Muito além do quem um Sim ou Não

Ontem o Conselho Deliberativo decidiu em votação que pelo menos por ora, não haverá mudanças no estatuto.

Estatuto este que foi aprovado pela soberana Assembléia Geral de Sócios no dia 30 de agosto de 2008 e que desde então, passou a servir de modelo para outros clubes que pretenderam efetivar a democracia no seu ambiente social.

Muito embora o debate venha sendo direcionado para a principal mudança, o formato de votação para ocupar as vagas trienais no Conselho Deliberativo, dezenas de mudanças estavam em discussão.

O fim do famigerado Chapão, em meio a outras propostas.

O que se votou foi o parecer do Conselho de Orientação, que recomendava a alteração do estatuto em outro momento.

Parecer que também foi votado entre os membros deste órgão, chegando a esta decisão por unanimidade.

A sugestão de se proceder as mudanças no estatuto em outro momento foi apresentada ao Conselho de Orientação pelo ex presidente Andres Sanches.

Durante os últimos dias e até algumas horas que antecederam a reunião de ontem, foi forte a movimentação nos bastidores.

Reuniões, conversas, cartas e e-mails enviados a conselheiros objetivando convence-los a votar contra ou a favor das mudanças.

Resultante dos bastidores, tentou-se não levar a votação o parecer do Cori, ao contrário do que aconteceu em inúmeras outras vezes.

Fracassada a tentativa, que soou a golpe, o parecer foi levado a votação, com o resultado de 194 votos contrários as mudanças, contra 52 votos pelas mudanças.

Em meio aos bastidores, articulações e votações algumas feridas ficaram expostas. Muito além do que optar pelo Sim ou Não, é inegável que acima de tudo – o que é lamentável para o clube – travou-se uma queda de braço.

O racha no grupo que conduziu o presidente Gobbi ao poder ficou explícito neste processo.

Por mais que um grupo esteja mais alinhado ao poder vigente, aquartelado nos andares do prédio administrativo, existe um grupo bem maior que frequenta o clube, transita pelos principais pontos formadores de opiniões da sede social e que enxerga como seus verdadeiros líderes, Andres Sanches e Andre Luiz de Oliveira.

E é fato, estes dois grupos não estão alinhados, nem sempre falam o mesmo idioma e com o resultado da votação de ontem, isto ficou evidenciado.

Política de clube é política como qualquer outra, como em qualquer outro lugar. Infelizmente.

É preciso ter habilidade política para conduzir propostas, seduzir, conquistar e agregar apoio.

Falta muito disto a um lado.

E sobra isto do outro.

 

Anúncios

32 Responses to Muito além do quem um Sim ou Não

  1. AndersonII disse:

    Nota mil para o Sanchez nessa questão. Remunerar diretores no meio do mandato, cheira golpe. Que aprovem as mudanças para a próxima gestão.

    Curtir

  2. weslei disse:

    Silvinho, você acredita que o André de Oliveira vai ser candidato a presidente na próxima eleição? E o que de bom ele pode fazer ao Corinthians?

    Curtir

  3. Márcio Freijó disse:

    Silvinho, você é um dos conselheiros e estava na reunião. Como os votos foram abertos, você poderia nos dizer como votou ?

    Curtir

  4. J. Eduardo disse:

    “Política de clube é política como qualquer outra, como em qualquer outro lugar. Infelizmente.”

    POR QUE o teu “Infelizmente” Sempre é bom discutir ideias,que exista pluralismo de opinioes,voce nao acha?

    Olha com os estatutos da forma que estao, e os 200 conselheiros sendo escolhidos a dedos ..rastreados minuciosamente. Cai por terra a teoria da habilidade politica de este ou aquele grupo. Quem escolheu leva !!!!
    Mas o paradoxo maior é que este estatuto foi aprovado COMO SE FORA o supra sumo da DEMOCRACIA… juntamente com essa clausula dos 200 conselheiros no Chapao e teve anuencia da oposiçao,pois se imaginavam com grandes chances nas eleiçoes e se utilizar de estes mecanismos para uma governabilidade tranquila…Um tiro no pé !!!!!
    Como vc bem diz:

    “Estatuto este que foi aprovado pela soberana Assembléia Geral de Sócios no dia 30 de agosto de 2008 e que desde então, passou a servir de modelo para outros clubes que pretenderam efetivar a democracia no seu ambiente social.”

    Pior estao os outros clubes que copiam este modelo!!!!!
    “Efetivar a democracia.”.. como se pudera chamar de Democracia, uma sociedade que mantem artificios que impedem o exercio democratico de suas instituiçoes.Sem comentar que muitos do Grupo que hoje pedia a mudança estatutaria foi responsavel pela mudança anterior.
    Em definitiva, enquanto no Corinthians nao for criado e aprovado um estatuto que sirva de sustento e respaldo para a livre deliberaçao das Instituiçao do clube, e que nao responda a fins setoriais(seja eles qual sejam) sera sempre assim… um grupo de 20 pessoas decidem por uma naçao de 30 milhoes. E aqui nao entra avaliaçao pessoal de Andre Luiz,Andre Sanchez é ruim ou mal ou redenter…Ë uma questao de fortalecimento das instituiçoes e em definitiva do proprio Conselho. Assim de simples.Senao passaremos a repetir obessessivamente e compulsivamente erros do passado, como ficarmos discutindo pessoas e nomes, quando ja deveriamos estar discutindo ideias.Desde 1971 se discute no PSJ essa questao sobre quantos e como devem estar composto o CD..nao ha avanço nisso? E vem alguem na noite de 25ediz que precisa uma maior discussao sobre o tema ..é o fim da trilha.

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      infelizmente porque a política tradicional, na forma como é manipulada, é cheia de práticas inaceitáveis

      E porque não aprofundar um pouco mais o debate sobre as mudanças propostas ?

      Qual o motivo da sangria?

      Curtir

      • J. Eduardo disse:

        Quando quiseres, vc tem meu correio,pois aprofundar sobre as mudanças propostas teriamos que monopolizar a atençao. Como é sabido ESTAS REFORMAS ESPECIFICAS estao sendo ou foram “estudadas” ha tempos no PSJ…
        Mas concretamente se vc fizer uma abstraçao e focar somente no que seja democratizar uma instituiçao,vc devera inevitavelmente perceber que eleiçoes “cabresto” nao se abre perspectiva para a pluralidade de discussao. Na pratica o que esta acontecendo é um ida e volta, ou se preferir um eterno andar em circulo.
        Apos Dualibi(somente para dar um marco na conversa) se propoe a mudança dos estatudos, onde constava conselheiros poderiam ser eleitos de forma separada…logo enseguida se “informa” que eleiçoes por grupos seria melhor ,pois a individualidade complicaria as eleiçoes… todo o bloco vota nisso..Depois resurge a proposta com 10-20 conselheiros, que nao é aprovada .Portanto , a forma pela qual sao escolhidos os conselheiros retornam a dois estatutos anteriores. Ou seja minimante uma falta de coerencia ou coesao..Hora vale a individualidade ..hora ja nao vale mais .
        A condiçao da suposta “pluraridade” sempre ficaria supereditada a acordos de conjuntura.O que se deve implantar , independente (de nomes e liderança pessoal ),,um estatuto que contemple direitos e possibilite um real poder de controle independente:Assim assegurando de maneira ampla a participaçao de todas as vertentes politicas dentro do clube e a discussao irrestrita de todos pensamentos e ideias. Por melhor que seja o estatuto do Corinthians, ele sempre estara em debito em relaçao com a representatividade., pois é impensavel que tres ou quatro centenas de pessoas possam expressar o pensamento de uma naçao de mais de 30 milhoes. Por isso em uma primeira instancia é fortalecer um Conselho Deliberativo( e nao boicota-lo) e defender a pluralidade de pensamento,. E em segunda etapa ,( ja tardiamente )implementar a amplissima discussao da questao socio torcedor com direito a voto que esta contemplada nos estatutos desde a reforma de 1971 e foi relegada a um mero artigo no Estatuto.

        Curtir

  5. AndersonII disse:

    E o senhor Furado em seu blog, coloca uma foto deprimente do Sanchez.
    Porque esse ódio desse cara que se diz jornalista corinthiano, mas torce contra?
    O Sanchez já foi num programa dele, em 2007, e fez promessas pessoalmente, e cumpriu todas.
    Será que a raiva é porque o Sanchez, cumpre o que promete?
    E isso o incomoda?
    Qual o motivo afinal? Sempre que pode, desanca o Sanchez, será que é amigo do Dualib, do Citadini, Paulo Garcia?
    Jornalista deveria ficar isento das disputas internas dos clubes, pelo menos, é o que reza a ética dessa profissão.
    Se for contra o Andrés que coloque com todas as letras os motivos, e não ficar como cabeleireiro falando mal dos outros.

    Curtir

  6. Alexandre Figaro Moreira disse:

    Nisso tudo o que mais me preocupa é um possível racha do Gobbi com o Andres. Espero que o que o Gobbi escreveu no último parágrafo do CARTAO DO PRESIDENTE ao site do Timão seja sincero.
    Que opiniões podem divergir, mas o respeito prevalece e o bem do Corinthians é o objetivo de TODOS.

    Abraços

    Curtir

  7. Marcus disse:

    Será q isso tudo pode interferir na gerencia do Andres À frente as obras do estadio ?

    Curtir

  8. Alan disse:

    Silvinho, pra entender, qual seria o lado mais hábil politicamente? Ou é para ficar no ar mesmo?

    Curtir

  9. Ernesto de Minas disse:

    De novo esse malfeitor André Luis de Oliveira prejudicando o clube. Ele sempre está envolvido em polêmicas.
    Na realidade houve manobra do Andrés para, em futuro próximo, modificar o estatuto e tirar proveito próprio; ninguém é santo .
    O André Luis está conseguindo o que sempre sonhou ” distanciar Andrés de Mário Gobbi”. É claro o ciúme que esse malfeitor sente do presidente Mário Gobbi.
    Penso que em última hipótese o presidente deve se aliar com a oposição. Melhor isso que ceder ao capricho de André Luis de Oliveira.

    Curtir

  10. Roberto_sccp disse:

    Só o fato de se colocar em votação a mudança de estatuto já é muito preocupante.

    Curtir

  11. Luís Carlos disse:

    Bom, se agora, assim como nos anos anteriores “não é o momento”, é certo que dificilmente haverá um momento.

    Mas o melhor momento, seria o momento em que todos votassem de acordo com os interesses mais caros ao clube e não de acordo com seus umbigos e dos umbigos dos que têm o dom do adestramento sem ter que dar o biscoitinho depois que o cãozinho completar a tarefa.

    Curtir

  12. paulomonteiro disse:

    E o vice presidente eleito? sumiu e vez no limbo?

    Curtir

  13. Luiz Eduardo disse:
  14. italiano disse:

    Silvião , não sei na integra como eh esse novo estatudo , mas pelo que vc e a Larissa Beppler escreveu ele ainda tem que ser aperfeiçoado , o que esta errado nele?

    Curtir

    • Blog do Silvinho disse:

      Italiano, o item mais polemico sem duvida é o formato de preenchimento das vagas do conselho, atraves de chapas de 200 candidatos

      Curtir

Amigo, faça seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: