Esse é o pensamento do lider do elenco. A diretoria parece compartilhar da “ambição” do treinador.

    Curtir

  6. AndersonII disse:

    Acabei de ver o Beletti no Sportv, fazer um comentário muito sensato sobre o esquema do Corinthians.

    Jogar com 2 jogadores bem abertos (como nós fazemos), funciona para contra-ataque.

    Para criar é dificil, e anulável com mais facilidade pelo adversário.

    Por isso, o nosso desespero sempre de marcar o primeiro gol, para ter o “contra ataque”.

    Realmente o Tite precisa criar alternativas. O problema é, como no ultimo jogo fazer isso. Colocar o Zizao?

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Não.Não precisaria usar o chinês do Rosenberg, café com leite.
      Se o Adenor prestasse um pouco mais de atenção na base, saberia que Leo e Paulinho sempre jogaram juntos, um aberto em cada lado. Bastava centralizar o Romarinho e tirar o inútil Ibson, que o Sr. Adenor pediu pra contratar e ao longo da sua carreira nunca disse ao que veio

      Curtir

      • Cesar disse:

        Léo fez um bom primeiro tempo contra o rebaixado Náutico, me pareceu um jogador de atitude, que vai p/ cima do adversário e não se esconde; aliás, era na minha opinião o melhor do time até aquele momento.

        Curtir

    • Marcos disse:

      Esse Beletti como jogador, é um ótimo comentarista! Esta mandando muito bem mesmo!!

      Curtir

    • thiago disse:

      Nunca vejo desespero por parte do Corinthians em marcar o primeiro gol. Aliás, esse time passa longe de sentir desespero por resultado, beira a apatia como foi dito. .

      O problema é do 4-2-3-1 do TIte é que os pontas são proibidos de entrar na área. É quase um crime, ele tem que primeiro marcar o lateral. E o meia dele (Danilo) se esconde e não tem nenhuma assistência no campeonato.

      Pegue nossos gols, saem sempre quando o ponta entra na área pra fazer 2×1 contra o zagueiro. Pato faz gols assim, os únicos gols do Sheik no campeonato foram assim, contra Ponte e Gremio. Pegue os gols do Cruzeiro. Ricardo Goulart, Everton Ribeiro, Julio Baptista, os meias ou pontas, estão sempre na área pra matar a zaga adversária. Eles jogam no mesmo 4-2-3-1, mas com busca forte pelo gol, movimentação constante dos homens de frente e sem neurose por marcação.

      O jogo deveria se dividir em 2 momentos para o Corinthains, quando está buscando o resultado e quando está jogando com ele. Quando busca o resultado, tem que marcar a pressão, espetar os pontas, se movimentar no ataque e jogar com fome de gol. Pra, ai sim, quando está sendo atacado, com naturalidade, recuar o time e jogar no contra-ataque explorando as costas da defesa, como o Tite gosta. Mas o que se vê é um time com neurose por marcação e com um ataque ineficiente, desencontrado.

      É conta de 2+1, se o ponta sai pra marcar, ele não vai tá pra fazer a jogada de ataque, pra surpreender a defesa adversária. Ele tem que dar um trotezinho no máximo até o meio campo e deixar o lateral ir, pra puxar o contra ataque com eficiência e pegar a zaga desprevenida.

      Mas vai falar isso pro nosso treinador. O pensamento do retranqueiro é: “Primeiro a defesa, que o gol sai de um jeito”. Nessa o campeonato tá indo embora e agente aqui passando raiva.

      Curtir

  7. Cesar disse:

    O Tite, por si só, não vai mudar: se ninguém cobrá-lo, ele me parece ser do tipo que morre abraçado com suas convicções, estejam certas ou erradas.
    Mas, ele é funcionário do Clube, e deveria haver gente que manda mais que ele lá. E ele precisa ser cobrado, precisa apresentar planos de ação que indiquem mudanças na condução do time. Não penso que trocá-lo agora, em pleno andamento de dois campeonatos seria uma boa: eu preferiria esgotar todas as possibilidades com ele no comando, cobrando, indicando, sugerindo, e se não der certo, partimos para outra opção ao final da temporada.
    Se o Tite faz panelas disfarçadas de meritocracia, e mantem jogadores titulares absolutos como o Émerson, que dá migué para folgar no fim de semana e faz o que bem entende no time, é porque permitem isso; precisaríamos mostrar que no Corinthians há hierarquia, e isso me parece estar faltando hoje.
    Ainda temos tempo, estrutura, torcida e até elenco (que não é perfeito, mas é “bom”) para voltarmos a atuar bem: mas, quem tem o poder de mudar precisa estar “afim” de fazer isso.

    Falta CO-BRAN-ÇA!

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Na medida em que o gerente é um ex-atleta, dentre os dirigentes o único em condições de debater com o treinador as melhores opções táticas para o time

      Resta saber se esta é uma das incumbências do gerente

      Curtir

  8. Carlos Roberto disse:

    Eu não sou a favor de mudar no meio do campeonato, mas se fizermos uma avaliação consciente, agora seria a hora de tomar uma decisão, porque ainda temos grandes chances na Copa do Brasil, e um G4 no Brasileirão.
    Aí, precisa ter culhão da Diretoria pra tomar uma decisão dessas, mas parece q o Gobbi vai manter o Tite até o fim do ano pra ver se a gente consegue a bendita vaga da Libertadores.
    Se não conseguir, ai acho q o próprio Tite pega o boné, alegando que o ciclo chegou ao fim.

    Curtir

  9. thiago disse:

    A meu ver, quando estivermos em campo esse time: Cassio, Gil, PA, F. Santos, Edenilson, Ralf, Guilherme, R. Augusto, Douglas, Pato e Guerrero, temos o melhor time do campeonato, pra ganhar pontos dentro e fora de casa e arrancar no campeonato. O problema é saber quando vamos ter este time, vai demorar.

    Sobre a meta de pontos, é bom ter uma meta, mas é provável que agente precise de mais que isso. O Cruzeiro precisa fazer uma campanha semelhante a nossa no segundo turno pra chegar a 70, provavelmente vai chegar. Pra G4 tá bom, mas pra título ta meio apertado.

    Curtir

  10. Roberto_sccp disse:

    Falar em titulo é querer iludir o torcedor, estamos 10 pontos longe do líder e fora isso, tem mais 5 times na nossa frente e o pior de tudo jogadores que mandam na diretoria e treinador. Veja o caso do emersom que entra em campo quando quer.

    Curtir

  11. Zé Carlos disse:

    Silvio, comentário que deixei agora há pouco lá no Paulo Monteiro: nunca achei que um dia fosse dizer isso na metade de um campeonato, mas, com essa postura aí que time e comissão técnica vêm demonstrando, eu perdi as esperanças de título no Brasileirão desse ano. É muita frieza… parece que falta sangue nas veias dos caras!!

    E o pior é que grande parte disso é culpa nossa – não minha, muito menos sua, mas nossa, dos torcedores. Hoje, um bróder comentou lá no meu blog que só não joga a toalha porque nossa camisa “joga sozinha” – ela já fez um “Jacenir erguer a taça de Campeão Brasileiro”, etc.
    Concordo, mas apenas em parte com ele, pois não é somente a mística de nosso manto que faz o impossível se tornar possível; o papel da torcida, a absoluta sintonia entre torcida e camisa é que tira leite de pedra. E o perfil de nossa torcida, infelizmente, mudou muito…

    De 5 anos para cá, graças ao ótimo trabalho do Depto. de Marketing, o novo perfil de torcedor que freqüenta o Pacaembu acha que “apoiar” equivale a aplaudir tudo o tempo tudo, que tudo está maravilhoso, que ser corinthiano é amar incondicionalmente, apenas.
    Até concordo, mas quem ama tanto assim, educa, né?! Apoia durante os 90 minutos, aplaude quando tem que aplaudir, mas também dá uns cascudos quando o time faz merda (no sentido figurado, claro… sem violência, sem invasão de CT, mas apenas cobrando e pressionando das arquibancadas). E é isso que, infelizmente, não temos visto.

    Vou a quase todos os jogos no Pacaembu. Porém, lamentavelmente, a última vez que presenciei essa absoluta sintonia entre time e torcida – uma sintonia que não é apenas festiva; que, pelo contrário, pode se tornar bastante tensa em alguns momentos – foi no mata-mata da Libertadores 2012. Ali, sim, foi possível sentir o time pulsando junto com as arquibancadas. Mas note que, apesar do apoio incondicional dos torcedores enquanto a bola rolava, aquele time sentia que jogava com a faca no pescoço; os jogadores sabiam que, em caso de derrota, o peso de todas as eliminações anteriores – inclusive a mais recente, contra o Tolima, da qual a maioria havia participado – retornaria com tudo para cobrar a conta.

    Enfim, o que estou tentando dizer – e, na correria aqui do trampo, acho que me enrolei um pouco – é que sem um certo nível de tensão na relação entre elenco e arquibancada (uma tensão moderada e civilizada, nunca é demais frisar), não há camisa no mundo que “jogue sozinha”. Nem mesmo a mais mística de todas, que é a nossa.

    Já chega dessa “lua de mel”, né?! Passou da hora, já…

    Abraço!

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Já havia postado há um tempo que a prioridade para o segundo semestre seria a conquista da Copa do Brasil

      O time brigará por este campeonato

      Curtir

  12. Julio Mechias disse:

    Essa história de melhor elenco do país é lorota. O elenco é fraco. Nossos laterais inexistem. A única coisa que vem mantendo esse time sem fazer água é o forte sistema de marcação que o Tite implantou.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Desafio me apresentarem comparativamente, jogador a jogador, 1 (um apenas) elenco mais forte que o nosso

      Curtir

      • Zé Carlos disse:

        Sempre disse isso, Silvio. Não somos o Barcelona, mas para o padrão nacional temos um ótimo elenco, sim.

        Curtir

      • Julio Mechias disse:

        Internacional, Cruzeir, Grêmio e Atlético Mineiro Os Só prá citar quatro. Os dois primeiros então dão de lavada. Se quiser jogador a jogador é só levantar os elencos desses times e comparar com nossos ibsons, maldonados, danilos fernandes, igors, romarinhos, sheiks, fábios santos, etc, etc e tal. Nosso time só tem dois fora de série (Gil e Ralf) e um mais ou menos (Pato). O resto tá de médio prá baixo. Com a saída do Paulinho babau…

        Curtir

  13. Múcio Rodolfo disse:

    – O Adenor está iludindo a torcida com “bolsas-títulos”. Tem cooptado seguidores através de conquistas obtidas na base da “sorte”, diante de “adversários inferiores”. Tudo isso para enganar torcedores desprovidos de lucidez que o converteram num deus!
    2- O Adenor é um usurpador. Contra a vontade popular assumiu o comando do clube. É ele quem contrata, é ele quem dispensa, é ele quem renova o contrato dos jogadores. Ele é tão maquiavélico que deve ter feito lavagem cerebral no Gobbi e no resto da diretoria. O Madureira tinha relações (ou tem ainda) com um Pai de Santo,. Adenor deve ter um hipnotizador a seu serviço.
    ——————————————————————————————————————
    O MFT tem se comportado como a imprensa golpista, que alardeia os aspectos negativos e omite os positivos. Prefere ver a metade vazia do copo a ver a outra metade cheia. Acredita mais na possibilidade de sermos alcançados pelo Vila Sonia (que está a 12 pontos atrás), mas não acredita na possibilidade de tirarmos os 10 pontos que o Cruzeiro tem de vantagem. Prefere ficar batendo na tecla da derrota para a Luverdense, ignorando que apesar disso ainda estamos na briga e com chances -por que não?- de juntarmos ao Grêmio e ao Cruzeiro como os maiores campeões do torneio. Imagino, caso sejamos campeões- o orgulho do povo de Luca do Rio Verde: “nosso time foi o único que conseguiu ganhar do campeão!”.

    Curtir

  14. adryano man disse:

    Vamos cair na real e acordar… o time não joga bola … não tem pegada de campeão … depois que o Sheik declarou que é normal homem beijar homem e ainda postou foto assumindo a sua homossexualidade … time que quer ser campeão não faz isso

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Sheik não declarou ser normal homem beijar homem muito menos assumiu homossexualidade

      Se você quiser debater futebol seriamente, ok. Caso contrário, block/spam

      Curtir

  15. AndersonII disse:

    Quanto ao jogo. Prefiro jogos contra equipes que saibam jogar. Jogam e deixam jogar.
    Não gosto desses jogos contra times retrancados.
    Pode reparar, esses times da rabeira, estão vendendo caro as derrotas, não só prá nós, para qualquer um.
    Por isso acho que as vezes exageramos nas criticas, e também nos elogios.
    Um dos elogios que foi plantado, e que não é real, é de que temos “o melhor elenco do Brasil”.
    Não é.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Temos o melhor elenco do Brasil, é fato.

      Compare aos outros. Analise setor a setor. Temos o melhor.

      Mas o que está acontecendo é que o treinador se apegou afetivamente por questão de agradecimento aos veteranos que não rendem mais. Dos veteranos, o único que malemá se sustenta é o atacante/zagueiro Paulo André. Danilo não tem mais pernas, não consegue mais desempenhar 90 minutos o pedido pelo treinador. Sheik, malandramente, joga quando quer. Fábio Santos é e sempre foi fraco. Alessandro só não joga porque não tem mais condiçoes físicas, está na mesma situação do Leo (Santos)

      Esta titularidade vitalícia azeda o ambiente. Boleiro não é bobo, sabe que mesmo que se matar 10 leões no treino, vai perder lugar pra panela.

      Isto sem contar os veteranos Ibson e Maldonado que nunca disseram ao que vieram pro futebol, ambos no máximo nota 5,5 com louvou

      Temos o melhor elenco, sim. E temos também um elenco acomodado e uma parte desmotivada e desinteressada por conta de um treinador que da privilégios às suas ovelhas

      Curtir

      • Daniel disse:

        Desculpe, mas não concordo contigo. Não temos o melhor elenco e isso ficou comprovadíssimo contra o Náutico. Foi um vexame sem tamanho conseguir não vencer o pior time do campeonato no Pacaembu. Se eu fosse jogador, ficaria envergonhado pela exibição de domingo. Essa do P. André foi cômica, fazer 40 pontos para ser campeão se o time não consegue vencer o SPFW em casa, os reservas e juniores do Fluminense, o time que tomou 8 (oito) do Barcelona. Esse time é muito cheio de nhê nhê nhê e sempre tem alguma desculpa na ponta da língua. E você realmente acredita em resultado positivo amanhã contra o Botafogo no maracanã?? Aliás, quando foi a última vitória nossa neste estádio??

        Curtir

        • Blog do Silvinho disse:

          O time contra o Náutico:

          Danilo (já jogou como titular e domingo nem pegou na bola)
          Alessandro (só não joga de titular porque não tem mais pernas, mas foi titular absoluto por 5 anos)
          Gil e Paulo André (zaga titular)
          Igor (reserva imediato do Fabio Santos)
          Ralf (titular absoluto)
          Edenilson (titular da lateral direita, mas com formação de meio campista)
          Ibson (reserva imediato do Guilherme)
          Danilo (titular absoluto)
          Leo (reserva do reserva)
          Romarinho (titular quase absoluto)

          Exceto o Leo, os demais vinham jogando

          O problema é de elenco?

          Curtir

          • Múcio Rodolfo disse:

            1-Cassio?
            2- Alessandro: titular há 5 anos. Foi…
            3- Edenilson: formação como meio campista, mas há tempos quebrando o galho como lateral direito.
            4- Danilo: titular absoluto, mas está mal pra dedéu
            5- Ibson: já ta provocando saudades do William Arão.
            6- Romarinho: precisa entrar em campo acreditando que todo adversário é o Chiqueirense.

            Curtir

            • Blog do Silvinho disse:

              Danilo já atuou como titular. Quantas defesas o Danilo fez no jogo? Assistiu o jogo inteiro no melhor lugar do estádio

              Curtir

          • Julio Mechias disse:

            Alessandro já era… A pilha está no fim. Igor é fraco. Só não vê isso quem não quer. Ednílson, fraco também. Não consegue acertar um passe e não tem visão de jogo. No primero do tempo do jogo com o Náutico, num ataque pela direita, ela tinha o Danilo completamente livre entrando na área pela esquerda e, sem visão alguma de jogo porque joga olhando prá bola, chutou prá defesa fácil do goleiro. Ibson é um horror. Danilo em completa queda de produção. Leo e os outros que entraram mal sabe quem é a bola. Romarinho é outro que não tem consistência. Me diga, sinceramente… Este é o melhor elenco do Brasil?

            Curtir

      • Julio Mechias disse:

        Mas não temos mesmo o tal melhor elenco… Isso é conversa fiada que andam vendendo por aí. Nosso elenco é, no máximo, nota 6… Os elencos do Inter e do Cruzeiro são muito mais qualificados que o nosso.

        Curtir

        • Daniel disse:

          Sim, concordo com você. Estão vendendo essa historinha de melhor elenco e muitos estão caindo. Nosso elenco desde o ano passado é nota 6, no máximo 7. Cruzeiro, Inter e grêmio possuem elencos tão bons ou melhores. Não dá para achar nosso elenco melhor quando temos Alessandro, Ibson, Maldonado como opções. No meio, Danilo não tem mais condições de jogo, Romarinho não consegue finalizar UMA bola para o gol e o Sheik, bem, o Sheik não joga desde o dia 04/07/2012. Na minha opinião, não temos o melhor elenco do Brasil.

          Curtir

          • Julio Mechias disse:

            Concordo contigo Daniel. Equipe que substitui Paulinho por Ibson e Maldonado, que tem Alessandro, Danilo e Sheik em franca queda de produção, que tem Romarinho que não é nada além de um esforçado Dinei, que tem um Edenílson que não consegue colocar um único cruzamento na cabeça do atacante, que tem no banco jovens que parecem não ter sido apresentados à bola, só pode chegar, no máximo, é um elenco de média qualidade. Veja nossos jogadores em campo e me diga quem, do nosso sistema de criação e finalização, joga de cabeça erguida e não com os olhos enfiados na bola e que mal levantam a cabeça prá procurar uma opção de passe além de um raio de 10 metros? Douglas (instável), Pato (instável) e Renato Augusto (que mal entra em campo). Como um time com apenas essas opções de inteligência pode criar alguma coisa? Nossa sorte é ter Ralf e Gil que conseguem disfarçar a ruindade do Paulo André e segurar a barra do Ibson e dos nossos fracos laterais. Basta a equipe adversária dar ao Corinthians a obrigação de criar que o time desmonta em campo. Viramos uma baba prá ser marcado. Até o Luverdense consegiu nos anular. Nosso time hoje vive à custa de roubar a bola e contra atacar. O problema é que nosso contra ataque está muito longo e nossa sistema criativo é limitado. Até o ano passado marcavámos no campo adversário e conseguíamos um gol nos primeiros minutos. Agora não conseguimos mais isso porque não conseguimos mais marcar sob pressão. Ficamos atrás, marcamos bem, retomamos a bola mas não conseguimos criar.

            Curtir

  16. AndersonII disse:

    Olha o que é a Empresa São Paulina de Noticias. Demitiram o cara porque ofendeu o Gremio, e sua diretoria.
    E porque toleram as acusações e ofensas sem provas e baratas do tal de Mauro Cesar em relação ao corinthians, que fala e escreve abertamente, com frequencia sobre “esquemas”pró Timão, que ele tira de sua cabeça doente?

    http://www.dillenegreiros.com/2013/09/sobre-polemica-envolvendo-os.html

    Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: